Pedófilos pedem para serem aceitos por comunidade LGBT em marcha e campanha #boato

Boato – Pedófilos criam o grupo MAP (pessoas atraídas por menores) e bandeira para pedir por aceitação em eventos dos LGBT e do Orgulho Gay.

Muitos países possuem legislações rigorosas contra pedófilos. A pedofilia, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é considerada uma doença em que o indivíduo sente atração por crianças e adolescentes.

Em muitos países, é caracterizado como crime o ato de um adulto ter relações sexuais com menores de idade. Em alguns, entretanto, a prática é considerada aceitável. Seja como for, o fato é que, segundo uma história que está circulando nas redes sociais, pedófilos estão pedindo para serem aceitos na comunidade LGBT.

É isso mesmo. De acordo com a história, os pedófilos estariam tentando ser aceitos pela comunidade LGBT para mudar a imagem da sociedade sobre eles. Ainda de acordo com a história, para eles, a pedofilia seria uma orientação sexual e não doença. Confira:

Versão 1: “Pedófilos pedem para serem aceitos por ‘comunidade’ LGBT. Pedófilos estão tentando ganhar aceitação da comunidade LGBT para “mudar o ponto de vista da sociedade” sobre o que eles denominam de “orientação sexual”.
Em uma tentativa de ganhar aceitação, eles se chamaram MAP ou “pessoas atraídas por menores” e até criaram uma bandeira estilo “Orgulho” para participar de eventos do Orgulho Gay. “A linguagem é tão ampla e vaga que pode incluir todas as formas de orientação sexual, incluindo a pedofilia”, diz Brad Dacus, presidente do Instituto de Justiça do Pacífico. […]”

Versão 2: “Como assim?  Agora essa esquerda porca inventa mais um absurdo! Estão pedindo para que PEDÓFILOS sejam aceitos pela comunidade LGBT. Que mundo é esse?”

Pedófilos pedem para serem aceitos por comunidade LGBT em marcha e campanha?

Bem, a história parece bem absurda, não é mesmo? Porém, possui imagens e textos bem convincentes. Mas será mesmo que a comunidade LGBT autorizou a participação de pedófilos em seus eventos? Ou ainda, será mesmo mesmo que os pedófilos estão pedindo para serem aceitos na comunidade LGBT? A resposta é não. Se você quiser mais detalhes, continua lendo.

Vamos lá! Começamos com as imagens. Ao contrário do que diz a história (e as fotos usadas nas publicações), os pedófilos não estão pedindo para serem aceitos pela comunidade LGBT. As imagens foram editadas.

As fotos foram tiradas durante a Marcha da Diversidade na cidade de San José, capital da Costa Rica. Uma das imagens mostra a bandeira da Frente Ampla da Juventude, que já se pronunciou, afirmando que trata-se de uma edição. A frase editada diz “A pedofilia também é uma orientação sexual”. Já a mensagem original diz “Por que tanto ódio? Só falamos de amor”. A história também foi desmentida pelo jornal El País, da Costa Rica, que afirmou que a imagem editada foi publicada por uma página no Facebook contra à “ideologia de gênero”.

Na outra foto, é possível ver a seguinte frase “Os pedófilos também têm direitos. Amor é amor”. O jornal La Nación fez uma matéria alertando para a edição da foto. Na reportagem, o jornal mostra um participante da marcha segurando o cartaz que, na verdade, diz “Não vão nos parar”.

Pedófilos pedem para serem aceitos por comunidade LGBT em marcha e campanha, diz boato
Pedófilos pedem para serem aceitos por comunidade LGBT em marcha e campanha, diz boato

Em relação à matéria usada na história, trata-se de uma adaptação de um texto publicado no site The Daily Caller que, por sua vez, usa uma citação de uma matéria antiga (de 2013), que denunciava uma lei pró-pedofilia na Califórnia.

A matéria de 2013 que fala sobre o projeto, proposto pela congressista Jackie Speier, não só não se concretizou como também foi desmentida pela própria congressista.

[…] a Resolução Stop Harming Our Kids (Resolução SHOK), que protegeria os jovens do abuso psicológico das chamadas práticas de conversão LGBTQI [que se destinam] a mudar a orientação sexual de alguém. […] A resolução afirma explicitamente que não proibiria “intervenções para prevenir ou abordar condutas ilegais ou práticas sexuais inseguras”. Qualquer sugestão de que essa resolução de alguma forma protege os pedófilos é patentemente falsa e grosseiramente enganosa. Em vez disso, esta resolução proíbe abuso psicológico perigoso de jovens LGBTQI.

A versão 2018 da história, publicada pelo Daily Caller, foi desmentida pelo site de fact-checking estadunidense Snopes. Na matéria, o Snopes explica que a tese de “aceitação de pedófilos” começou após uma “brincadeira de trolls” na internet.

Em resumo: a história que diz que pedófilos estão pedindo para serem aceitos na comunidade LGBT é mentira. As fotos usadas na publicação são montagens de um evento em prol da diversidade na cidade de San José, na Costa Rica. Já as notícias tiveram como base textos falsos que citam uma suposta lei em pró-pedofilia na Califórnia, que também foi desmentida pela congressista Jackie Speier, autora do projeto. Ou seja, a história é absurda, falsa e é só mais um boato. Não compartilhe! Até a próxima!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

2 comentários em “Pedófilos pedem para serem aceitos por comunidade LGBT em marcha e campanha #boato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)