Boato que Joaquim Barbosa pode renunciar ao STF se espalha na internet

Joaquim Barbosa pode renunciar ao STF, diz boato
Joaquim Barbosa pode renunciar ao STF, diz boato

Boato – Se os recursos do Mensalão começassem a ser julgados, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, renunciaria ao cargo.

Este boato, que pode ser lido aqui, foi escrito por Carlos Chagas (jornalista que já passou por alguns canais de televisão e foi assessor de imprensa na época da ditadura militar) e publicado inicialmente no blog de política “Tribuna da Imprensa” no mês de maio de 2013.

O artigo foi escrito na época de uma viagem que Joaquim Barbosa fez à Costa Rica. O autor cita que havia um boato que circulava Brasília de que o presidente do STF poderia renunciar ao cargo se os embargos declaratórios ou infringentes do julgamento do Mensalão fossem julgados.

O texto não cita fontes do boato, apenas ataca os condenados no caso por tentarem “melar” o julgamento. Também diz que na “semana seguinte”, a resposta (sobre a renúncia) seria dada.

A esperada resposta na “semana seguinte” não veio, já que Barbosa sequer tocou no assunto. Por outro lado, o artigo de Chagas começou a se espalhar por blogs e redes sociais como se fosse factual. O texto começou a ganhar mais força justamente após o início dos recursos do caso, em agosto.

Vamos aos fatos. Sem questionar a qualidade do artigo de Chagas ou mesmo o posicionamento político do autor, o fato é que os embargos já começaram e ser julgados e Joaquim Barbosa não deu sinais em momento algum de que renunciaria ao cargo de presidente do STF e ao de ministro.

Ninguém da mídia tocou no assunto. Não seria uma ótima pauta para um jornalista? Com certeza, seria muito mais importante do que a discussão que o presidente do STF teve com o ministro Ricardo Lewandowski e que foi tratada com exaustidão na mídia. E o mais estranho de tudo: nem o próprio Carlos Chagas voltou a falar sobre a renúncia. Talvez nem ele mesmo acredite na renúncia atualmente.

Com esses indícios, podemos afirmar que a hipótese de Joaquim Barbosa renunciar é mais improvável do que a dele se candidatar a presidente em 2014 (apesar da grande popularidade que tem atualmente), fato que ele já descartou em algumas entrevistas, como nesta para o jornal O Globo. Ou seja, a história da renúncia começou como especulação, não vingou e agora é mais um boato de internet.

Leia na íntegra o texto que fala da renúncia de Joaquim Barbosa ao STF

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)