Nasir Ul Hiraqi, homem mais rico do Kuwait, morreu e deixou tesouro para trás #boato

Boato – Homem mais rico do Kuwait, Nasir Ul Hiraqi, morreu e deixou fortuna. Fotos mostram todo o patrimônio do ricaço.

Ter dinheiro suficiente para não se preocupar com os boletos e poder viver uma vida confortável. Esse é o sonho de muita gente. Mas, infelizmente, se tornar bilionário não é tão simples assim. Apesar de, em 2017, o mundo ter visto o número de bilionários bater recorde, ficar rico é uma tarefa bastante difícil.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/2rJGq2y

Confira o nosso Instagram:

Instagram

Mas se a história é bastante injusta com alguns, com outros, essa situação muda. Os Estados Unidos, por exemplo, abriga o maior número de bilionários do mundo. Outros países, como os do Oriente Médio, também abrigam um bom número de ricaços no mundo.

E é exatamente do Oriente Médio que a história de hoje veio. Segundo uma publicação que está circulando nas redes sociais, Nasir Ul Hiraqi, o homem mais rico do Kuwait, teria morrido e deixado toda sua fortuna para trás. As fotos que acompanham o texto mostrariam todo o patrimônio material de Hiraqi. “O homem mais rico do Kuwait Nasir Ul Hiraqi morreu e foi com as mãos vazias deixando seu tesouro todo pra trás”, diz uma das mensagens.

Nasir Ul Hiraqi, homem mais rico do Kuwait, morreu e deixou tesouro para trás?

Os textos que acompanham as fotos possuem uma moral da história: no final, ninguém leva nada. Ou seja, por mais rica (materialmente falando) que a pessoa seja, após a morte, não levará nada do plano material. Mas será que essa história de Nasir Ul Hiraqi é real? A resposta é não!

Vamos lá! Ao ler as publicações, de cara, identificamos alguns detalhes que colocam essa história em xeque. Os textos são vagos (não informam quando ou onde o homem teria morrido e muito menos o local onde a fortuna estaria). Além disso, as mensagens são bastante alarmistas, em algumas há erros de português e, no geral, não citam fontes confiáveis. Ou seja, seguem aquele velho roteiro de fake news na internet.

Resolvemos, então, buscar mais informações sobre essa história procurando pelo nome do suposto homem mais rico do Kuwait. Porém, ao digitar o nome de Nasir Ul Hiraqi, não encontramos nenhuma notícia (o que, de fato, seria bastante estranho, uma vez que ele seria o homem mais rico de um país). Ao buscar pela lista das pessoas mais ricas do Kuwait também não encontrar o nome de Hiraqi (nem mesmo em listas antigas).

Mas foi buscando pela origem das fotos que descobrimos toda a verdade. As fotos de barras de ouro, por exemplo, é uma imagem ilustrativa do Pinterest. O mesmo acontece com as notas de dinheiro separadas em tabletes.

a foto das jóias também é uma imagem ilustrativa do Pinterest. Enquanto isso, a foto que mostra móveis que parecem ser bastante caros foi retirada de um site de vendas. Por sua vez, a outra imagem de notas de dinheiro foi retirada de uma apreensão relacionada a cartéis.

A foto que mostra um Buggati, na verdade, foi tirada de um wallpaper. Já a foto que mostra as barras de ouro organizadas em uma estrutura foi retirada do site do Banco da Inglaterra. Por outro lado, a imagem que mostra um homem organizando barras de ouro foi pega de uma matéria sobre uma apreensão em um avião. Por fim, as outras fotos que não foram citadas na matéria também são ilustrativas (sendo a maioria do Pinterest).

Em resumo: a história que diz que Nasir Ul Hiraqi, homem mais rico do Kuwait, morreu e deixou tesouro para trás é falsa! Além do homem não existir e nem ser citado em listas de pessoas mais ricas do Kuwait, as imagens usadas na publicação foram retiradas de contexto e não tem nada a ver com uma fortuna deixada para trás. Ou seja, a história é #boato. Não compartilhe!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)