BR-163, a Transamazônica, está sendo asfaltada pelo Exército após 50 anos, diz Bolsonaro #boato

Boato – Bolsonaro enviou Exército Brasileiro para asfaltar a BR-163, conhecida como Transamazônica, após 50 anos e durante seu governo. Presidente ainda publicou carta sobre o tema.

Nos últimos dias, o burburinho de que o governo federal irá conceder um trecho de 40km da rodovia Transamazônica, no Pará, ganhou espaço nos meios de comunicação. Criada para ser a principal rota de ligação entre o Norte e o restante do país, hoje ela é considerada uma das piores estradas no Brasil.

Por não ser totalmente pavimentada, é muito comum a presença de atoleiros ao longo da rodovia. Mas de acordo com publicações nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro pretende mudar essa situação em breve.

Segundo as publicações, o presidente teria escolhido a BR-163, citada no texto como a como Transamazônica, para ser asfaltada. Tem mais! Bolsonaro teria enviado especialmente o Exército Brasileiro para executar as obras. De quebra, Bolsonaro ainda publicou um texto sobre o assunto. Confira:

Depois de 50 anos, finalmente a BR 163, mais conhecida por TRANSAMAZÔNICA, sendo asfaltada. É o governo BOLSONARO em ação… O Exército Brasileiro está na BR-163, no Pará, para iniciar a pavimentação da rodovia, após 30 anos de promessas de todos os governos que passaram por este país. Você ouviu ou viu isso em alguma mídia brasileira? Você entendeu como a mídia esquerdista brasileira desinforma a sociedade. Jair Messias Bolsonaro

BR-163, a Transamazônica, está sendo asfaltada pelo Exército após 50 anos, diz Bolsonaro?

A notícia de que a rodovia estaria sendo asfaltada pelo Exército Brasileiro trouxe muita esperança para quem depende da rodovia e muitos elogios ao novo presidente. Mas será que Bolsonaro teria realmente autorizado o asfaltamento dela “após 50 anos” e que a iniciativa é do governo dele? A resposta é não e a explicação você confere a seguir.

Vamos lá! Como já vem acontecendo desde o início de seu mandato, toda vez que o presidente Jair Bolsonaro realiza uma obra ou toma uma decisão importante para o país, ele informa a população pelas suas redes sociais particulares. E, bem, asfaltar a Transamazônica com certeza seria motivo de orgulho para qualquer presidente. Fomos, então, vasculhar as redes sociais de Bolsonaro. Porém, não encontramos nenhuma postagem com o conteúdo do suposto texto assinado pelo presidente.

Quando buscamos pela palavra “BR-163”, encontramos uma publicação no Facebook de Jair Bolsonaro, que mostrava a visita do ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes, de caminhão pelo local. Além disso, também encontramos duas postagens sobre o Exército realizando obras na estrada. Em uma delas, o Tenente Coronel Linhares fala sobre as obras e, na outra, as imagens destacam os trabalhos da Operação Xingú (que levou o Exército à rodovia). Acontece que todas as postagens relacionadas ao tema foram feitas em anos anteriores (em 2017 e 2018). Ou seja, as obras da Operação Xingú já existiam antes mesmo de Bolsonaro assumir a presidência.

Ao buscar mais informações sobre a Operação Xingú, descobrimos uma postagem do General Villas Boas, datada de 2018, falando sobre as obras de pavimentação na BR-163. Além disso, também descobrimos uma reportagem em um importante veículo de comunicação brasileiro informando sobre os trabalhos do Exército, que foram ao local para asfaltar 65 quilômetros da estrada, danificados por conta de atoleiros.

Agora tem um ponto que é o mais importante de todos. No texto, a BR-163 é tratada como a Transamazônica. Só tem um detalhe: a rodovia Transamazônica é a BR-230. Ou seja, nem nesse detalhe o texto consegue ser preciso.

Em resumo: a história que diz que Bolsonaro enviou o Exército para asfaltar a BR-163 (ou a Transamazônica) é falsa! Bolsonaro não publicou nenhum texto falando sobre o assunto, a rodovia já estava sendo asfaltada antes dele assumir a presidência e a mídia não escondeu o assunto (pelo contrário, fez uma reportagem falando sobre o início da Operação Xingú). Sendo assim, a história não passa de balela. Não compartilhe!

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164.

PS: A notícia foi atualizada após a publicação para deixar explícita a informação de que a BR-163 não é a rodovia Transamazônica. Agradecemos à leitora Esther Figueiredo pelo pedido de correção.

Compartilhe este artigo:
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)