Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Mundo > História que diz que ex-namorado de Barack Obama matou homens gays nos anos 2000, nos EUA, é teoria da conspiração

História que diz que ex-namorado de Barack Obama matou homens gays nos anos 2000, nos EUA, é teoria da conspiração

Obama tem ex-namorado e é culpado por assassinatos, diz boato (Foto: Reprodução/Twitter)

Boato – Mensagem afirma que ex-namorado de Barack Obama seria o assassino em série responsável pela morte de homens gays nos anos 2000.

  Análise

Desde que Barack Obama assumiu a Presidência dos Estados Unidos e se tornou o primeiro presidente negro da história do país, tem sido perseguido por fake news cruéis e difamatórias. Mesmo muito tempo depois de ter deixado a Presidência, Obama ainda segue sofrendo com as histórias falsas.

De acordo com uma publicação que está sendo compartilhada nas redes sociais, Barack Obama teria tido um relacionamento com outro homem. Segundo a história, esse homem seria o assassino em série que tirou a vida de diversos homens gays nos anos 2000, nos Estados Unidos. Confira:

Vídeo: é falso que Elon Musk colocou imagem do Lula ladrão no prédio

Versão 1: “Valha Ex-namorado de Barack Obama admite que era o ‘principal suspeito’ no caso de assassino em série gay – No início dos anos 2000, houve uma série de assassinatos estilo execução em uma grande cidade do Meio-Oeste. Os casos nunca foram “resolvidos”.

Versão 2: “Na época, a mídia noticiou que a polícia não tinha suspeitos e que as vítimas eram todos gays negros. Eram, em sua maioria, profissionais de classe média, alguns deles com esposa e filhos em casa. As vítimas tinham outra coisa em comum. Todos eram membros do mesmo círculo social.

Um círculo social que incluía uma jovem estrela política em rápida ascensão. Na verdade, a polícia tinha um suspeito. O problema para eles era que o suspeito era a jovem estrela política em rápida ascensão. O jovem político tinha pessoas muito poderosas atrás dele que estavam abrindo caminho para que ele concorresse ao cargo mais alto do país”.

A história surgiu em um site em inglês após uma entrevista de Larry Sinclair ao apresentador e comentarista Tucker Carlson (que foi demitido da rede Fox News por divulgar fake news). No Brasil, uma página bastante famosa por espalhar publicações falsas traduziu a história duvidosa e começou a compartilhar a mensagem.

Além disso, o texto apresenta algumas características de fake news na internet, como o caráter vago, alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis.

A partir daí, ficamos com uma pulga atrás da orelha e selecionamos três perguntas para desvendar essa história: 1) É verdade que Larry Sinclair é ex-namorado de Barack Obama? 2) Obama é gay, usou drogas e teve namorados homens? 3) O ex-presidente tem alguma relação com os assassinatos citados?

Checagem

É verdade que Larry Sinclair é ex-namorado de Barack Obama?

Não existem provas disso. Pelo contrário, Larry Sinclair, o homem que se diz ex-namorado de Barack Obama, é considerado uma fraude nos Estados Unidos. O homem já foi condenado por falsificação, fraude, roubo e já cumpriu condenações nas prisões do Arizona, da Flórida e do Colorado. O próprio Elon Musk, bilionário estadunidense, CEO da Tesla e proprietário do X (antigo Twitter), chegou a afirmar que o histórico de Sinclair é duvidoso. Se isso não bastasse, Larry Sinclair faz as mesmas acusações desde 2008, mas nunca provou o que disse.

Obama é gay, usou drogas e teve namorados homens?

Novamente, não existem provas disso. Fora Larry Sinclair, nenhuma outra pessoa veio a público sustentar a história ou denunciar Barack Obama pelas mesmas acusações. E mesmo que isso fosse verdade, só diz respeito à vida privada de Barack Obama e a ninguém mais.

O ex-presidente tem alguma relação com os assassinatos citados?

Definitivamente não! O texto, na realidade, é uma confusão do início ao fim. O texto começa dizendo que o ex-namorado de Obama seria o responsável pelos assassinatos, mas ao longo da publicação, o texto começa a acusar o próprio Barack Obama. Se não há elementos para culpar Larry Sinclair pelos assassinatos, quem dirá Barack Obama.

Conclusão

Boato sem comprovação 👎

Larry Sinclair não é ex-namorado de Barack Obama e muito menos foi o responsável pelo assassinato de diversos homens gays nos anos 2000. Apesar de Larry Sinclair afirmar, desde 2008, que teve um relacionamento com Obama, ele nunca provou o que disse. Nos Estados Unidos, ele é tratado como uma fraude e até Elon Musk duvida de suas afirmações. Por fim, o texto usado como prova não prova nada. Ele é uma confusão total, não consegue incriminar Larry Sinclair e muito menos o ex-presidente Barack Obama.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm