Sementes jogadas por pessoas fizeram árvores se multiplicarem na Tailândia #boato

Boato – O governo da Tailândia pediu para que as pessoas guardassem e jogassem sementes nos campos. Isso fez as árvores frutíferas se multiplicarem no país.

A internet é, de fato, um local maravilhoso para o compartilhamento de boas ideias. Massa! Porém, muitas das “boas ideias” acabam sendo acompanhadas por histórias que nem sempre são verdadeiras. É o caso de uma mensagem que tem circulado por aí e deixado muita gente animada.

De acordo com um texto que circula online, os governos da Tailândia e da Malásia conseguiram recuperar as florestas do país graças a uma simples iniciativa: pedir para as pessoas secarem e guardarem sementes para depois jogarem nos campos país afora. Leia duas versões da mensagem que circulou por aí:

Versão 1: Caros amigos Por favor, publique e me me ajude a encaminhar esta messagem para que ela seja divulgada, grata. Em breve será a temporada de frutas como ameixas, pêssegos, quiabo, cereja, damasco, etc. Meu pedido para todos é de não jogar as sementes no lixo, mas ao lugar disso lavá-las, secá-las (ao sol) e armazená-las em um saco de papel e guardá-las no carro. Toda vez que você sae e for para um campo, ou enquanto estiver viajando, jogue essas sementes no terreno. Se com este ato simples, podemos contribuir com uma árvore a cada temporada para o nosso mundo, a nossa missão de tornar este mundo verde pode acontecer (O governo tailandês promoveu esta idea a todos os seus cidadãos nos últimos anos. Muitos de seus distritos conduziram essa campanha com firmeza e teve muito sucesso O número de árvores frutíferas na natureza multiplicou-se, especialmente nos distritos do norte da Tailândia. Os malaios se juntaram aos tailandeses nesta brilhante iniciativa de espalhar abundância na natureza e desta forma simples, mas eficaz a contribuir para as nossas futuras gerações.)

Versão 2: Caro(a) amigo(a)… Em breve será a temporada de frutos como ameixas, pêssegos, quiabo, cereja, damasco, tomates, etc.(tudo que tem sementes, é fruto..) O pedido é para que não se jogue as sementes no lixo; mas no lugar disso , lave, seque (ao sol), armazene-as em um saco de papel e guarde-as no carro. Toda vez que você sair ou quando estiver perto de algum gramado, jogue essas sementes (pode ser em terrenos ou locais de mata). Com este ato simples, podemos contribuir com uma árvore a cada temporada para o nosso mundo… A nossa missão de tornar este mundo verde, pode ser realidade! O povo malaio e o tailandês fizeram essa campanha e tiveram excelentes resultados e desta forma simples, porém eficaz, estão contribuindo para a prosperidade de futuras gerações… Não custa nada divulgar.

Sementes jogadas por pessoas fizeram árvores se multiplicarem na Tailândia?

O que não faltou foi compartilhamento da tal ideia que, de fato, parece ser boa ao primeiro olhar. Mas será mesmo que essa história de reflorestamento da Tailândia e na Malásia com campanhas massivas procedem? A resposta é não. Segura aí que a gente contextualiza para vocês.

A história tem erros em dois níveis. Antes de falar deles, vamos a alguns detalhes “gerais da história”. Tanto a mensagem da “versão 1” como a “versão 2” tem características de boatos online. São vagas, alarmistas com erros de português, pedido de compartilhamento e não citam fontes confiáveis. Ao buscar sobre fontes confiáveis, nada encontramos sobre o assunto. Só isso mereceria uma segunda busca. Fizemos e as “coisas apareceram”.

Vamos primeiro falar sobre a “campanha na Tailândia”. É fato que o país tem investido no reflorestamento de algumas regiões, inclusive a norte. Ao buscar sobre as ações, achamos estudos como esse publicado no site da FAO. Muito do trabalho se deu por conta do desenvolvimento de tecnologias e a conscientização das pessoas contra o desmatamento.

Dentre as tecnologias, esteve a importação de sementes de outros países como a Austrália, sementes espalhadas por pássaros (junto com as fezes) e muito trabalho se seleção das melhores espécies. Não há nada sobre “pegue as sementes e jogue por aí”.

Também achamos esse outro texto falando sobre reflorestamento na Tailândia no qual foi dito que a Força Aérea do país resolveu espalhar “bombas de sementes”. Isso mesmo, aviões jogavam sementes lá de cima. Mais uma vez, nada de “ação popular”.

Só esses indícios mostram que a tal campanha, se existiu, foi em uma comunidade muito pequena e não recebeu o crédito como principal responsável pelo reflorestamento no país. Algo que se reforça, ao buscarmos pela origem da história: contas do Facebook das Filipinas. Nada muito confiável.

Agora vamos ao segundo ponto: será mesmo que “sair espalhando sementes” é a melhor forma de replantar árvores? De um ponto de vista “leigo” é, de fato, melhor do que nada. Mas se formos analisar que muitas árvores precisam de cuidados, a coisa não é bem assim (veja exemplos de cultivo de ameixeiras, pessegueiros e cerejeiras).

Ainda há outros problemas que a distribuição de sementes por aí poderia acarretar (como, por exemplo, muitas árvores em um solo que não tem nutrientes para todas), mas nem vamos entrar no mérito. O fato é que, muito mais eficaz do que sair jogando sementes por aí é plantar mudas já fortalecidas na terra ou, pelo menos, não derrubar as que já existem.

Resumindo: é duro falar, mas o fato é que o reflorestamento na Tailândia, ao contrário do que aponta um texto que circula online, não se deu porque pessoas secaram e saíram jogando sementes por aí. É mais um boato que circula na web.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)