Prefeitos das principais cidades da Inglaterra são muçulmanos #boato

Boato – Todos os prefeitos das principais cidades da Inglaterra são muçulmanos. Imigrantes muçulmanos não trabalham e estão corroendo a estrutura do país.

Dentre todos os tipos de boatos circulam na internet, um dos piores é daqueles que ajudam a fomentar sentimentos de exclusão de minorias. No caso da história de hoje, a mensagem que circula online “bate” nos muçulmanos.

O texto que está circulando no WhatsApp alerta para a “dominação muçulmana” na Inglaterra. A mensagem lista nove cidades nas quais muçulmanos são prefeitos, que 63% dos muçulmanos não trabalham, 78% das muçulmanas não trabalham e que os imigrantes estão “corroendo a infraestrutura social de um país judaico cristão”. Leia (cortamos trechos porque o texto era gigante):

ACORDAR AMÉRICA E CANADÁ. Então, a Inglaterra não gosta que os EUA reconheçam Jerusalém como a capital de Israel !!!!! Imagine isso! Como os britânicos sucumbiram passivamente à invasão muçulmana:

Prefeito de Londres … MUÇULMANO Prefeito de Birmingham … MUÇULMANO Prefeito de Leeds … MUÇULMANO Prefeito de Blackburn … MUÇULMANO Prefeito de Sheffield … MUÇULMANO Prefeito de Oxford .. MUÇULMANO Prefeito de Luton …. MUÇULMANO Prefeito de Oldham … MUÇULMANO Prefeito de Rochdale …. MUÇULMANO […]

Mulheres Muçulmanas … 78% não trabalham e têm benefícios / moradia GRATUITOS Homens muçulmanos … 63% não trabalham e têm benefícios / moradia GRATUITOS Famílias Muçulmanas … 6-8 crianças planejando ir em benefícios gratuitos / habitação e agora todas as escolas do Reino Unido estão servindo apenas a carne HALAL! E nós (EUA e Canadá) não podemos decidir sobre uma política de imigração ??? […]

*Conclusão: A imigração de muçulmanos, vai corroendo toda a infraestrutura social de um país judaico cristão. E isto não acontece por acaso. O plano maior é este mesmo. E está funcionando com pleno êxito em alguns países da Europa.* O que e quem falhou no Reino Unido ? Por favor, passe isso em diante….

Prefeitos das principais cidades da Inglaterra são muçulmanos?

Muita gente saiu compartilhando a mensagem por aí. Mas será mesmo que o texto (um tanto quanto preconceituoso e xenófobo) tem informações que valem ser compartilhadas e que são reais? Não. Calma que a gente explica detalhes. Vamos aos fatos.

A mensagem era carregada de outros detalhes (como o número de mesquitas, tribunais da Sharia e outras coisas mais no Reino Unido). Muitos desses detalhes estão refutados neste artigo do e-farsas (vale a pena ler). Por aqui, vamos focar na história dos “prefeitos” e dos “desempregados”.

Para começar, a mensagem segue as principais características de boatos online: é vaga, alarmista, com erros de português (até porque o texto é uma versão mal traduzida de uma corrente em inglês), pedido de compartilhamento e não cita fontes confiáveis. Ou seja, consegue contemplar o “pacote completo” da boataria.

Como o texto não continha fontes confiáveis, a gente foi procurar. De cara, achamos um desmentido da corrente em inglês no site de fact-checking britânico Full Fact. E aí descobrimos as distorções nos números.

Em relação ao número de pessoas que “não trabalham”, há uma grande diferença nos dados apresentados. Entre as mulheres muçulmanas, o valor é 16% de mulheres desempregadas e 58% são “economicamente inativos” (entre estudantes, pessoas fora da idade de trabalho, doentes ou donas de casa). Entre os homens muçulmanos, o número é de 6% de desempregados e 31% “economicamente inativos”.

Vale dizer que os valores não são muito discrepantes com a realidade do Reino Unido. Entre as mulheres britânicas, 5% estão desempregadas e 42% são economicamente inativas. Entre os homens, o número de é 6% de desempregados e 31% de economicamente inativos.

Agora, os prefeitos. É fato que algumas das cidades citadas têm mesmo prefeitos muçulmanos (o que não significa nada de “infraestrutura social corroída” ou uma dominação muçulmana). Significa apenas que no Reino Unido qualquer pessoas de qualquer etnia e religião podem se eleger.

Os prefeitos de Londres (Sadiq Khan), de Sheffield (Magid Magid), Luton (Mohammad Ayub), de Oldham (Javid Iqbal) e de Rochdael (Mohammed Zaman) são muçulmanos. Já os prefeitos de Leeds (Graham Latty), Blackburn (Pat Mcfall), de Oxford (Colin Cook) e de Birmigham (Yvonne Mosquito) não são.

Resumindo: além de ser um tanto quanto preconceituosa, a mensagem usa dados errados para tentar transparecer que muçulmanos estão dominando a Inglaterra. Já dá para classificar como mais uma notícia falsa que circula por aí.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)