Kim Jong-un, ditador da Coreia do Norte, morreu após cirurgia em 2020 #boato

Boato – Aos 36 anos, Kim Jong-un, ditador da Coreia do Norte, morreu no dia 21 de abril de 2020. Ele teve morte cerebral após complicações de uma cirurgia cardiovascular.

Nem sempre uma fake news surge de correntes no WhatsApp ou postagens não verificadas em redes sociais. Às vezes, um erro jornalístico (mesmo que corrigido posteriormente) dá margem para a criação de notícias falsas. Um exemplo é o anúncio da morte do líder norte-coreano Kim Jong-un.

Notícias na mídia norte-americana deram conta de que Kim Jong-un havia morrido aos 36 anos de idade após complicações em uma cirurgia cardiovascular. Textos que repercutiram a informação por aqui apontam que o presidente da Coreia do Norte teria tido morte cerebral. Leia alguns deles:

Versão 1: Morreu na madrugada de hoje 21/04/2020 . O todo ” poderoso ” ditador Coreano da Coreia do Norte, Kim Jong-un , isso serve de lição para aqueles que se acham eternos e com poderes supremos !!! Supremo só Deus e o tempo. Nesse momento ele está nos braços do Gramunhão…

Versão 2: Perseguia e matava os Cristãos, matava seu povo de fome, e morreu de tanto comer. A colheita é certa…BBC anunciou a morte cerebral de Kim Jong-un, ditador da Coréia do Norte. Não aparece em público desde, 11 de abril, após uma cirurgia cardiovascular. Ainda na casa dos 30 e pouco anos! Morreu ontem o Ditador da Coréia do Norte.

Kim Jong-un, ditador da Coreia do Norte, morreu após cirurgia em 2020?

A informação circulou com muito força na internet. Passadas 24 horas das primeiras publicações, podemos cravar que a informação que aponta para a morte de Kim Jong-un, ditador da Coreia do Norte, não procede. Vamos aos fatos.

Para chegar à conclusão, fizemos uma busca pelo histórico da informação. Tudo começou com a ausência do ditador em eventos públicos na Coreia do Norte (incluindo celebrações no dia 15 de abril do aniversário do seu avô, fundador do país). Há cerca de uma semana, um jornal sul-coreano chamado Daily NK (formado por desertores da Coreia do Norte) apontou que ele estaria recebendo tratamento após uma cirurgia cardiovascular.

No último dia, redes como a CNN norte-americana deram a informação de que ele estaria em estado grave e uma jornalista da NBC tuitou que, de acordo com membros da inteligência dos EUA, Kim Jong-un teve morte cerebral. Foi aí que o assunto “morte do ditador” se espalhou por aí.

A partir do “anúncio da morte”, o jogo “virou”. Veículos como a própria CNN admitiram que é muito difícil saber o que realmente está acontecendo com Kim Jong-un no momento e autoridades sul-coreana declararam que não há sinais detectados que endossem a tese de que o presidente da Coreia do Norte tenha problemas graves de saúde. Em meio a isso, a jornalista da NBC apagou (de acordo com ela, por excesso de zelo) a publicação que falava em morte cerebral.

Então é isso: pelo menos por enquanto, a história que aponta que Kim Jong-un, ditador norte-coreano, morreu em abril de 2020 é falsa. É difícil precisar qual o estado de saúde dele, mas o fato é que não dá para cravar que ele morreu.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2RCIocR

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)