Alunos e professores de universidades de MG protestam nus contra Bolsonaro #boato

Boato – Professores e alunos de universidades de Minas Gerais se reuniram nus para protestar contra o candidato à Presidência Jair Bolsonaro. Foto é a prova de tudo.

O ser humano é um animal coletivo, que precisa viver em grupos, sub-grupos etc. Mas, às vezes, um grupo passa a não aceitar mais o outro e é aqui que os problemas começam. Toda essa historinha é para ilustrar justamente o cenário em que nos encontramos no Brasil. O olho do furacão causado pela intolerância entre grupos é o que tem resultado em violência nas ruas e verdadeiras batalhas na internet. No meio disso tudo, o que não cessam são os boatos. E por isso aqui estamos.

Segundo uma postagem que está sendo compartilhada no Twitter e no Facebook, professores e alunos de universidades de Minas Gerais se reuniram para protestar contra Jair Bolsonaro. O que chamou atenção foi que, no protesto, eles estavam nus. Claro que isso chocou as pessoas e é o que está fazendo a história repercutir muito. Até o momento, por exemplo, já são mais de 97 mil compartilhamentos em uma das versões no Facebook. Confira o que diz a postagem:

ALUNOS E PROFESSORES DE UNIVERSIDADES DE MINAS GERAIS FAZEM PROTESTOS CONTRA BOLSONARO…  OLHA A QUALIDADE DOS FUTUROS PROFISSIONAIS !

Alunos e professores de universidades de MG protestaram nus contra Bolsonaro?

Como comentamos, essa história está dando o que falar nas redes sociais. O alcance tem sido estrondoso e muita gente está acreditando que é verdade que professores e alunos de universidades de Minas Gerais tiraram a roupa para protestar contra Bolsonaro. Mas é? Claro que não. Agora vamos aos detalhes.

Bom, comecemos pelo teor da mensagem. Mais uma vez, o texto da postagem apresenta diversas características de boatos. É vago, sem qualquer informação adicional, não menciona fontes confiáveis e é totalmente alarmista. A CAIXA ALTA INDICA ISSO.

Depois, quando procuramos por qualquer repercussão desse assunto na imprensa (se um protesto com essas características acontecesse, com certeza a mídia falaria do assunto) não encontramos nada. Nem uma nota de rodapé nos jornais e portais de notícias. Além disso, basta um olhar mais atento para já desconfiar da foto. Um protesto no Brasil, em Minas, e não há negros? É todo mundo branco (muito branco) e não há mistura alguma. Estranho, vai.

Feitas estas análises, fomos então buscar a origem da foto. E aí ficou fácil. A imagem mostrada na postagem não é de um protesto e não é no Brasil. Trata-se de uma reunião artística promovida pelo artista Spencer Tunick. O evento ocorreu em 2010, em Sydney (Austrália), e reuniu mais de 5 mil pessoas. A proposta era mostrar a “mesmice” das pessoas (que peladas são todas iguais) independentemente da orientação sexual de cada um. Sobre Tunick, é muito provável que o artista nova iorquino, especialista em fotos de nudez, nem saiba quem é Jair Bolsonaro.

Por fim, ao projeto Comprova, a UFMG, uma das principais universidades de Minas e que tem sido acusada de ter promovido o protesto da nudez, esclareceu que nenhuma manifestação desse tipo (e nesse formato) foi organizada pela universidade.

Resumindo: a mensagem é alarmista, não cita fonte confiável, não há nenhuma repercussão na imprensa sobre a tal manifestação polêmica e a foto tirada é de um evento que aconteceu do outro lado do mundo (literalmente). Portanto, não nos resta dúvida de que é #boato. Mais um, e como diria Lulu, “assim caminha a humanidade”.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164.

Compartilhe este artigo:

2 comentários em “Alunos e professores de universidades de MG protestam nus contra Bolsonaro #boato

  • 25/10/2018 em 13:45
    Permalink

    A foto esta em matéria do jornal The Daily Telegraph, sobre o artista Spencer Tunick, em Melbourne no dia 10/07/2001.

  • 14/10/2018 em 23:09
    Permalink

    Parabéns pelo esclarecimento!

Fechado para comentários.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)