FDA autorizou uso da hidroxicloroquina em todos os pacientes com Covid-19 nos EUA #boato

Boato – A FDA (Food & Drug Administration), agência norte-americana de regulação de remédios, liberou o uso da hidroxicloroquina para todos os pacientes com Covid-19. Novartis anunciou que tem resultados de pesquisas que comprovam a eficácia.

Sem dúvidas, grande parte da crise causada pelo novo coronavírus no mundo seria amenizada com a descoberta de um medicamento que trate a doença e/ou uma vacina que proteja as pessoas da Covid-19. O que não têm faltado são esforços de pesquisadores mundo afora em estudos para que se encontre uma cura da doença.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Siga o Boatos.org no Twitter:


Se inscreva no nosso canal no Youtube

 

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/2Z5PgE0

Confira o nosso Instagram:

Instagram

Lista no Telegram
https://bit.ly/2VSlZwK

Com um quadro desses, é claro que todos (eu, você, seu opositor etc) estamos torcendo para que se encontre uma solução para mitigar a crise com o Covid-19. O grande problema nisso tudo é que alguns políticos (como o presidente norte-americano Donald Trump e o presidente brasileiro Jair Bolsonaro) estão forçando a barra para “vender” a cloroquina e a hidroxicloroquina (medicamentos utilizados contra a malária) como a cura definitiva para a doença.

No meio disso, uma mensagem que circula na internet aponta que “já está tudo certo”. De acordo com o texto, a FDA (Food & Drug Administration) liberou o uso da hidroxicloroquina para todos os pacientes com Covid-19 e a Novartis (empresa do ramo de medicamentos) anunciou que já tem acesso a pesquisas que comprovam a eficácia do produto. Leia a mensagem que circula online:

Confira o desmentido em vídeo

O FDA, a agência americana de regulamentação de remédios, aprovou o uso de hidroxicloroquina em todos os pacientes com o Covid-19. O CEO da Novartis anunciou que já tem em mãos os resultados de pesquisas que comprovam que a hidroxicloroquina mata o vírus. Tanto que a empresa vai doar 130 milhões de doses. O custo médio do medicamento no mundo é de US$ 4,65 por mês. Ou seja, tudo indica que a solução vai chegar bem antes do que muita gente gostaria. Talvez seja, inclusive, decisiva para reverter o cenário apocalíptico previsto para as próximas semanas e mudar o curso deste rio. O fato é que, desde o começo, o coronavírus foi usado politicamente.

Portanto, para muitos agentes políticos (tanto os que militam em partidos, quanto os que estão no comando de instituições como OMS ou nas redações dos jornais) as notícias acima são, na verdade, um desastre. Pois por trás disso, para os que querem continuar lucrando, e enfatizo o politicamente, com o pânico e o desespero, o pensamento que predomina é: “A cura não pode chegar tão rapidamente assim!” Mas, se Deus quiser, já chegou.

FDA autorizou uso da hidroxicloroquina em todos os pacientes com Covid-19 nos EUA?

A “notícia” se espalhou muito na internet e deixou muita gente animada. Mas será mesmo que a FDA liberou a hidroxicloroquina para todos os pacientes tomarem e será que a Novartis tem em mãos estudos que “comprovam” a eficácia do medicamento. Infelizmente, as respostas são não. Para você entender tudo, vamos aos fatos.

A mensagem em questão, que mostra o avanço nas pesquisas, seria ótima se retratasse a realidade na questão da hidroxicloroquina. O grande problema é que, ao apressar o processo, e apresentar a cura, a mensagem causa, no mínimo, duas consequências: 1) De relaxamento em questão as medidas de isolamento. 2) De incentivo à automedicação.

E aí está. A primeira informação errada na mensagem é a que aponta que a hidroxicloroquina está liberada para todos os pacientes com Covid-19 nos EUA. A FDA, no dia 28 de março, liberou o uso da hidroxicloroquina nos EUA doados pela Sandoz para que sejam realizados testes. O próprio comunicado aponta que o remédio será usado para “certos pacientes” (não para todos).

No comunicado, com as diretrizes de uso para o uso do produto, a FDA deixa bem claro que “Não há produto aprovado pela Food and Drug Administration dos EUA (FDA) disponível para tratamento da COVID-19” e que a autorização é para que o produto seja usado em caráter experimental.

No mesmo documento, a FDA alerta para os efeitos colaterais e proíbe os testes em pessoas com diversos problemas de saúde como pessoas com comprometimento no fígado, diabetes, grávidas, lactantes, com doenças “severas”, com problemas sanguíneos e que estão tomando remédios como azitromicina, antiácidos, insulina e outros remédios para diabetes. Ou seja: a FDA esteve longe de “liberar para todos”.

Agora, vamos à segunda parte da história. A Novartis, de fato, anunciou a doação de 130 milhões de comprimidos de hidroxicloroquina para a Suíça (algo que é suprimido no texto, o que dá a impressão de que a doação é para os EUA). Porém, no comunicado, não é dito que há estudos que “comprovem que a hidroxicloroquina mata o novo coronavírus”.

O que há é a citação de que “vários ensaios clínicos estão em andamento para pesquisar o efeito da hidroxicloroquina e cloroquina, uma substância relacionada, no tratamento do COVID-19”. “Comprovação científica” é algo muito sério para que seja “jogada ao vento”. E, no caso da cloroquina e hidroxicloroquina, ainda não há comprovações de cura.

A informação é reforçada por um comunicado do CDC. Ele deixa bem claro que não há drogas aprovadas pela FDA que previnam ou tratem o coronavírus. O CDC cita que a hidroxicloroquina e a cloroquina são usadas para a malária e que há estudos da eficácia em relação à Covid-19.

Sobre o texto que circulou online, vale dizer que consta, em tom altamente político, o comentário de que há pessoas querendo “lucrar” com o desespero da população e que estão “tristes” com a cura. Apesar das fortes acusações, não encontramos nenhuma prova que corrobore com isso.

Resumindo: a história que aponta que a FDA liberou o uso da hidroxicloroquina (ou da cloroquina) para todos os pacientes com Covid-19 é falsa. Não passa de mais um boato que circula na internet e patrocina “curas milagrosas” (algo comentado no vídeo abaixo).

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164.

Confira a lista de todas as fake news sobre o novo coronavírus

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2yOF9Hf

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet