No ano em que boato virou fake news, deixamos um muito obrigado para você!

Foram 365 dias desmentindo notícias falsas. Chegou a hora de fazer um balanço de 2017 e, claro, agradecer a quem foi fundamental para o Boatos.org.

Eis que chegamos ao último dia de 2017. Nunca se falou tanto em notícias falsas ou, se preferir, fake news, como nos últimos 365 dias. O impacto do fato de os olhos do mundo terem se voltado para algo que já faz parte do nosso cotidiano desde 2013 pode ser sentido de muitas formas neste ano. No último texto do ano, temos algumas coisas a destacar.

Em 2013, só havia o e-Farsas e o Quatro Quantos para desmentir as notícias falsas na internet (não pensem que eram poucas). Não existia nenhum site de fact-checking (sequer existia esse nome) feito por jornalistas. Chegando ao final de 2017, só na grande mídia nacional é possível ver, no mínimo, dez iniciativas de fact-checking.

Assista: Equipe do Boatos.org escolhe em vídeo, os dez principais boatos de 2017

Acreditamos que a tarefa de checar fatos só ganhou com isso. Lembro-me de uma vez que liguei, pelos idos de 2014, para a assessoria de um ministério para saber sobre um boato. A assessora me disse na época que “não falaria no assunto”. Para descobrir que era boato tive que cruzar diversos dados. Hoje, as demandas são respondidas muito mais rapidamente. Espero que, em 2018, o assunto continue recebendo a atenção que merece.

Queria também compartilhar alguns dados do nosso site com vocês. Nunca na história do site, fechamos o ano com números tão expressivos. Foram 26 milhões de visualizações de páginas, 127 mil seguidores no Facebook, 23 mil leitores em listas no WhatsApp, 6 mil seguidores no Twitter e 5 mil inscritos no canal do Youtube. Mesmo com a concorrência de gigantes, arrisco-me a dizer que o Boatos.org está no top 3 do fact-checking nacional.

O público foi muito importante para descobrirmos e desmentirmos antes de “todo mundo” (na maioria das vezes) os boatos online. Foi possível sentir que “o movimento contra as fake news” fez com que pessoas não desistissem da tarefa de desmentir informações falsas em locais como, por exemplo, no WhatsApp. E ficamos felizes de ajudar em muitos destes desmentidos. No ano, foram quase 800.

Neste ano, me dediquei como nunca a desmentir mentiras e chego ao último texto do ano com o sentimento de dever cumprido e com a certeza de que amanhã, quando estaremos em um novo dia de um novo ano, estaremos aqui, novamente, tentando tornar a internet um lugar melhor para se navegar e o mundo um lugar melhor para se viver.

A meus amigos, que sempre deram uma palavra de ânimo e ajudaram a divulgar o Boatos.org, à minha família, que tem uma paciência de ver horas sentado em frente ao computador e no celular, à mídia, que divulgou o nosso trabalho, a Carol, Hellen, Kyene e Dani, que dedicaram um pouco dos seus preciosos tempos a desmentir boatos e acreditam no projeto e, principalmente, aos leitores que, diariamente, me ajudam a ter mais motivação para desmentir notícias falsas, meu muitíssimo obrigado. Feliz ano novo e até 2018!

Edgard Matsuki, orgulhosamente, editor do Boatos.org

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

8 comentários em “No ano em que boato virou fake news, deixamos um muito obrigado para você!

  • 06/01/2018 em 23:41
    Permalink

    Parabéns pelo excelente trabalho de utilidade pública que prestam através do site, que tem evitado a divulgação de boatos pelas redes sociais, muitos dos quais alarmariam as pessoas. Sou assíduo frequentador deste endereço, que tenho recomendado a vários dos meus correspondentes e não compartilho certas matérias em, antes, passar por aqui. Continuem nessa trajetória, por favor.

    Resposta
  • 03/01/2018 em 06:15
    Permalink

    Seu site é essencial ! Aprecio muito fazer o papel de vilã dos grupos de whatsapp desmentindo fake news e colando os links de boatos.org para dar o devido substrato !
    Ligia Kogos

    Resposta
  • 02/01/2018 em 01:29
    Permalink

    Parabéns pelo brilhante trabalho. O boatos.org virou minha fonte de pesquisa.

    Resposta
  • 01/01/2018 em 12:25
    Permalink

    Olá,lê o livro do apocalipse, por favor, e pede para o Espírito Santo te dar a verdadeira interpretação sobre o chip.Todos que são a favor, prestarão conta com o criador do universo.
    Ele permitirá que tudo isso aconteça,mais os que forem contra herdarão a coroa da vida. É Mister que isso aconteça para serem provados,os fiéis, adoradores, que adoram em Espírito e em verdade!

    Resposta
  • 31/12/2017 em 21:41
    Permalink

    Parabéns pelo brilhante trabalho de vocês ,
    desejo a todos os membros um 2018 repleto de sucessos,paz, saúde,sucessos e felicidades.
    Feliz 2018! Que Deus abençoe e proteja a todos.

    Resposta
  • 31/12/2017 em 18:53
    Permalink

    Há quem leia jornais da grande imprensa no café da manhã. Eu acordo e leio BOATOS!!!.
    Parabéns pelo excelente serviço de utilidade pública!

    Resposta
    • 01/01/2018 em 21:21
      Permalink

      Claro você é um dos dos editores

      Resposta
  • 31/12/2017 em 17:43
    Permalink

    Parabéns Edgard!
    Excelente trabalho!
    Um ótimo 2018 para você é equipe.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)