O melhor do Boatos.org em 2018, por Kyene Becker

Na terceira parte da nossa retrospectiva 2018, Kyene Becker escolhe os cinco desmentidos de boatos (ou fake news, se preferir) que mais marcaram o ano de 2018 no Boatos.org. 

De longe, 2018 foi um ano atípico. Com Copa do Mundo, eleições presidenciais e muitos acontecimentos mundo afora, é claro que não faltaram fake news para embalar esse ano. Do lado de cá (dos caçadores de boatos), 2018 também foi intenso. Noites mal dormidas, noites sem dormir, muitas horas de trabalho e olheiras que até agora permanecem aqui foram alguns dos “presentes” deste ano. Tudo para garantir que o máximo de fake news fosse desmentido nesse período. E agora, a equipe do Boatos.org vem trazer os 5 boatos mais marcantes de 2018. Vem conferir a minha lista!

Veja também: Equipe do Boatos.org escolhe os boatos que mais marcaram o ano (com vídeo):

5) Máquina separa bolinhas por cores por causa da física quântica

A nossa quinta fake news que mais marcou o ano de 2018 não poderia ser outra: o vídeo da máquina que separa as bolinhas por cores. As imagens circularam nas redes sociais por bastante tempo e a explicação para todo o processo seria a física quântica. No final das contas, o vídeo sequer era real. As imagens, na realidade, são uma produção de um designer que trabalha com efeitos especiais. Ou seja, a física quântica passou longe e a máquina (infelizmente) não existe.

4) Principal assessora de Haddad abandona campanha e faz denúncia contra o PT

Nas eleições 2018 no Brasil, outra coisa que não faltou foram fake news de todos lados (e foram todos os lados mesmo!). E nem Fernando Haddad, candidato à presidência pelo PT, ficou livre das fake news. Durante as eleições, Haddad foi envolvido em uma história que afirmava que sua assessora teria abandonado sua campanha e denunciado uma conversa do candidato com Gleisi Hoffmann, afirmando que Haddad queria vencer as eleições apenas para conseguir foro privilegiado. A história, é claro, não passava de boato, uma mistura de fotos verdadeiras com informações falsas.

3) Vídeo mostra deputados marcando presença de colegas durante o carnaval no Brasil

O ano de 2018 não foi marcado apenas por fake news relacionadas às eleições, mas também sobre questões políticas no geral. E se existiu um vídeo que fez muito “sucesso” nas redes sociais ao longo desse ano, trata-se do vídeo onde, supostamente, deputados brasileiros estariam marcando presença de colegas na Câmara durante o Carnaval. Na verdade, o vídeo é real, mas mostra o Congresso da Ucrânia. Ou seja, nada a ver com o Brasil.

2) Simpsons previram torcedor russo sinistro com bandeira do Brasil

E se teve outro assunto bastante discutido em terras tupiniquins no ano de 2018, esse foi a Copa do Mundo. Infelizmente, o Brasil não foi o grande campeão (título que ficou com a França), mas o que não faltaram foram memes e muitas fake news. Uma das mais notáveis envolveu o torcedor russo que virou sensação durante a Copa e as previsões do seriado os Simpsons. Porém, apesar da imagem circular muito na internet, não passou de uma montagem e só mais um boato.

1) Alexandre Frota vai ser ministro da Educação de Bolsonaro

Sem dúvida alguma, a história de que Alexandre Frota seria o ministro da Educação caso Jair Bolsonaro vencesse as eleições 2018 foi o boato do meu ano. Tudo começou com uma brincadeira de Bolsonaro e, minutos depois, as redes sociais estavam inundadas com informações falsas envolvendo a história. O fato é que não passou de uma brincadeira que saiu (um pouco) do controle e a informação correta chegou rápido.

Compartilhe este artigo:
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)