Jovem grávida do pai diz “não me importo que o pai do meu filho seja o meu pai” #boato

Boato – Uma jovem das Filipinas fez uma publicação em redes sociais afirmando o seguinte: “Não me importo que o pai do meu filho seja o meu pai” e publicou foto grávida com o pai da criança (e dela).

Nos últimos tempos, a pauta relacionada “à moral e bons costumes” voltou a ser debatida na internet. Mais do que isso, o assunto voltou a gerar fake news por aí. De “cartilha imprópria” até lei que “permite o incesto”, o que não faltou foi polêmica falsa relacionada ao assunto. E hoje temos mais uma para desmentir.

De acordo com publicações em sites e redes sociais, uma garota das Filipinas fez uma declaração polêmica. Junto a uma foto dela grávida, ela teria dito o seguinte: “Não me importo que o pai do meu filho seja o meu pai”. A mensagem foi publicada em blogs, sites e redes sociais. Leia trechos do texto:

“Não me importo que o pai do meu filho seja o meu pai” diz jovem grávida do próprio pai Um caso publicado nas redes sociais causou uma revolta entre os usuários. Foi publicado uma foto de uma jovem grávida com seu pai tocando na barriga com a legenda: “Não me importo que o pai do meu filho seja o meu pai. O importante é que vamos ter um novo membro na família e estamos adorando, inclusive a minha mãe.” […]

A taxa de incesto nas Filipinas é uma das mais altas do mundo e a maioria dos casos é praticada por pais e tios. O horror ao incesto faz parte da cultura universal. Como disse o filósofo Leonidas Donskis: “Vamos ter de conviver com coisas bizarras futuramente, vamos ter de conviver com isso porque a cultura vai quebrar os tabus em relação à pedofilia, canibalismo e ao incesto”

Jovem grávida do pai diz “não me importo que o pai do meu filho seja o meu pai”?

Muita gente se indignou com o caso e não faltaram xingamentos em redes sociais. O que muita gente não percebeu é que a história da garota que se diz grávida do pai é fruto de uma peça de ficção. Para você entender tudo, vamos aos fatos.

De cara, ficamos desconfiados da informação por alguns detalhes. O primeiro deles está na citação. Apesar do filósofo Leonidas Donkis ter falado uma frase sobre os “últimos tabus que devem cair”, ele não disse nada sobre “conviver com coisas bizarras” (veja a citação aqui).

Para além disso, resolvemos fazer uma busca sobre a postagem ou mesmo pela história retratada em outros idiomas e nada encontramos. Normalmente, esse tipo de notícia (quando real) é “importada” de outras fontes. Não é o caso. Só temos a versão em português de uma história que teria ocorrido nas Filipinas. Estranho, não?

Se você disse “sim”, está no caminho certo. Isso porque bastou mais uma busca para a verdade aparecer. Isso porque, ao buscarmos pela fonte da informação, descobrimos que a “notícia” surgiu em um site de notícias fictícias. Leia a mensagem de rodapé da página (que é de Portugal):

AVISO: O site “ojavardo.com” contém artigos fictícios cuja finalidade é entreter. Parte do conteúdo do ojavardo.com é ficção e não corresponde à realidade. Com os limites estabelecidos por lei, ojavardo.com não assume qualquer responsabilidade pelo uso incorrecto, impróprio ou ilegal e falta de veracidade, integridade, actualização e precisão dos dados ou informações contidas em suas páginas de Internet.

Resumindo: a história que aponta que uma filha fez um post falando que teve um filho com o próprio pai nas Filipinas é falsa. Surgiu em um site de notícias fictícias e saiu sendo compartilhadas por aí.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)