Canibal comeu 23 entregadores de pizza, 6 testemunhas de Jeová e 2 carteiros nos EUA #boato

Boato – A polícia prendeu um homem que comeu pelo menos 31 pessoas nos últimos 7 anos. O canibal foi encontrado massacrando um cadáver.

Há algumas histórias bizarras que chamam atenção mais do que outras quando surgem na internet. Há algumas que chamam até mesmo a atenção dessa equipe que, confessamos, já está calejada de encontrar e desvendar bizarrices da web. E há histórias, como esta da qual falaremos hoje, que são incrivelmente estranhas e claramente falsas.

Segundo uma postagem que tem sido compartilhada no Facebook, a polícia encontrou um canibal que comeu 23 entregadores de pizza, 6 testemunhas de Jeová e 2 carteiros. O homem teria sido responsável por matar e comer ao menos 31 pessoas, sendo encontrado no flagra, massacrando um cadáver. Confira:

A polícia de Houston, nos Estados Unidos, prendeu um homem que estaria por trás do desaparecimento de pelo menos 31 pessoas na última década. Yanukovych foi interrogado pela polícia depois que os vizinhos se queixaram dele usando uma motosserra tarde da noite e relataram que o homem estava “coberto de sangue”.

Quando a polícia chegou ao local, Yanukovych foi encontrado massacrando um cadáver em sua garagem e preparando o que policiais descreveram como “grandes quantidades de carne moída” misturada com uma “mistura aromática de especiarias”. “O suspeito admitiu que atacava entregadores desavisados ​​de restaurantes locais, vários carteiros e até mesmo algumas testemunhas de Jeová”, disse o chefe adjunto Jeff Buchanan a repórteres. O chefe do Departamento de Polícia de Houston, Buchanan, disse que as autoridades apreenderam mais de 200 quilos de “carne não identificada” de quatro freezers e que se presume serem de origem humana. […]

Canibal comeu 23 entregadores de pizza, 6 testemunhas de Jeová e 2 carteiros?

Os compartilhamentos dessa história bizarra estão aumentando na rede social. Tem gente indignada com o caso e achando pouco que o tal canibal seja condenado a mais de 2 mil anos de prisão. Mas e então, é verdade que um homem comeu 31 pessoas ao longo de 7 anos? Claro que não é! Agora, vamos entender melhor de onde surgiu essa conversa.

Bom, a notícia que estão compartilhando é mais um exemplo de conteúdo gringo abrasileirado. Ou seja, a notícia original (como é possível perceber pelo nome do suposto criminoso e a menção à polícia de Houston) surgiu no exterior. O texto original foi publicado recentemente em um site gringo e acabou ultrapassando fronteiras.

Acontece que essa história já foi até esclarecida lá fora. O site que originalmente publicou o “caso” do canibal chama-se World News Daily Report, a página é canadense e se dedica a publicar fake news. Na verdade, trata-se de um site de histórias satíricas e sem compromisso com a realidade, como é o caso do Sensacionalista. Veja como próprio site se define:

O World News Daily Report assume toda a responsabilidade pela natureza satírica dos seus artigos e pela natureza fictícia do seu conteúdo. Todos os personagens que aparecem nos artigos deste site – mesmo aqueles baseados em pessoas reais – são inteiramente fictícios e qualquer semelhança entre eles e qualquer pessoa, viva, morta ou morta-viva, é puramente um milagre.

Ah, sobre a foto utilizada, ela aparece na internet há pelo menos nove anos e pode ser encontrada nesse site com imagens diferentes de presos. Não bastasse todos os sinais de boataria, fomos procurar qualquer menção a essa história nos sites com crédito no Brasil e o resultado foi, como esperado, nenhum. Convenhamos que se um crime horrendo como é o caso de 31 assassinatos por canibalismo ocorresse, ia com certeza estar na mídia.

Resumindo, não é verdade que um canibal comeu 23 entregadores de pizza, 6 testemunhas de Jeová e 2 carteiros. Essa história é falsa e surgiu em um site gringo que só publica notícias satíricas e inventadas. Portanto, é #boato.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)