Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Mundo > Foto mostra soldado da Confederação usando criança negra como assento em 1862 nos EUA #boato

Foto mostra soldado da Confederação usando criança negra como assento em 1862 nos EUA #boato

Foto mostra soldado da Confederação usando criança negra como assento em 1862 nos EUA, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Soldado da Confederação sentou nos ombros de uma criança negra, em 1862, na Guerra Civil dos EUA, mostra foto

Fotos históricas sempre despertam curiosidade e uma enxurrada de perguntas e constatações, como dúvidas sobre como era o lugar onde a foto foi tirada a anos atrás e observações sobre como o mundo antes era menos tecnológico.

Não importa há quanto tempo a imagem foi registrada. Sempre que nos deparamos com fotos antigas, esse misto de admiração e estranheza emerge.

E de acordo com uma história que está sendo compartilhada nas redes sociais, uma foto antiga causou repulsa e indignação. Segundo a foto que acompanha a publicação, um soldado da Confederação teria sido fotografado usando uma criança negra como assento, em 1862, nos Estados Unidos. Segundo a história, o homem estaria sentado nos ombros da criança. Confira:

Vídeo: É falso que vacina da gripe tenha "vírus do câncer"

“Um soldado da Confederação utiliza uma criança negra para sentar-se em suas costas durante uma leitura, nos EUA, em 1862. É dever do historiador lembrar a sociedade daquilo que ela quer esquecer”.

Análise da mensagem que circula online

A história de hoje está sendo compartilhada há algum tempo em diversos lugares da internet. Além de publicações em inglês, também observamos o conteúdo circular em páginas com muito engajamento na internet, no Facebook e no Twitter.

E toda essa busca levantou algumas questões, como de onde teria vindo a foto? Quem seria o suposto soldado da Confederação? E se o soldado, de fato, estaria usando a criança como apoio?

Qual a origem da foto?

Encontramos a imagem registrada na Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos. De acordo com o registro, a foto foi criada ou publicada em maio de 1862, na região de Cumberland Landing, na Virgínia, durante a Guerra Civil (ou Guerra da Secessão). Ainda segundo o registro, a foto foi tirada na fazenda do “senhor Foller”.

O homem é um soldado da Confederação?

A resposta é não! Na realidade, o homem faz parte de um grupo que libertou escravos de uma fazenda. Na época, os Estados Unidos vivia a Guerra Civil (ou da Secessão), que teve início por causa da separação dos estados do Sul do restante da União, dando início à formação dos Estados Confederados da América. Norte e Sul enfrentavam uma enorme divergência sobre o assunto da abolição da escravatura e da extensão de novos territórios no oeste estadunidense.

De acordo com o registro, o homem que aparece nas imagens foi um soldado do Exército da União (ou Exército do Norte), que se opunham contra os Estados Confederados. Segundo explica o registro, o ato de confisco de 1861 permitiu confiscar a apreensão das propriedades confederadas, mas não deu orientações sobre o destino dos escravos capturados. Nessa época, os escravos libertos eram tratados como contrabando ou propriedade capturada. O Exército da União teve um marco importante no processo de abolição da escravatura. Um dos generais da União emitiu uma ordem que libertava todos os escravos nas áreas sob seu controle. Porém, o presidente Lincoln revogou a ordem e, dois meses após o registro da foto, propôs a proclamação da emancipação, que libertou os escravos apenas em territórios confederados.

O soldado está usando um homem negro como assento?

Não! Como é possível ver em uma montagem de sequência de duas fotos, o homem não está sentado nos ombros da criança. Da mesma forma que o homem que aparece ao lado dele não está em um banco invisível. Os dois soldados estão sentados em um tronco de madeira. Além disso, os registros mostram que a fotografia foi feita por James F. Gibson, um fotógrafo que trabalhou durante a Guerra Civil ao lado das Forças do Nortes (Exército da União).

Ainda segundo dados históricos, os ex-escravos começaram a montar acampamentos perto das Forças do Norte e os abolicionistas do Exército da União começaram a apoiar e a educar adultos e crianças refugiados nos acampamentos.

Em resumo: a história que diz que um soldado da Confederação teria sido fotografado sentado nos ombros de uma criança negra é falsa! O homem em questão é um soldado do Exército da União, que lutava contra os Confederados e pela abolição da escravatura. O homem não está sentado nos ombros da criança, mas sim em um tronco de madeira.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm