Alerta falso: projeto para acabar com a família será votado esta semana

Projeto deve acabar com a família tradicional, diz boato
Projeto deve acabar com a família tradicional, diz boato

Boato – Projeto de lei destruirá família brasileira tradicional. Marta Suplicy seria responsável por lei que retira nome “pai” e “mãe” dos documentos.

Os conservadores sempre citam que o fim dos tempos será quando destruírem a família tradicional. Relutantes contra os diversos tipos de famílias, os mais tradicionais (normalmente ligados a grupos religiosos) ignoram que outros modelos são presentes na sociedade moderna.

O exagero e a polêmica em torno de qualquer atitude política que altera os modelos tradicionais de comportamento fazem parte da rotina dos sujeitos conservadores. Assim, surgiu na internet a seguinte informação:

‘’PROJETO DO PT PRA ACABAR COM A FAMÍLIA SERÁ VOTADO ESSA SEMANA

De autoria de Marta Suplicy vem pra ferrar tudo

Principais Pontos:

Retirar os temos “pai” e “mãe” dos documentos. Acabar com as festas tradicionais das escolas (dia dos pais, e das mães) Para “não constranger” os que não fazem parte da família tradicional. A partir de 14 anos os adolescentes disporão de cirurgia de mudança de sexo custeada pelo SUS.”

No Facebook a publicação dessa notícia foi compartilhada milhares de vezes. Mas o que poucos notam é a falta de fontes na informação. Nada além de um titulo de uma matéria de um portal com o layout do Globo.com dizendo “Lei que acaba com a família tradicional será votada esta semana”, é apontado confirmando realmente a notícia ou o projeto.

Como o nosso papel é informar: sim, existe um projeto de lei que trata do assunto e ela é de autoria da deputada Marta Suplicy e que tem como principal foco criminalizar a homofobia. Diferentemente do que o boato diz, a lei não visa retirar nenhum direito civil, mas sim garantir que os direitos das famílias “tradicionais”, pai e mãe, seja assegurados para outras variedades familiares.

Tendo como principais pontos o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo e a adoção de crianças para casais homossexuais, a lei não retira nenhuma palavra do dicionário. Apenas deixa livre de seleção de gêneros a formação desses parentescos. Sem dúvidas é um avanço para democracia brasileira, mas que sofre com a aceitação de grupos moralistas. Leia o projeto no link.

Nem mesmo a mudança de sexo para maiores de 14 anos é apontada na proposta, em procura pelo Google não encontramos nada sobre a informação, apenas notícias que falam da ampliação do número de cirurgias.

Sendo assim, fica claro que a informação é uma alteração ou má interpretação do projeto referido. Um exagero que pode ser entendido como um ataque de algum grupo de oposição a Marta Suplicy. Ou como sempre acreditamos que é, apenas mais um boato mentiroso da internet.

Compartilhe este artigo:

André Lopes

Futuro jornalista que só acredita lendo!

Um comentário em “Alerta falso: projeto para acabar com a família será votado esta semana

  • 24/07/2014 em 21:32
    Permalink

    Simon Salama.

    Por favor site uma escola que ligaremos para confirmar sua informação.

Fechado para comentários.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)