Associação portuguesa relevante faz nota de repúdio contra Bolsonaro #boato

Boato – Após reunião da comitiva portuguesa no Brasil, Associação portuguesa de relevância publica nota de repúdio contra piadas de Bolsonaro.

O encontro entre o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, com a comitiva de Portugal, comandada pelo presidente do país, Marcelo Rebelo de Sousa, ainda tem repercutido em terras tupiniquins e lusitanas.

De acordo com um artigo no jornal O Globo, a reunião que ocorreu no dia 2 de agosto de 2021 teria deixado o presidente de Portugal constrangido. Segundo o artigo, Bolsonaro teria feito piadas de cunho sexual que teriam deixado toda a comitiva portuguesa sem graça.

Não demorou muito para o assunto repercutir nas redes sociais. De acordo com uma história que começou a circular na internet, a Associação pela Fraternidade Portugal-Brasil teria escrito uma nota de repúdio sobre a situação. No arquivo que acompanha a publicação, é possível ver que a associação teria condenado o teor das “piadas” que teriam ofendido e constrangido a comitiva. Confira:

“ASSOCIAÇÃO PELA FRATERNIDADE PORTUGAL-BRASIL. Nota de Repúdio. Viemos através desta, manifestar nosso inteiro repúdio ao episódio ocorrido no último dia 02 de agosto, em Brasília, durante uma recepção e almoço no Palácio do Planalto, quando foi recebido pelo Sr. Jair Messias Bolsonaro, o Excelentíssimo Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, e sua comitiva. Com piadas de cunho sexual à mesa, referências jocosas ao povo português e comentários muito distantes do que se espera de um estadista, o Sr. Bolsonaro destilou com desenvoltura um repertório de asneiras e grosserias que constrangeu o seleto grupo de autoridades internacionais.

Ao tempo que o Brasil segue em crise sanitária, sendo o país no mundo que mata pela Covid, cada vez mais isolado economicamente e diplomaticamente, um pedido público de desculpas é o mínimo que podemos aguardar. Subscrevemos, a Direção da APFPB. Rio de Janeiro/Lisboa, 7 de agosto de 2021”.

Associação portuguesa relevante faz nota de repúdio contra Bolsonaro?

A informação fez um enorme burburinho nas redes sociais, em especial, no WhatsApp e deixou muitos brasileiros revoltados. Apesar disso, a história não é real. A explicação fica por conta da inexistência da Associação e por diversas inconsistências presentes na suposta nota.

Ainda que a nota tenha viralizado nas redes sociais, indícios mostram que a tal Associação pela Fraternidade Portugal-Brasil não existe (ou foi criada somente para divulgar a nota de ataque ao presidente Jair Bolsonaro). Como lembramos lá atrás, a reunião entre Bolsonaro e o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, aconteceu no dia 2 de agosto de 2021.

Ao abrir a suposta nota, é possível ver que ela data do dia 7 de agosto de 2021. Entretanto, ela só começou a aparecer em publicações na internet depois da divulgação do caso, pelo jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, no dia 15 de agosto de 2021. Como uma nota dessas teria passado despercebida por tanto tempo? E se ela existia antes da publicação do artigo do jornal O Globo, por que não foi citada pelo jornalista (se poderia dar ainda mais credibilidade à informação)?

Ao procurar pela Associação pela Fraternidade Portugal-Brasil na internet, não encontramos nada. A suposta instituição só é citada no caso da nota de repúdio, mas não existe fora disso. Não há site oficial, nem páginas em redes sociais e muito menos registros de eventos ou reuniões da Associação. Além disso, a suposta nota também não tem a assinatura de um presidente ou representante e nem um endereço (apenas a citação vaga de “Rio de Janeiro/Lisboa”).

Resolvemos, então, procurar pelo grupo na lista de associações e instituições parceiras do Consulado de Portugal no Brasil. Ao analisarmos a lista, não encontramos nenhuma Associação com esse nome. Se isso não bastasse, ao procurar pelo logo da instituição, descobrimos que a imagem foi copiada de um quadro que está à venda em um site online.

Por fim, após o encontro com o presidente Jair Bolsonaro, o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, foi questionado sobre o fato da comitiva brasileira não utilizar máscara. Em resposta, ele afirmou que não poderia “formular juízos” sobre seus anfitriões e que fez tudo aquilo que era esperado da parte portuguesa. Após uma resposta assim, seria pouco provável que o governo português emitisse ou autorizasse uma nota desse tipo.

Em resumo: a história que diz que a Associação pela Fraternidade Portugal-Brasil teria emitido uma nota de repúdio contra as piadas constrangedoras de Bolsonaro é falsa! É fato que alguém escreveu o texto da nota, mas com certeza não foi a tal associação portuguesa. Ao procurar por informações sobre a instituição na internet, não encontramos nenhum site, página em rede social ou registros de eventos da Associação. Se isso não bastasse, a imagem usada como logo foi copiada de um quadro que está à venda na internet. Por fim, não existe assinatura, nem endereço e muito menos identificação. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso