Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Mundo > Vídeos que mostram pessoas sendo executadas em um buraco e soldados sendo executados não são do Hamas e de Israel

Vídeos que mostram pessoas sendo executadas em um buraco e soldados sendo executados não são do Hamas e de Israel

Vídeos mostram Hamas executando pessoas em um buraco e incendiando soldados israelenses, diz boato (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Boato – Hamas executou pessoas em um buraco, incendiou soldados israelenses e que tudo foi filmado. 

  Análise

No meio da onda de desinformação relacionada aos conflitos entre as forças de Israel e o grupo extremista Hamas, estão circulando dois vídeos chocantes na internet (nenhum deles será exibido aqui por motivos óbvios).

Em um dos vídeos, diversas pessoas são jogadas em um buraco e são executadas sumariamente por homens armados. No outro vídeo, dois homens com uniformes camuflados estão amarrados e são incendiados lentamente. Juntos aos vídeos, há mensagens que as ações brutais seriam fruto do Hamas.

Vídeo: é falso que Sadia esteja dando prêmios para quem compartilhar no WhatsApp

Checagem

Na parte da checagem do conteúdo, vamos responder às seguintes questões: 1) Os vídeos das pessoas sendo executadas em um buraco e dos soldados sendo queimados têm relação com o Hamas? 2) Quais são as origens dos vídeos das pessoas sendo mortas em um buraco e dos soldados sendo queimados? 3) O fato de os vídeos não serem do Hamas torna a guerra menos chocante?

Os vídeos das pessoas sendo executadas em um buraco e dos soldados sendo queimados têm relação com o Hamas?

Não. É fato que a guerra entre o Hamas e Israel está gerando imagens chocantes reais. Porém, muito do que está sendo compartilhado na internet não passam de imagens antigas e que não são relacionadas aos confrontos. É o caso dos dois vídeos.

Quais são as origens dos vídeos das pessoas sendo mortas em um buraco e dos soldados sendo queimados?

O vídeo das pessoas sendo jogadas em um buraco e executadas foi gravado na Síria em 2013. Na época, cerca de 300 pessoas foram mortas cruelmente por forças militares comandadas pelo ditador Bashar Al-Assad.  

Já o vídeo dos dos soldados sendo queimados vivos foi divulgado em 2016 e os autores do vídeo bárbaro foi o grupo terrorista Estado Islâmico. Os mortos eram do exército da Turquia. 

O fato de os vídeos não serem do Hamas torna a guerra menos chocante?

Não torna. Infelizmente, para cada imagem chocante falsa que o Boatos.org tem que desmentir, imagens chocantes verdadeiras continuam sendo feitas. Infelizmente, a guerra é real e o sofrimento (não só de Israel, mas também de Palestinos) é real. Muito provavelmente, imagens gerada agora serão utilizadas em fake news no futuro.

Conclusão

Fake news ❌

É falso que os vídeos que estão circulando, principalmente pelo WhatsApp, sejam dos confrontos entre Hamas e Israel. Tratam-se de imagens antigas que retratam outras situações que não são essas.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610)