Austrália prendeu quase 200 pessoas acusadas causar incêndio doloso #boato

Boato – Na Austrália, polícia acusou quase 200 pessoas de envolvimento em crime de incêndio doloso no país. 

Se 2019 não terminou fácil para os australianos, 2020 não começou de forma diferente. Os incêndios, que não são uma novidade no país, atingiram números alarmantes.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Siga o Boatos.org no Twitter:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/39Tje3u

Confira o nosso Instagram:

Instagram

Desde o início do verão, a combinação da longa seca, fortes ventos e temperaturas recordes já deixou quase 30 pessoas mortas, outras tantas desabrigadas e milhares de animais mortos ou feridos.

Com isso, diversas histórias começaram a invadir as redes sociais. Uma, em especial, chamou a atenção. De acordo com a publicação, o governo da Austrália teria prendido 183 pessoas pelo crime de incêndio doloso no país. Ainda segundo a história, dentre os presos, haveria 40 menores de idade. Confira:

Austrália prende 180 pessoas acusadas de incêndio doloso. A polícia da Austrália informou que prendeu 183 pessoas suspeitas de terem provocado focos de incêndio pelo país. Entre os detidos, estão 40 menores de idade. As 183 pessoas são acusadas de envolvimento em 205 crimes relacionados aos incêndios.

Vinte e quatro respondem por incêndio doloso e podem ser condenadas a até 21 anos de prisão. A Austrália ainda tenta conter numerosos incêndios pelo país, que devastaram florestas e bosques e podem ter matado direta ou indiretamente cerca de um bilhão de animais, de acordo com um balanço divulgado pela ONG WWF.

Austrália prendeu quase 200 pessoas acusadas causar incêndio doloso?

A informação causou um susto nas redes sociais e acabou sendo compartilhada diversas vezes. Mas será que o governo australiano realmente teria indiciado 183 pessoas por incêndio doloso? A resposta é não!

Vamos aos detalhes! A notícia causou bastante revolta nas redes sociais, principalmente no Brasil, que meses atrás também sofreu com queimadas criminosas na Amazônia. Porém, a história, na verdade, foi um erro de interpretação.

No dia 6 de janeiro de 2020, a polícia de New South Wales, um estado australiano, divulgou dados sobre os incêndios na região. De acordo com as autoridades, a polícia local tomou ações legais contra 183 pessoas. Entretanto, apenas 13% desse número, ou seja, apenas 24 pessoas foram acusadas de colocar fogo intencionalmente na vegetação. O restante das pessoas responderá por crimes como não obedecer a proibição de acender fogo em áreas abertas e também por acender isqueiros ou fósforos e descartar no solo.

Mas a confusão toda começou com a divulgação de estudos e opiniões de especialistas sobre o clima. De acordo com o Bureau de Meteorologia do Governo Australiano, os incêndios na Austrália estariam ligados, entre outras coisas, às mudanças climáticas. Segundo o órgão, as mudanças climáticas estariam aumentando a frequência e a severidade dos incêndios na região e no restante do mundo.

E foi aí que a história começou a circular. Algumas pessoas contrárias à teoria das mudanças climáticas, como um site de teorias da conspiração dos Estados Unidos, acabou publicando de forma equivocada a informação, indicando que o problema não seria as mudanças climáticas, mas sim os incêndios criminosos. Mas o fato é que o caso não passa de balela e já foi desmentido por inúmeros sites de fact-checking, como o estadunidense Snopes.

Por fim, vale ressaltar que o tema incêndios na Austrália está rendendo diversas fake news. A equipe do Boatos.org já desmentiu uma delas: o vídeo que mostraria bombeiros comemorando a chuva na Austrália por ter apagado os incêndios.

Em resumo: a história que diz que o governo da Austrália prendeu 183 pessoas acusadas de colocar fogo na vegetação é falsa! A história, na verdade, surgiu após uma interpretação equivocada de dados divulgados da polícia de New South Wales. A informação correta é que a polícia local tomou ações legais contra 183 pessoas, mas acusou apenas 24 pessoas por colocar fogo intencionalmente na vegetação. Ou seja, a história é apenas balela. Não compartilhe!

P.S.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/39Tje3u
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)