Candidata a vereadora no Maranhão é presa após se oferecer em troca de votos #boato

Boato – Uma candidata a vereadora no Maranhão foi presa após se oferecer em troca de votos. Ao todo, a mulher teria assediado 250 pessoas, entre homens e mulheres.

A pandemia da Covid-19, problemas ambientais, clima político e até as eleições nos Estados Unidos têm, de certa forma, ofuscado as fake news eleitorais (isso é ótimo). Mesmo assim, ainda é possível ver uma notícia falsa ou outra sobre o pleito de 2020 no Brasil circulando por aí. O caso de hoje é muito parecido com um já desmentido aqui outro dia.

De acordo com textos publicados em sites de notícias do interior do Brasil e blogs, uma candidata da vereadora da cidade de Presidente Dutra, no Maranhão, foi presa após se oferecer a eleitores em troca de votos. De acordo com o texto, ela manteve relações com 250 pessoas e as filmou. Leia trechos (publicáveis) da mensagem que circula online:

Candidata a vereadora troca voto por s… com mais de 250 pessoas e termina presa. Uma candidata a vereadora da cidade de Presidente Dutra, no Maranhão, foi presa acusada de trocar votos de eleitores por s… A polícia civil já vinha investigando a candidata há um mês após algumas denuncias de pessoas que disseram ter sido assediadas por ela.

De acordo com testemunhas, além de cometer o ato ilícito de obtenção de votos por meio de favores s…, a mulher ainda gravava as suas relações com os eleitores para que servissem como garantia de que os envolvidos realmente fossem votar nela. A polícia estima, após conferir os vídeos salvos na galeria do celular da mulher, que possam ser mais de 250 pessoas envolvidas nesse “negócio”, incluindo homens e mulheres. […]

Candidata a vereadora no Maranhão foi presa após se oferecer em troca de votos?

Como falamos anteriormente, a mensagem fez sucesso na internet e chegou a ser publicada por sites de notícias (que, apesar do título, fazem CTRL + C e V sem checar). Porém, a história em questão não é verdadeira.

Na realidade, a “fonte da informação” é um site de uma pessoa (ou grupo) que sempre publica notícias falsas do estilo “bombástica”. De lá, saiu outro dia uma história falsa que apontava que um candidato a vereador do Maranhão teria oferecido a mulher dele em troca de votos.

Há duas provas de que a história é falsa. A primeira é que, ao buscar sobre o caso, achamos apenas o mesmo texto do boato. Ou seja: a história foi criada e copiada sem nenhum outro desdobramento. A segunda é que a foto da suposta vereadora que foi presa não tem nada a ver com o caso descrito ou com o Maranhão.

Na realidade, a imagem é de mulher que foi presa no Rio Grande do Sul no início de 2019 sob a acusação de tráfico de drogas. Na época, notícias destacaram que a mulher costumava “ostentar” com fotos em redes sociais.

Resumindo: a história que aponta que uma candidata a vereadora no Maranhão foi presa ao se oferecer para 250 eleitores em troca de votos é falsa. A notícia surgiu em um site de notícias falsas e a foto que está circulando nada tem a ver com a denúncia.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2QvB43t
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet