Bolsonaro disse que não precisa do voto de negros, homossexuais, mulheres e pobres #boato

Boato – Candidato Jair Bolsonaro (PSL) mandou avisar que não precisa do voto de negros, homossexuais, mulheres, pobres, nordestinos e indígenas.

Durante as eleições, um dos tipos de boatos que costumam aparecer é aquele que aponta que candidato X diz que “não precisa dos votos de Y”. Já falamos há um bom tempo sobre uma história, por exemplo, que falava que Aécio não precisava do voto dos professores. Hoje a informação envolve um público “um pouquinho” mais amplo e outro político: Jair Bolsonaro (PSL).

De acordo com postagens no Facebook, Bolsonaro teria declarado que não precisa dos votos de negros, índios, mulheres, homossexuais, pobres e nordestinos. Em uma pequena busca no Facebook, encontramos publicações que somam 100 mil compartilhamentos (a mais proeminente teve 70 mil shares). Via de regra, as publicações apontam que Bolsonaro mandou avisar que não precisa do voto de “xxxx”. Neste campo, entram alguns grupos. Leia duas versões da história:

Versão 1: Bolsonaro mandou avisar que NÃO PRECISA DE VOTO de negros, homossexuais, mulheres, pobres e nordestinos. Versão 2: ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃO! BOLSONARO JÁ AVISOU: NÃO PRECISA DE VOTOS DE NEGROS, ÍNDIOS, MULHERES E HOMOSSEXUAIS!!!

Bolsonaro disse que não precisa do voto de negros, homossexuais, mulheres e pobres?

Como vocês perceberam, essa história aí envolve um novo método de disseminação de notícias falsas (ou de afirmações falsas, se você preferir) que está se popularizando: mensagens curtas no Facebook. E, assim como na história que ligava venezuelanos ao título de eleitor, essas afirmações são falsas. Vamos aos fatos.

Já é sabido que Jair Bolsonaro já se envolveu (ou foi envolvido) em polêmicas com alguns dos grupos citados e também já soltou dúzias de frases, digamos, polêmicas (não vamos entrar em detalhes, mas o Google está aí para você procurar pelas informações a respeito). O que a gente não achou foi ele dando essa declaração citada.

Não há um vídeo, áudio, reportagem em fonte confiável ou qualquer outro elemento que comprove que Bolsonaro pediu para que negros, homossexuais, mulheres, pobres, pobres e indígenas não votem nele. Ou seja, a fonte é o Facebook mesmo (na grande maioria de pessoas não simpáticas ao político do PSL).

Vale citar mais duas informações. A primeira é que as mensagens que circulavam online têm todas as principais características de boatos online: vaga, alarmista, com erros de português, pedido de compartilhamento e sem citar fontes confiáveis.

A segunda é que a tese não tem a mínima lógica. Mulheres representam 52% do eleitorado. O número de pessoas negras também é considerável. O mesmo pode ser dito do público LGBT. Ninguém se elegeria presidente pedindo a rejeição para esse público.

Resumindo: apesar de já ter passado por problemas com grupos como mulheres e gays, Jair Bolsonaro não disse que não precisa do voto deles. A declaração atribuída a ele não existiu e se trata de um boato que circula online.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

4 comentários em “Bolsonaro disse que não precisa do voto de negros, homossexuais, mulheres e pobres #boato

  • 13/09/2018 em 14:26
    Permalink

    Será um prazer processar esse site e todos que estão trabalhando nele.

    Resposta
  • 04/09/2018 em 11:42
    Permalink

    Olá, obrigado.
    Será processado o autor do post e do site.

    Resposta
    • 14/09/2018 em 14:58
      Permalink

      Dá pra ver que vc não leu a materia mesmo hahahaha

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)