Atirador da igreja do Texas era do grupo esquerdista-comunista Antifas #boato

Boato – Devin Kelley, atirador que abriu fogo contra pessoas em uma igreja no Texas, faz parte do Antifas, grupo esquerdista-comunista norte-americano.

As coisas não andam fáceis lá nos EUA. Nem bem se recuperaram do maior massacre armado da história moderna do país, que deixou 59 mortos e mais de 500 feridos em um festival de música country, os americanos enfrentam um novo atirador, Devin Kelley.

Dessa vez, o alvo foi uma igreja, no domingo (5). E, de acordo com as postagens que andam circulando pelas redes sociais, o atirador, que deixou 26 mortos e outros 20 feridos, teria um motivo pra lá de bizarro. Segundo as informações, ele participaria do grupo Antifas, um grupo esquerdista-comunista.

Um texto chega a descrever o que Devin fez ao entrar no local: “De acordo com testemunhas oculares, Kelly carregou uma bandeira Antifa e gritou: “essa é uma revolução comunista” antes de iniciar os disparos, diz o texto. Confira outra versão (de uma postagem no Facebook):

Atirador da igreja do Texas era do grupo esquerdista-comunista Antifas, diz boato
Atirador da igreja do Texas era do grupo esquerdista-comunista Antifas, diz boato

Atirador da igreja do Texas era do grupo Antifas?

Bom, a história do massacre é muito triste. Metade das vítimas são crianças. A mais nova tinha um ano e meio. Mas, apesar do ódio político crescente entre direita e esquerda, a história do atirador pertencer a um grupo Antifas ou carregar uma bandeira do movimento durante o massacre não passa de boato. E você quer saber o porquê? Continua lendo.

Antes de explicarmos por A mais B o motivo dessa história ser balela, precisamos explicar o que, afinal de contas, é esse tal grupo Antifa. O movimento Antifa é um conglomerado de grupos antifascistas autônomos dos Estados Unidos. Eles se opõem ao fascismo com ações diretas, como vandalização de propriedades e violência física. Seu foco é combater a “direita radical” e as “políticas ideológicas da supremacia branca”.

Voltando à explicação sobre o porquê a história do atirador pertencer aos Antifas é boato, um dos maiores sites de fact-checking (verificação de fatos) dos Estados Unidos, o Snopes.com, já desmentiu essa informação. O site classificou essa informação como fake news, ou seja, boato.

E se essa explicação ainda não for suficiente pra você, sinto te informar que um dos participantes do movimento Antifa já desmentiu a informação. De acordo com a página que vende produtos do movimento, a foto no suposto Facebook de Devin Kelley, o atirador do Texas, não pertence a ele.

Segundo a pessoa, a pessoa que aparece na foto é do próprio administrador da página da Antifas, segurando uma bandeira em seu escritório. A foto faz parte do portfólio do site e é usada na divulgação de uma das bandeiras que está à venda no site. E tem mais. O administrador da página acusa a extrema direita de tentar desmobilizar o movimento Antifa com essa história.

Para além disso, a versão da história que fala que Devin entrou na igreja gritando palavras de ordem relacionadas ao comunismo surgiu em um site de notícias falsas, o Your News Wire. No próprio Snopes, há uma lista gigantesca de notícias falsas publicadas por eles.

Complicado. Porém, toda essa história serviu para uma coisa: não acreditar em tudo o que se lê na internet. O fato do atirador ter cometido um massacre não significa que ele participe de grupos considerados terroristas ou, simplesmente, grupos que você não apoia.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 994325485.

Compartilhe este artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)