Dr. Charles Lieber foi preso nos EUA por fabricar e vender o coronavírus para a China #boato

Boato – Os EUA acabaram de prender o Dr. Charles Lieber. Foi descoberto que ele fabricou e vendeu o coronavírus, uma arma biológica, para a China.

O que não tem faltado na internet nos últimos dias são informações falsas relacionadas ao coronavírus. Muitas dessas balelas tentam culpar a China de ter disseminado a doença como uma “arma biológica”. A última delas aponta para uma “prova do crime”.

De acordo com textos que estão circulando na internet, o Dr. Charles Lieber foi preso nos Estados Unidos por ter criado o coronavírus e vendido para a China. A “prova” da veracidade da mensagem seria um “vídeo da BBC”. Leia duas versões da mensagem que circula online:

Versão 1: EUA acabou de descobrir o homem que fabricou e vendeu o virus de Corona à China. Chama-se Dr charles Lieber chefe do departamento de quimica e biologia na Universidade de Havard, EUA. Acabou de ser preso hoje segundo fontes do departamento Americano..

Versão 2: HOMEM QUE VENDEU O CORONA VIRUS NA CHINA, PRESO. Os EUA acabou de descobrir o homem que fabricou e vendeu o virus de Corona à China. Chama-se Dr charles Lieber chefe do departamento de quimica e biologia na Universidade de Havard, EUA. Acabou de ser preso hoje segundo fontes do departamento Americano.. DEUS é Grande e é pai Essa notícia deu na BBC

Dr. Charles Lieber foi preso nos EUA por fabricar e vender o coronavírus para a China?

A mensagem se espalhou muito na internet e já deixou pessoas com os “dedinhos” apontados para a China. Mas será mesmo que é verdade que o Dr. Charles Lieber criou e vendeu o coronavírus para China? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo para vocês.

De cara, a mensagem já nos chama atenção. Isso porque ela tem algumas das principais características de boatos online. Ela é vaga, alarmista e com erros de português. Ela até cita uma fonte confiável, a BBC. Porém, o vídeo que acompanha a mensagem não é da rede britânica. O vídeo, na realidade, da rede norte-americana ABC.

Ao assistir o vídeo e buscar mais detalhes sobre a prisão do Dr. Charles Lieber no próprio site da ABC, descobrimos que ela não tem nada a ver com o coronavírus. A prisão em questão aconteceu no dia 28 de janeiro de 2020.

A acusação que recaiu sobre o professor foi a de ter escondido que recebia dinheiro do governo da China para participar de um programa de recrutamento de talentos em pesquisas em tecnologia e propriedade intelectual chamado Thousand Talents Plan.

Em fevereiro, a acusação de que Charles Lieber teria “inventado” o coronavírus começou a circular nos Estados Unidos. Por lá, a informação foi desmentida por dois sites de fact-checking: o Snopes e o Factcheck.org.

De acordo com o Factcheck.org, a prisão ocorreu porque ele mentiu sobre a participação no programa. Não há qualquer acusação relacionada a práticas de espionagem ou mesmo de criação do vírus. O Snopes reiterou que Charles Lieber não tem nenhuma ligação com a pandemia do novo coronavírus.

Resumindo: a história que aponta que os EUA descobriram e prenderam o homem que criou o coronavírus é falsa. Charles Lieber foi, de fato, preso. Porém, o motivo não foi a “criação do novo coronavírus”.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Confira a lista de todas as fake news sobre o novo coronavírus

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2C0i08f

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet