Bolsonaro edita decreto que proíbe uso de drogas em universidades #boato

Boato – Presidente Jair Bolsonaro assinou decreto que proíbe o consumo de drogas em universidades e a entrada de alunos sem roupas em instituições de ensino.

As últimas decisões do presidente Jair Bolsonaro tem dado o que falar tanto nas ruas quanto na internet. No dia 4 de junho de 2019, um projeto que prevê o fim da multa para motoristas que transportarem crianças de 0 a 7 anos e meio de idade sem a chamada cadeirinha foi apresentado no Congresso.

Entregue pelo próprio Bolsonaro, o projeto começará a ser discutido na Câmara e propõe que os motoristas flagrados nesse tipo de situação recebam apenas uma advertência por escrito. Hoje, a pena para esse tipo de delito é multa por infração gravíssima.

E, segundo uma publicação que anda circulando nas redes sociais, mais decretos vão causar burburinho entre os brasileiros. De acordo com a postagem, o presidente Jair Bolsonaro teria assinado um decreto onde proíbe o consumo de drogas em universidades e a entrada de alunos sem roupas em instituições de ensino. Confira:

“—Bolsonaro assina decreto que proíbe o consumo de drogas em universidades e choca alunos. Publicado por Otarionista ㅤㅤem 17 de maio de 2019, 08:55h, –Decreto assinado nesta sexta-feira (17) pelo presidente Jair Bolsonaro proíbe o consumo de drogas nos interiores das universidades do país. O texto do decreto prevê ainda a proibição de alunos sem suas vestimentas na parte interna das instituições. De acordo com o governo, a medida visa “Manter a ordem e o bem estar de alunos, principalmente daqueles que não consomem, mas que por tabela ficam sob efeito dos entorpecentes alheios”. A UNE (União Nacional dos Estudantes) repudia a decisão e convoca um novo megaprotesto para o dia 30 de maio”.

Bolsonaro editou decreto que proíbe uso de drogas em universidades?

A informação mobilizou bastante as redes sociais e a história logo viralizou. Diversos cidadãos contra o consumo de drogas publicaram mensagens em apoio à decisão. Entretanto, o que nem todo mundo se perguntou foi: será que o presidente Bolsonaro realmente assinou um decreto que proíbe o uso de drogas dentro de universidades públicas? A resposta é não e a explicação você confere a seguir.

Vamos lá! A história de que Bolsonato teria assinado um decreto proibindo o consumo de drogas em universidade é, no mínimo, estranho. No Brasil, o uso de entorpecentes já é proibido. Ou seja, assinar um decreto desses não faz o menor sentido.

Fomos atrás da lista de decretos assinados pelo presidente e ex-presidentes do país. E, bem, após a busca, não encontramos nenhum sinal de uma lei, editada na última semana, que proíba o consumo de drogas em universidades públicas.

Como a informação já soava muito estranha, resolvemos procurar pela origem da história e foi aí que descobrimos a ‘cereja do bolo’! A informação, na realidade, foi publicada por um site de humor (que já teve diversas histórias desmentidas pela equipe do Boatos.org).

Vale ressaltar que a própria página não esconde seu caráter humorístico. Com o slogan ‘fake news de verdade’, ela publica diversas histórias falsas sobre os mais diversos assuntos. É importante ressaltar que, assim como em outras histórias publicadas pelo site e desmentidas pelo Boatos.org, caso a informação tivesse sido postada apenas pela página, não estaríamos desmentindo o caso aqui. O que ocorreu foi uma viralização da história, que fez com quem muita gente tenha compartilhado a informação acreditando se tratar de uma verdade (o que não é).

Em resumo: a história que diz que o presidente Jair Bolsonaro assinou um decreto proibindo o consumo de drogas em universidades é falsa! A lista de decretos não apresenta nenhum projeto desse tipo aprovado pelo presidente Bolsonaro e a história surgiu em um site de humor, o que acabou confundindo muita gente. Ou seja, a história não tem nada de verdade. Portanto, cuidado ao compartilhar!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)