Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Mundo > Maduro jogou comida enviada como ajuda humanitária à Venezuela no lixo #boato

Maduro jogou comida enviada como ajuda humanitária à Venezuela no lixo #boato

Boato – Fotos mostram que o presidente da Venezuela Nicolás Maduro jogou toda a comida enviada pelo exterior como ajuda humanitária ao país no lixo.

Em termos de política externa, os olhos do Brasil (e da maioria dos países da América Latina) estão voltados à Venezuela. Com “dois presidentes”, o país vive um impasse político em meio a uma grave crise econômica. A situação é tão complicada que um dos “presidentes” (o autoproclamado Juan Guaidó) está aceitando ajuda humanitária do exterior enquanto o “outro” (Nicolás Maduro) nega.

Em meio a isso, uma série de imagens está apenas colocando mais lenha da fogueira. As fotos mostram toneladas de alimentos como presunto e leite em pó sendo descartados em um rio. Junto às imagens, há mensagens que apontam que os alimentos são a ajuda humanitária recebida pelo país nos últimos dias. Leia duas versões da mensagem que circula online:

Versão 1: Ditadura de Maduro joga no lixo ajuda humanitária enviada pelo Brasil à Venezuela, com a inflação acima dos 1.000.000% as pessoas não tem mais dinheiro para comprar comida, boa parte da população já passa fome. Versão 2: O povo venezuelano passando fome e Maduro joga no lixo alimentos enviados como ajuda humanitária.

Maduro jogou comida enviada como ajuda humanitária à Venezuela no lixo?

Vídeo: é falso que Sadia esteja dando prêmios para quem compartilhar no WhatsApp

As imagens estão circulando com muita força na internet. Mas será mesmo que elas são de comida enviada como ajuda humanitária jogada fora? A resposta é não. Segura aí que a gente explica tudo. Vamos aos fatos.

É fato que a Venezuela está em uma situação muito delicada. Também é fato que Nicolás Maduro tem negado qualquer ajuda humanitária vinda do exterior. Porém, as imagens não (apesar de serem da Venezuela) são atuais e os alimentos não são de ajuda humanitária. Ao buscar pelas fotos que estão circulando na internet, chegamos a maio de 2018. À época, as imagens foram relacionadas a uma denúncia tão grave quanto a do boato de hoje.

De acordo com perfis em redes sociais de oposicionistas a Maduro, as imagens denunciam um suposto esquema do governo da Venezuela. As acusações eram de que o governo fornecia milhões de dólares para “empresários” importarem alimentos. Os empresários acabavam comprando produtos próximos ao prazo de validade, os produtos venciam, eram descartados e o preço aumentava. Não conseguimos confirmar nem refutar essa denúncia.

Vale dizer que é impossível as fotos serem de alimentos recebidos de ajuda humanitária por um simples motivo: o governo da Venezuela não está (até a data da publicação deste texto) autorizando a entrada de qualquer tipo de alimento vindo do exterior. Porém, é possível confirmar que (por causa dos rótulos nas caixas, que são de empresas do país) as imagens são mesmo da Venezuela.

Resumindo: a história que aponta que toneladas de alimentos vindos do exterior estão sendo jogadas fora é falsa. As imagens (apesar de não “aliviar a barra de Maduro”) são de outra situação e de outra acusação contra o governo venezuelano.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164.