Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Brasil vai pagar o empréstimo do banco do Brics para Argentina #boato

Brasil vai pagar o empréstimo do banco do Brics para Argentina #boato

Brics vai emprestar US$ 7 bilhões para Argentina e Brasil vai pagar, diz boato (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Boato – A Rádio Mitre acabou de confirmar que o Banco dos Brics vai emprestar US$ 7 bilhões para a Argentina e o Brasil que vai pagar.

O encontro de líderes de países da América do Sul está gerando diversas polêmicas. Uma delas está relacionada a declarações de Lula sobre o regime de Nicolás Maduro na Venezuela. Porém, a história que vamos apreciar trata de outro país.

De acordo com textos que estão circulando na internet, o Banco dos Brics (que tem Dilma Rousseff como presidente) iria emprestar US$ 7 bilhões para a Argentina. O Brasil seria o avalista, o que levou à interpretação de que a conta iria sobrar para o nosso país. A fonte apresentada é a Rádio Mitre, de Buenos Aires. Leia o texto que circula online:

A rádio Mitre, de Buenos Aires, Argentina, anunciou agora de manhã, que o banco dos BRICS vai conceder um empréstimo para a Argentina, de 7 bilhões de dólares, dinheiro vindo da China. O empréstimo terá a garantia do Brasil. Dilma começou a trabalhar. Note, a Argentina não terá como pagar, então quem vai pagar será o Brasil. “Deram a volta” e nós que, indiretamente, mandaremos o dinheiro para a Argentina, já que somos um bando de trouxas mesmo…

Brics vai emprestar US$ 7 bilhões para Argentina e Brasil vai pagar?

Vídeo: é falso que Sadia esteja dando prêmios para quem compartilhar no WhatsApp

A história começou a circular na internet com muitas forças, principalmente por meio de prints de publicações do Twitter em aplicativos como o WhatsApp. Porém, é falso que o Brics vai emprestar US$ 7 bilhões para a Argentina.

O que há é, na realidade, uma distorção de informações reais veiculadas na fonte citada na mensagem: a Rádio Mitre. Ao buscar pelo assunto Brics + Argentina na página da emissora de Buenos Aires, chegamos a duas notícias.

A primeira é do dia 26 de maio de 2023. Ela aponta que o ministro da Economia da Argentina Sergio Massa não teria mais a companhia do ministro da Fazenda do Brasil Fernando Haddad na ida para a China. A matéria aponta que Massa iria participar de uma reunião do banco dos Brics.

A segunda foi do dia 27 de maio. Ela apontava que Massa havia chegado à China para conseguir uma ajuda do Brics para o país se recuperar da crise. O principal aporte seria para que fossem colocados dólares na economia do país e, com isso, valorizar (paliativamente) o valor do peso argentino.

De fato, a China fechou um aporte de valores para a Argentina Também é fato que o Brasil, apesar de Haddad não ter viajado para a reunião na China, ajudou no processo. Porém, é falso que o país tenha agido como “avalista” e que, caso a Argentina não pague o empréstimo, terá que pagar os valores.

Na realidade, o que houve foi um empréstimo da China para a Argentina e quem seria o avalista seria o Banco dos Brics. Há um segundo ponto em tratativas, que seria do BNDES financiar empresas brasileiras na realização de obras na Argentina (novamente, o Banco dos Brics seria o fiador). Mas isso é outro ponto.

Resumindo: não é verdade que o Brasil vai ter que pagar uma dívida de um empréstimo do Banco dos Brics à Argentina. Apesar de a Argentina estar buscando por empréstimos, o Brasil não está se dispondo a ser fiador do país vizinho ao Brics.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm