5 teorias da conspiração que envolvem presidentes americanos

Faz parte da imaginação humana criar situações em sua mente que, muitas vezes, jamais aconteceriam na vida real. Quando o assunto é política, então, essa imaginação pode ir ainda mais longe. É o que acontece com as teorias da conspiração, por exemplo, que são muito comuns em qualquer tipo de governo e já atacaram até mesmo primeiras-damas, como aconteceu recentemente com Melania Trump, esposa do atual presidente norte-americano Donald Trump.

Mas esta é apenas a ponta do iceberg que existe de teorias da conspiração. E presidentes americanos sempre foram os maiores alvos delas. Desde os primórdios da política norte-americana se discutem centenas de teorias envolvendo espionagem, romances secretos, fraudes e muito mais. Algumas, de tão absurdas, chegam até a ser engraçadas; outras, fazem tanto sentido que podem até nos fazer parar para pensar se podem ou não ser verdade.

Para relembrar as melhores teorias da conspiração norte-americanas, separamos cinco que envolvem ex-presidentes. Dê uma olhada e escolha a sua favorita.

GEORGE W. BUSH

Um dos ex-presidentes mais polêmicos que os EUA já tiveram, George W. Bush serviu de 2001 a 2009 como o 43º Presidente dos Estados Unidos. Em seu primeiro ano de mandato, dois aviões colidiram com as torres do World Trade Center em um dos ataques terroristas mais famosos e cruéis da história. Porém, há quem defenda ainda hoje que o ataque teria sido forjado pelo próprio governo a fim de criar um bode expiatório que o permitisse invadir o Afeganistão e controlar os ricos oleodutos do país.

BARACK OBAMA

O sucessor direto de George W. Bush, o 44º presidente dos Estados Unidos foi Barack Hussein Obama, que permaneceu no governo também por dois mandatos, entre 2009 a 2017 e ficou para a história como o primeiro afro-americano a ocupar o cargo. Mas nem mesmo Obama esteve imune às teorias da conspiração que pipocam durante um governo. Uma delas dizia que Obama não passava de um fantoche para que outras pessoas governassem através dele, e que não possuía poder de decisão algum sobre os assuntos do país.

THOMAS JEFFERSON

Engana-se quem pensa que as teorias da conspiração são reservadas apenas a ex-presidentes. Um dos maiores alvos dessas teorias foi Thomas Jefferson, que serviu como terceiro presidente dos EUA e é o principal autor da declaração de independência dos Estados Unidos. Uma das teorias mais conhecidas diz que Jefferson era, secretamente, membro dos Illuminati, uma sociedade secreta composta por membros da elite criada em 1776 para discutir e promover os dogmas do Iluminismo, que pregava a razão.

BILL CLINTON

Outro ex-presidente que frequentemente envolvia-se em escândalos de todo tipo foi Bill Clinton, o 42º presidente dos Estados Unidos que governou entre 1993 e 2001. Mas além do escândalo sexual que o tornou célebre até os dias de hoje, o ex-presidente Bill Clinton esteve ainda na mira de uma teoria da conspiração que apontava sua família de assassinar cerca de 46 de seus associados mais próximos. Isso porque, diz a teoria, essas pessoas poderiam provar que os Clinton eram todos corruptos.

DONALD TRUMP

O atual presidente dos Estados Unidos, o magnata Donald Trump, já coleciona também suas próprias teorias da conspiração. Uma das mais sérias aponta que Trump teria sido eleito com a ajuda de intervenções da Inteligência Russa, que estaria por trás da disseminação de informações falsas contra sua concorrente nas eleições, Hillary Clinton. Para muitas pessoas, a teoria seria reforçada pela relação entre Trump com o atual presidente da Rússia, Vladimir Putin, com quem já trocou elogios nas redes sociais.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)