Bolsonaro vai cobrar 20% de Imposto de Renda de quem ganha um salário mínimo #boato

Boato – Junto com Paulo Guedes, o candidato do PSL Jair Bolsonaro prometeu que vai cobrar 20% de Imposto de Renda de quem ganha um salário mínimo.

Chegamos ao segundo turno das eleições presidenciais e a tônica da primeira parte do pleito continua a mesma. Boato para lá e boato para cá. Agora, vamos falar de uma história que fala de uma “promessa” do candidato Jair Bolsonaro (PSL) que está sendo muito compartilhada por apoiadores de Fernando Haddad (PT).

De acordo com textos que circulam em redes sociais, o economista de Bolsonaro e braço direito da campanha, Paulo Guedes, propôs que todas as pessoas paguem 20% de Imposto de Renda. Em outras palavras, a pessoa que ganha um salário mínimo (R$954) passaria a pagar cerca de R$ 190 de imposto.

Ao procurar pelo assunto nas redes sociais, descobrimos que há diversos gráficos com o “cálculo de quanto ficaria a alíquota” e mensagens “denunciando” que Bolsonaro quer cobrar imposto dos “mais pobres”. Leia algumas versões de mensagens que “vimos por aí”.

Versão 1: Gostei da proposta do Bolsonaro de cobrar 20% de imposto do salário mínimo. Ele volta para 794 reais em janeiro. Massa! Versão 2: Quem ganha salário mínimo, também vai pagar imposto de renda… Versão 3: Bolsonaro quer cobrar imposto de renda dos pobres. Ele quer cobrar R$190 MENSAIS de quem ganha salario minimo. Versão 4: Plano para o Imposto de renda de Bolsonaro. Até quem ganha salário mínimo vai pagar. Se vc ganha mais de 15.000 vai ficar bom.

Bolsonaro vai cobrar 20% de Imposto de Renda de quem ganha um salário mínimo?

Teses e mais teses sobre o assunto se espalharam na internet e chegaram até a ser utilizadas em propagandas eleitorais de candidatos à Presidência da República. Mas será mesmo que Bolsonaro propôs cobrar 20% de Imposto de Renda de quem ganha um salário mínimo? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Ao contrário da maioria dos boatos eleitorais, essa informação não “surgiu do nada”. Tudo começou em uma palestra do dia 19/09 do economista Paulo Guedes a uma “plateia restrita”. Na apresentação, ele falou, dentre outras coisas, que gostaria de criar um “imposto único” com alíquota de 20%. Foi aí que começou a confusão.

Como a fala, no primeiro momento, foi genérica (pelo menos é isso que dá a entender nos primeiros textos que vimos), a informação foi interpretada de forma errada por alguns veículos de mídia. Tanto que as primeiras publicações a respeito apontavam que, de fato, Bolsonaro pretendia cobrar imposto de todos, inclusive de quem é isento hoje.

Só tinha um problema. A informação não procedia. Tanto que, no mesmo dia, a campanha de Bolsonaro se apressou em apresentar um detalhe: o Imposto de Renda (que teria a alíquota única para pessoa física e pessoa jurídica) só seria cobrado de quem ganha mais de R$ 5.000.

Em matéria do mesmo dia do jornal O Globo, há o seguinte trecho. “Para evitar que ricos e pobres sejam tributados da mesma forma, haveria uma faixa de isenção de cinco salários mínimos (hoje, cerca de R$ 5 mil). O limite seria bem maior que o atual, de R$ 1.903,98”.

Cinco dias depois, Bolsonaro deu uma entrevista à Rádio Jovem Pan na qual reiterou que quem ganha salário mínimo não vai pagar Imposto de Renda. “A proposta do Paulo Guedes do Imposto de Renda, eu até falei: ‘Você está sendo ousado’. A proposta dele é o seguinte: quem ganha até cinco salários mínimos não paga imposto de renda. E, dali para frente, uma alíquota única de 20%”.

Vale dizer que os mesmos veículos que publicaram a informação errada se corrigiram posteriormente. Mas aí a história já havia se espalhado. Tanto que, em declaração ao Jornal Nacional no dia 8 de outubro, Bolsonaro voltou a reiterar que não vai cobrar Imposto de Renda “de pobres”. Assista:

Então é isso! Ao contrário do que apontam mensagens que circulam na internet, Jair Bolsonaro, candidato do PSL, não prometeu cobrar Imposto de Renda de quem ganha um salário mínimo. Na proposta de Paulo Guedes (vale dizer que proposta é proposta. Vamos ver na prática) está prevista a isenção para quem ganha até cinco salários mínimos.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

7 comentários em “Bolsonaro vai cobrar 20% de Imposto de Renda de quem ganha um salário mínimo #boato

  • 04/11/2018 em 13:39
    Permalink

    Esse jeito de divulgar informação da equipe do recém eleito presidente é bem esquisita.

    Na primeira reunião, o futuro ministro da fazenda diz que vai cobrar alíquota única de 20%.

    Os jornais publicam, o povo reclama.

    Então a equipe vai a público desmentir o que o futuro ministro disse e diz outra coisa.

    O governo inteiro vai ser assim?

    É algum tipo de pegadinha com a gente?

    Resposta
  • 22/10/2018 em 20:23
    Permalink

    Acho que a confusão se deu por conta da ausência disso no (diga-se de passagem) horroroso plano de governo dele, que tanto pro primeiro quanto pro segundo turno, sequer citam a isenção de impostos prometida em entrevistas e palestras.

    Resposta
  • 10/10/2018 em 18:36
    Permalink

    Cade, o número do projeto sei lá .. pq eu não tô encontrando isso no site da câmara meu irmão …
    Ver se consegui no mínimo um link, arquivo algo do tipo. Fake

    Resposta
  • 09/10/2018 em 23:33
    Permalink

    É claro que eles não são doidos de ter um IRRF que cobre 20% direto sobre o salário, haja visto que por lei o brasileiro não pode ter+ de 30% comprometido em empréstimo. Então ter 20% de desconto só de IR é um absurdo.
    Com certeza vai ter um valor a ser deduzido.
    Mas o PT está no governo há 16 anos e há 16 anos a tabela do IR não é corrigida.

    Resposta
  • 09/10/2018 em 19:41
    Permalink

    Quer dizer que, quem ganha até 05 mil não paga, mas quem ganha 06 mil paga 1200,00 então ganha 4.800,00 é isso, ou só paga sobre 01 mil, já 05 mil é isento.
    Muitas duvidas.

    Resposta
    • 10/10/2018 em 15:41
      Permalink

      Atualmente quem ganha mais de 5.000 pagaria 27% de Imposto de Renda. Se o Bolsonaro conseguir mudar quem ganha acima de 5.000 começaria a pagar 20% e o resto não pagaria nada.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)