Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Mundo > Antonov cancelou construção de fábrica no Brasil por causa de fala de Lula sobre Ucrânia #boato

Antonov cancelou construção de fábrica no Brasil por causa de fala de Lula sobre Ucrânia #boato

Antonov cancelou construção de fábrica no Brasil por causa de fala de Lula sobre Ucrânia, diz boato (Foto: Reprodução/FacebooK)

Boato – Empresa ucraniana Antonov cancelou investimento de US$ 50 bilhões no Brasil por causa de declaração de Lula sobre guerra

As recentes declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a guerra entre Rússia e Ucrânia têm dado o que falar ao redor do mundo. Em uma coletiva de imprensa no dia 16 de abril de 2023, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, Lula afirmou que “a decisão da guerra foi tomada por dois países”.

Se isso não bastasse, durante seu pronunciamento, Lula também pediu para que os Estados Unidos e a União Europeia “parem de incentivar o conflito”. As declarações do presidente brasileiro repercutiram de maneira negativa ao redor do mundo e causaram um clima de tensão.

E de acordo com uma história que está sendo compartilhada nas redes sociais, as declarações de Lula também teriam tido um impacto negativo dentro do próprio Brasil. Segundo uma publicação, a empresa Antonov, que fabrica aviões, teria cancelado um investimento de US$ 50 bilhões que faria no Brasil, após as falas de Lula. Ainda segundo a história, o empreendimento geraria cerca de 10 mil empregos e teria sido cancelado, porque a empresa Antonov teria visto na fala de Lula um apoio à Rússia. Em outra versão da história, publicações apontam que o valor de US$ 50 bilhões seria investido na Embraer, após uma parceria com a União Europeia. Confira:

Vídeo: é falso que imagens mostram Lulinha agredindo a esposa

Versão 1: “Investimento de 50 bilhões de dólares e 10 mil empregos. Foi o que o Brasil perdeu graças as besteiras que lula falou da Ucrânia. O País europeu não vai mais fabricar aeronaves no Brasil”. Versão 2: “Declarações de Lula fazem o Brasil perder 50 bilhões de dólares em investimentos. 10 mil empregos deixarão de ser gerados”. Versão 3: “Perdemos 50 bilhões de dólares em investimentos, além de 10.000 empregos. “O Brasil voltou!”  Esse é o Brasil de Lula! Só ladeira abaixo!”.

Versão 4: “O presidiário segue firme afundando o Brasil, agora de tanto falar asneiras fez a Embraer perder Us$ 50 BILHÕES de DÓLARES com o cancelamento de contratos da Ucrânia! A culpa por toda essa desgraça que vem acontecendo com o Brasil eu não carrego”. Versão 5: “Após declarações, Ucrânia em alinhamento com a União Européia, suspende contrato para fabricação de aviões com a Embraer. Incluindo o super modelo Antonov, destruído no início da invasão Russa. Brasil perde receitas e empregos”.  

Antonov cancelou construção de fábrica no Brasil por causa de fala de Lula sobre Ucrânia?

A informação viralizou rapidamente nas redes sociais, em especial, no Twitter e no Facebook e causou revolta em muitos brasileiros. Entretanto, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da falta de provas e do desmentido da própria empresa.

Ao contrário da maioria das histórias falsas que circulam na internet, a mensagem de hoje cita uma fonte confiável da mídia, onde toda a história surgiu. Ao ser questionado sobre a suposta notícia, o próprio veículo de comunicação apontou que recebeu a informação do governo de São Paulo.

Por sua vez, o governo de São Paulo informou que recebeu o contato de representantes de Oleksandr Nykonenko e Victor Avdeyev, o conselheiro e o vice-presidente da empresa Antonov. O governo de São Paulo informou que se reuniu com os representantes, no dia 11 de abril de 2023, em uma audiência para tratar sobre o interesse de desenvolver atividades no Brasil. O governo de São Paulo também apontou que, posteriormente, recebeu um e-mail informando sobre o cancelamento das negociações por conta das falas do presidente Lula.

Porém, após saber da história, a empresa Antonov desmentiu a suposta informação. Em um comunicado, a Antonov explicou que não voltou atrás em relação às negociações, porque elas não existiram. A empresa ainda destacou que não possui representantes no Brasil e que faz consultas regulares em vários países sobre promoção de produtos e serviços, mas não possui representantes no Brasil. E o mesmo vale para a história sobre negociações com a Embraer. Não existe nenhum tipo de negociação com a empresa brasileira.

Atualmente, nos meios de comunicação da República Federal do Brasil, informações incorretas estão sendo divulgadas sobre a alegada suspensão das negociações da Companhia Estadual Antonov sobre o suposto início da produção de aeronaves no Brasil. A DP Antonov anuncia oficialmente que realiza consultas regulares com parceiros estrangeiros de diferentes países, incluindo a República Federal do Brasil, dentro de suas atividades de promoção de produtos e serviços nos mercados estrangeiros.

No entanto, a DP Antonov não tem seu representante autorizado no Brasil e não deu a nenhuma pessoa, incluindo escritórios de advocacia, qualquer autoridade para representar os interesses da empresa. DP Antonov destaca que está amplamente interessado em desenvolver a cooperação com a República Federal do Brasil no campo da tecnologia de aviação, e vai acolher as iniciativas oficiais do lado brasileiro para melhorar a cooperação mutuamente benéfica.

Assim, a mensagem na imprensa brasileira não é a posição oficial do DP Antonov. A fim de evitar a manipulação e a deterioração da parceria internacional, bem como dada a atual situação internacional decorrente da escala total da Federação Russa na Ucrânia, a DP “Antonov” apela ao pessoal dos meios de comunicação com um pedido para verificar cuidadosamente as informações relacionadas com as atividades da empresa, e vem de outras fontes.

Em resumo: a história que diz que a empresa ucraniana Antonov cancelou negociações com o Brasil após fala de Lula sobre guerra entre Rússia e Ucrânia acabou sendo desmentida pela própria empresa Antonov. A gigante ucraniana apontou que não possui representantes no Brasil e não cancelou as negociações, porque elas sequer existem. O mesmo vale para a história da Embraer. Não existe nenhum tipo de conversa com a empresa brasileira, de acordo com a Antonov.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm