Eclipse da lua no Tibet, em Kailas Manaasa Sarova, é registrado em fotos incríveis #boato

Boato – Fotos teriam registrado momento do eclipse lunar no Tibet e mostram superlua azul de sangue em Kailas Manaasa Sarova.

O céu é realmente encantador, principalmente quando nos proporciona eventos tão bonitos, como os eclipses e as superluas. E, às vezes, é necessário esperar séculos para ver novamente o mesmo evento.

No final de janeiro, um evento extremamente raro ocorreu no céu: um eclipse total de uma superlua azul de sangue. A última vez que isso aconteceu foi em 1866. Logo, não demorou para as fotos desse fenômeno começarem a pipocar na internet.

E, de acordo com algumas postagens nas redes sociais, o eclipse total da superlua azul de sangue deixou o céu do Tibet mais bonito. As fotos publicadas teriam sido tiradas no Kailas Manaasa Sarova e mostram uma lua gigante avermelhada. “Fotos do eclipse da lua tiradas no Tibet em Kailas Manaasa Sarovas, fronteira com a China. Foram tiradas ao nível do mar, às 3:30h da madrugada e mostram a grandeza da criação de Deus!”, diz a postagem.

Eclipse da lua no Tibet, em Kailas Manaasa Sarova, é registrado em fotos incríveis?

Bom, o fato é que o fenômeno extremamente raro (que não pôde ser visto do Brasil) rendeu imagens de tirar o folêgo, mas a verdade é que nem todas as fotos que andaram circulando por aí são reais. E as fotos que supostamente mostram o Tibet estão na lista das imagens fakes. Se você quer saber o porquê, então, continua lendo.

A postagem que afirma que as fotos foram registradas em Kailas Manaasa Sarova apresenta algumas informações equivocadas. A começar pelo nome do local, que, na verdade, se escreve Kailas Manasa Sarovas. A região é um lago (Lago Manasarovar) e é considerado um local sagrado pelo Tibet e pela Índia.

E, ao contrário do que diz o texto, o Lago não fica na divisa do Tibet com a China por dois motivos. O primeiro é uma questão política e geográfica: o Tibet é uma província da China e é considerado uma região autônoma chinesa. Logo, temos o segundo motivo: mesmo que o Tibet não seja considerado parte da China, o lago fica muito mais próximo do Nepal do que do restante do território chinês. E, claro, as fotos também não são o que parecem. E vamos te explicar detalhe por detalhe.

A primeira foto, na verdade, foi editada por uma digital influencer chinesa. E no Instagram da moça, podemos ver outros trabalhos feitos por ela. Além disso, o local da foto não tem nada a ver com o Tibet. A imagem foi registrada em Changi Beach, que fica em Singapura. E se você der uma olhadinha melhor, vai conseguir ver o crédito que ela colocou na imagem.

Foto 1

A segunda foto também não foi tirada no Tibet. Ela foi registrada em Xian, na China, e inclusive aparece em uma lista de fotos sobre o eclipse total da superlua azul de sangue de um site de notícias.

Foto 2

A terceira foto foi realmente tirada no Tibet, porém, ela é do templo Potala. Ou seja, nada a ver com Kailas Manasa Sarovas. Não conseguimos identificar se a foto se trata de uma imagem real ou uma montagem.

Foto 3

A quarta foto também foi registrada no Tibet e também mostra o templo Potala. Entretanto, trata-se de uma montagem com base em uma imagem antiga do local.

Foto 4

Por fim, temos a quinta (que tem a maior cara de montagem) e a sexta imagem, que não foram tiradas no Tibet. As fotos mostram o Monte Gongga, que fica situado na província de Sichuan, na China. A imagem 5, inclusive, já circula na internet há algum tempo.

Fotos 5 e 6

Resumindo: com a quantidade de erros de localização, datas e montagens que existem nessa história, dá pra afirmar, de longe, que a postagem é falsa. Até a próxima!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99432-5485.

Compartilhe este artigo:

2 comentários em “Eclipse da lua no Tibet, em Kailas Manaasa Sarova, é registrado em fotos incríveis #boato

  • 11/02/2018 em 02:55
    Permalink

    As fotos “foram tiradas ao nível do mar” num lugar que é considerado o teto do mundo.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)