Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Não é verdade que Bolsonaro tenha sofrido “tentativa de assassinato” no RS em 2024

Não é verdade que Bolsonaro tenha sofrido “tentativa de assassinato” no RS em 2024

Bolsonaro sofreu nova tentativa de assassinato no RS em 2024, diz boato (Foto: Reprodução/Twitter)

Boato – O ex-presidente Jair Bolsonaro sofreu uma nova tentativa de assassinato no Rio de Grande do Sul em março de 2024.

Análise

Muitas vezes, uma informação falsa surge de um caso real em que há um pré-julgamento do que ocorreu. É o exemplo da história de hoje que está sendo muito compartilhada por bolsonaristas.

Após um homem ter sido preso em uma feira na cidade de Não-Me-Toque (no Rio Grande do Sul) por estar portando uma faca, começou a circular a informação de que o ex-presidente Jair Bolsonaro estaria em grande perigo.

Vídeo: É falso que vacina da gripe tenha "vírus do câncer"

Isso ocorreu pelo fato de Bolsonaro estar no mesmo local e as pessoas inferirem que a facada seria para cometer um atentado contra o ex-presidente.

Uma das versões da história está em um print similar ao do portal g1 (da Globo) e “crava” que o objetivo do homem seria matar Bolsonaro. Leia:

BOLSONARO SOFRE NOVA TENTATIVA DE ASSASSINATO Esfaquear e Matar Bolsonaro na feira; era o objetivo de Homem detido no local. Um homem foi preso em flagrante delito, por tentativa de homicídio contra o ex presidente Jair Bolsonaro;

O homem que portava um punhal, foi apreendido pela polícia que agiu rápido no local onde ocorreria o fato. Segundo informações, o homem preso, seria um esquerdista radical e comunista, além de estar ligado ao movimento do MST.

Checagem

Como algumas redes sociais ficaram em polvorosa, estamos aqui para realizar a checagem do conteúdo respondendo às seguintes perguntas: 1) O que aconteceu no caso em que o homem foi preso com uma faca em uma feira no Rio Grande do Sul? 2) O homem tinha o objetivo de matar Bolsonaro com uma faca? 3) Bolsonaro sofreu uma tentativa de assassinato na feira no Rio Grande do Sul?

O que aconteceu no caso em que o homem foi preso com uma faca em uma feira no Rio Grande do Sul?

A história veio à tona após uma publicação do ex-secretário de Comunicação de Bolsonaro (e atual advogado do ex-presidente) Fabio Wajngarten em que mostra que um homem foi preso com uma faca na feira em que Bolsonaro estava.

Na publicação, ele havia cobrado esclarecimentos por parte da Polícia Federal para que averiguasse se havia algum objetivo do homem em atacar o ex-presidente. A partir daí, a narrativa de “tentativa de assassinato” surgiu na internet.

O homem tinha o objetivo de matar Bolsonaro com uma faca?

Não. Na realidade, a própria Secretaria de Segurança do Rio Grande do Sul publicou uma nota apontando que o homem sequer chegou perto de Bolsonaro e que a ocorrência não tratava de uma tentativa de ataque contra ele. Na nota, é dito que o homem não tem antecedentes, que comprou a faca no local e que não houve ameaça.

Além disso, o irmão do homem que foi detido (e liberado em seguida) afirmou que ele é um bolsonarista e que houve um mal-entendido. Isso derruba a narrativa que o sujeito seria um “esquerdista do MST”. 

Bolsonaro sofreu uma tentativa de assassinato na feira no Rio Grande do Sul?

Toda essa configuração da história nos aponta que é falso que ele teria sofrido uma tentativa de assassinato no Rio Grande do Sul. Além de a ocorrência nada ter a ver com o ex-presidente, em nenhum momento ele correu “perigo real”. Ou seja: não houve sequer tentativa.

Para completar, o print atribuído ao g1 que aponta que “Esfaquear e Matar Bolsonaro na feira; era o objetivo de Homem detido no local” é falso.

Conclusão

Fake news ❌

É possível afirmar, com os elementos que temos no momento, que é falso que Bolsonaro tenha sofrido uma tentativa de assassinato. A ocorrência na feira em Não-Me-Toque não representou uma ameaça a ele.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610).