Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Mundo > Lutadora de MMA morre após enfrentar mulher trans em combate #boato

Lutadora de MMA morre após enfrentar mulher trans em combate #boato

Lutadora de MMA morre após enfrentar mulher trans em combate, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Uma lutadora de MMA morreu por causa de ferimentos sofridos em uma luta contra uma mulher trans (ou seja, um homem).

Há algumas semanas, um debate promovido pela “direita brasileira” foi fomentado por mensagens de “coisas absurdas em esportes”. Neste sentido, uma história voltou a circular na internet.

De acordo com um texto que está circulando em redes sociais, uma lutadora de MMA morreu “no último domingo” após enfrentar uma lutadora transsexuais. Ela não teria resistido aos ferimentos de “socos de 450 quilos”. Leia o texto que circula online:

Lutadora de MMA que enfrentrou ‘homem-trans’ morreu neste último domingo. Lutadora morre após traumatismo craniano em luta contra Trans (homem biologico). A forçado soco de um homem dá 450 kkos e 3 Xmais o peso do soco de uma mulher natural. Enfim ela não suportou.

Lutadora de MMA morre após enfrentar mulher trans em combate?

Vídeo: é falso que imagens mostram Lulinha agredindo a esposa

A história causou um impacto em muita gente na internet. Porém, a história que aponta para a tal informação é falsa. Não é verdade que a lutadora de MMA em questão morreu após enfrentar uma transsexual. Na realidade, esta fake news já foi desmentida no Boatos.org lá em 2018. Relembre o que escrevemos:

O primeiro indício que nos levou a desconfiar de que a história é falsa está na fonte da informação. Pelo que levantamos, a história surgiu em páginas que costumam publicar notícias falsas (como “Hoje Notícias” e o “News Atual”). Só isso, já nos fez desconfiar de que era um boato.

O segundo ponto está em uma rápida pesquisa sobre o nome das lutadoras. Pelo que vimos, nem a malaia Shang Mau Bi nem a belga Nilika Drobonev (que nem é um nome belga, por sinal) existem. Uma rápida busca no Google só nos retorna o texto do boato.

A pá de terra na balela está nas fotos utilizadas para ilustrar o caso. A foto que seria da Shang Mau Bi é na verdade da lutadora sul-coreana Ham Seo-Hee em luta realizada em Seul no ano de 2014. A foto da família chorando é de um velório de um diretor de uma delegacia em 2015 na cidade de Suphan Buti, na Tailândia.

Resumindo: é falsa informação que aponta que uma lutadora de MMA morreu após enfrentar uma mulher trans em uma luta. Trata-se de uma fake news antiga que voltou a circular nos últimos dias.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 9275-5610

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/41sX0QS
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso