Bolsonaro determina prontidão do Exército para guerra contra Venezuela #boato

Boato – Há um alerta em Brasília. Em reunião com o Exército, o presidente Jair Bolsonaro determinou prontidão de todas as tropas para uma guerra com a Venezuela.

Que a situação da Venezuela não é nada simples, muita gente já sabe. Que o Brasil está, de certa forma, envolvido na questão (até por razões geográficas e ideológicas de líderes dos países) também não é novidade para ninguém. Apesar disso, o que não falta é gente querendo botar lenha na fogueira.

A última que surgiu no WhatsApp aponta para um “textão” que descreve quais seriam as próximas ações do presidente Jair Bolsonaro, do Exército, da Marinha, da Aeronáutica e do país em geral. E o quadro descrito não é nada animador.

A mensagem aponta (dentre outros) os seguintes itens: 1) Bolsonaro determinou a prontidão de todo Exército, Marinha e Aeronáutica (está todo mundo aquartelado). 2) Os EUA confirmaram que há mísseis apontados para o Brasil. 3) Se o comboio de ajuda humanitária for atacado, o Brasil vai enviar 3500 homens para a fronteira. 4) Se a Venezuela atacar o Brasil, vão convocar reservistas, policiais e declarar estado de guerra. Leia trechos do texto:

Alerta em Brasília: Em reunião com a cúpula do Exército brasileiro, o presidente Jair Bolsonaro determinou a prontidão de todas as forças armadas no país. Governo Americano: Satélites americanos confirmaram ao Governo do Brasil que mísseis S300 estão sim na fronteira do Brasil, confirmando o que disse hoje de manhã o site especializado em assuntos militares o “DefesaNet”.

Sabendo dessa situação foram determinadas as seguintes ações em reunião com ministros : Monitoramento em tempo real da situação da fronteira da Venezuela com o Brasil, a partir de amanhã, dia 23 de fevereiro de 2019, às 06:00 da manhã. Caso o comboio seja atacado, lembrando que o comboio será Venezuelano, o exército mandará para a fronteira 3500 homens da Infantaria e artilharia pesada, incluído artilharia Anti- Aérea. […]

Marinha: Na reunião também foi determinado que a Marinha irá aquartelar Fuzileiros Navais, os mesmos devem ser embarcados para Goiânia entre sábado a domingo, caso o comboio seja atacado. Artilharia de defesa Aérea: Foram determinados também o envio já amanhã do sistema de defesa Aérea “PantSir-S1”, estes ir ao proteger a cidade de Manaus, todas as cidades de Rondônia e Roraima, serão enviados 16 veículos no total, sendo 8 para Manaus, 5 para Rondônia, em cidades a definir, e o restante ficando em Roraima. Por precaução do CML e do CMS, 6 veículos serão enviado para o Sul e Sudeste do país.

Em caso de ataque : Caso a Venezuela ataque o Brasil serão adotadas medidas emergenciais: Convocação imediata de 150 mil reservista. Convocação das polícias militares, provavelmente sudeste, cerca de 45 mil homens, para apoio operacional em Stand by.

Decretação de estado de Guerra e declaração de Guerra à Venezuela, com ataques cirúrgicos a instalações estratégicas do país. Compra emergencial de armamentos, sem licitação, através de um decreto presidencial. Priorização do envio de combustíveis e suprimentos ao Norte do país, através de estatais, tais como Petrobras e decretação do fechamento do Espaço aéreo entre as regiões do Norte e Centro Oeste . Tudo isso foi discutido a portas fechadas e está sendo tratado pelo gabinete de crise.

Bolsonaro determina prontidão do Exército para guerra contra Venezuela?

Boato. Eis um exemplo que denota o que significa essa palavra. Pois é! Antes de você sair compartilhando textão com “plano de defesa” do governo, é bom você saber que, apesar de, de fato, o governo realizar reuniões sobre a questão da Venezuela, a mensagem que circula online é, no mínimo (para sermos delicados), não comprovada. Vamos aos fatos.

Primeiro ponto: a mensagem segue aquele velho roteiro de boatos online (principalmente aqueles que só pensam em “botar fogo na situação”): é alarmista (extremamente), tem erros de português e não cita fontes confiáveis. Ao buscar sobre mais evidências sobre o assunto, nada encontramos além de textos no WhatsApp.

Ao buscar sobre a real situação do Brasil no meio da crise da Venezuela, é possível ver que a história é bem diferente do que foi descrito. Para começar, toda a celeuma sobre “mísseis apontados para o Brasil” não foi confirmada pelas autoridades brasileiras. Mais do que isso, o Brasil tem se mantido apenas em posição de alguém que realiza ajuda humanitária. O próprio governo aponta que não trabalha com a hipótese de conflito.

Não bastasse isso, há um “lapso temporal na história”. O texto parece ter sido escrito na noite de sexta-feira (22/02/2019) e falava sobre ações a serem tomadas no sábado (23) e domingo (24). Passou já quase todo o fim de semana e nada aconteceu.

Mas aí você pergunta: “como que você prova que não é esse o plano do governo?”. Elementar, meu caro. Por tudo que falamos já dá para perceber que tudo que foi descrito não passa de conjectura (no português popular, chute). Com isso, a possibilidade das informações que “estão por vir” (já que teve algumas que não se concretizaram) é muito pequena (tipo acertar na loteria).

Chances que diminuem quando a gente analisa “planos” como deslocar milhares de policiais do Sudeste (SP e RJ) para a fronteira que são, para não dizer outra coisa, esdrúxulos.

Resumindo: o texto que aponta que Bolsonaro deixou todas as Forças Armadas aquarteladas e de prontidão e faz um prognóstico de guerra contra a Venezuela é falsa. A mensagem está mais para uma tentativa de alarde do tipo teremos guerra civil no Brasil do que algo real. Por enquanto, só um boato.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

2 comentários em “Bolsonaro determina prontidão do Exército para guerra contra Venezuela #boato

  • 26/02/2019 em 15:34
    Permalink

    se mim chamar eu irei com todo prazer

  • 26/02/2019 em 11:12
    Permalink

    “homi fazenu homice” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    convocação de solteirice em pleno carnaval kkkkkk
    ahammmm… faltou convocar “as canhões”
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Fechado para comentários.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)