Espanha acaba de decretar o fim da pandemia e retirada de todas restrições #boato

Boato – A Espanha anunciou o fim da pandemia da Covid-19 e disse que vai retirar todas as restrições causadas pelo novo coronavírus.

É fato que estamos chegando a mais uma fase aguda em termos de pandemia da Covid-19. No Brasil, estamos perto de chegar ao recorde na média de casos diários. Felizmente, a vacinação nos faz a situação em termos de mortes esteja mais tranquila. O mesmo podemos falar sobre as fake news.

A última, compartilhada por negacionistas, aponta que a Espanha acabou “decretando o fim da pandemia da Covid-19. A mensagem é acompanhada de um link de um site em francês e tem o seguinte teor: “A Espanha acaba de decretar fim a pandemia! A Espanha acaba de decretar o fim a pandemia e considera ômicron como uma gripe comum. Todas as restrições foram retiradas!”.

Espanha acabou de decretar o fim da pandemia e retirada de todas restrições?

Não demorou para a informação, sabe-se lá por que, começar a se espalhar pela web aqui no Brasil. Só há um detalhe: não é verdade a informação que aponta que a Espanha “decretou o fim da pandemia”. O que é há é, novamente, uma distorção de uma história real.

Antes de falar sobre o assunto, precisamos atentar para alguns detalhes. O primeiro está nas características da mensagem em questão. Assim como um “bom boato” (se é que isso existe), o texto é vago, alarmista e tem erros de português.

Além disso, a fake news faz parte de um movimento que vimos frequente nos últimos dias: das notícias falsas relacionadas à pandemia no mundo. Já desmentimos fake news sobre manifestações antivacinas no Cazaquistão, de seguro não pago por morte de vacinado na França e até de pesquisa que provaria que vacina causa aids na Alemanha.

Assim como nos casos citados, é falsa a informação que aponta que a Espanha “decretou o fim da pandemia”. Na realidade, a fake news é uma distorção de uma fala de políticos da Espanha sobre a cogitação (veja bem) de adoção de uma nova estratégia em relação à Covid-19.

A matéria citada no conteúdo é essa, do site Les Echos. Em nenhum momento, é dito que o país “decretou o fim da pandemia”. Na realidade, a matéria fala que há uma sugestão de que, por causa da queda da letalidade da doença (frisa-se que boa parte disso é por causa das vacinas), o país poderia adotar uma mudança de estratégia.

Nesta mudança, o principal impacto seria o “não-registro” de todos os casos e a não-necessidade de testar todas as pessoas que têm sintomas (assim como na gripe). A declaração se deu em tom de sugestão (até porque a Espanha enfrenta uma explosão de casos) e não foi bem aceita, como ressalta a própria matéria e outras, como essa.

Em seu perfil do Twitter, a AFP Checamos, serviço de fact-checking da agência, também se pronunciou. Foi citado que a situação da Covid-19 não atingiu estágio endêmico, que isso não foi considerado, de momento, na Espanha, que a sugestão é para o futuro e que as medidas restritivas (como exigência de máscaras, passaporte sanitário e toque de recolher) ainda estão vigentes em regiões do país ou, em alguns casos, no país todo.

Resumindo: é falsa a informação que aponta que a Espanha decretou o fim da pandemia da Covid-19. A mensagem não passa de uma distorção de uma fala de autoridades do país sobre sugestões futuras sobre como lidar com a doença.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3HIppbu
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet