Brasil pode ser o próximo alvo do Estado Islâmico, diz boato

Boato – Diplomata Abir Taha afirma que o Brasil pode ser o próximo alvo de ataques terroristas do Estado Islâmico.

O ataque terrorista do Estado Islâmico em Paris gerou comoção na internet. Se você ligou o computador nos últimos dias, com certeza se deparou com notícias sobre o assunto e homenagens de pessoas para as vítimas. Também foi possível perceber uma atmosfera de medo e muitas incertezas sobre o terrorismo. E nesse cenário começaram a surgir histórias de dar medo em qualquer um.

Estado Islâmico tem como próximo alvo o Brasil
Estado Islâmico tem como próximo alvo o Brasil

Um texto que tem circulado online aponta que o Brasil pode ser o próximo alvo dos ataques terroristas do Estado Islâmico. Trata-se de um link de um site chamado Notícia Livre com uma declaração da diplomata Abir Taha que dizia que o Brasil está na mira dos terroristas. Leia:

Brasil pode ser o próximo alvo do Estado Islâmico, diz diplomata

O Estado Islâmico é um dos grupos mais perversos e radicais da atualidade. Com vídeos divulgados na internet, onde mostram execuções e ataques que promovem, o EI pode deixar de ser uma ameaça somente dentro da Síria e do Iraque. A diplomata libanesa Abir Taha, durante entrevista, disse que o Brasil pode ser o próximo alvo. “O EI já está presente em várias partes do mundo, com células adormecidas que podem, a qualquer momento, atacar o coração do mundo ocidental, incluindo o Brasil. Como controlar, por exemplo, a onda de estrangeiros que estão se juntando ao grupo, se eles quiserem voltar para seus países? Ou ainda, como diferenciar terroristas em meio ao grande número de refugiados que deixa a região?”, afirmou. “O terrorismo é um problema internacional, por isso, a guerra ao terrorismo deve ser travada por uma coalizão verdadeiramente internacional de Estados determinados a lutar. Infelizmente, hoje não existe uma guerra internacional contra o terrorismo”. acrescenta. O diplomata é autor do livro “Terrorismo Definido”, que deverá ser publicado no Brasil pela editora Simonsen.(R7)

É claro que a história se espalhou online como rastro de pólvora. Mas será que é verdade mesmo que o Brasil pode ser o próximo alvo do Estado Islâmico e que uma diplomata falou isso? As respostas são, respectivamente, muito provavelmente não e definitivamente não.

Respondendo à segunda pergunta: como base para a declaração, o autor usou uma fala da diplomata e autora do livro “Terrorismo Definido” ao R7. Nessa entrevista, ela disse “todos os países onde há considerados infiéis podem se tornar alvo de atentados” e “o EI já está presente em várias partes do mundo, com células adormecidas que podem, a qualquer momento, atacar o coração do mundo ocidental, incluindo o Brasil”. Você pode notar que ela mão disse nada sobre o Brasil ser próximo alvo. Ou seja, isso foi uma superinterpretação por parte do site.

Falando sobre as possibilidades de um ataque no Brasil ser o próximo. Para começar, o texto que aponta que o Brasil seria o próximo alvo do Estado Islâmico foi publicado no dia 4 de julho deste ano. De lá para cá, aconteceram diversos ataques do Estado Islâmico. Só para citar alguns: em Beirute, contra o avião que saiu da Rússia e em Paris. Ou seja, o site já errou o palpite.

Além disso, se analisarmos a lista de países inimigos do Estado Islâmico, o Brasil está atrás de diversos outros países (como EUA, França e Rússia).  Se a questão for proximidade, Síria, Líbia e outros países do Oriente Médio também estão mais à mercê de ataques. Ou seja, em uma lista de alvos, o Brasil está longe dos primeiros lugares.

Sendo assim, podemos afirmar que a história de que o Brasil pode ser o próximo alvo do Estado Islâmico é só um palpite que usou uma fala distorcida de uma entrevista. Apesar de existir a possibilidade de um ataque terrorista por aqui, é mais provável que aconteça em outros lugares do mundo.

Uma ressalva: em 2016 acontecem as Olimpíadas do Rio de Janeiro. Lá, sim, haverá riscos de alguns problemas de segurança. Por isso, o Brasil e a organização do evento devem ficar atentos a eventuais ataques terroristas. Mas mesmo essa informação não faz do Brasil “o próximo alvo”. Infelizmente, até agosto 2016 devem acontecer mais ataques em outros lugares do mundo.

PS: este artigo foi uma sugestão do leitor Francisco Othon. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site ou pelo Facebook.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet