Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Fast-Checking > Boato sem comprovação: oração coletiva de um minuto fez bombas pararem durante a Segunda Guerra Mundial no Reino Unido

Boato sem comprovação: oração coletiva de um minuto fez bombas pararem durante a Segunda Guerra Mundial no Reino Unido

Boato – Vamos organizar uma oração coletiva pelo fim da guerra porque durante a Segunda Guerra Mundial bombardeios pararam por causa de oração coletiva no Reino Unido.

No contexto dos conflitos entre Israel e Hamas, está circulando na internet um texto com um pedido de oração coletiva. O autor, inspirado por uma iniciativa que teria sido realizada durante a Segunda Guerra Mundial, convida as pessoas a parar por um minuto todos os dias, nos horários indicados, para orar pela paz, pelo fim dos conflitos e pela restauração da calma.

Ele cita que a iniciativa realizada durante a Segunda Guerra Mundial teve um resultado incrível: o bombardeio teria parado em pouco tempo no Reino Unido. O autor convida, ainda, as pessoas a aderir à iniciativa. Ele destaca o poder da oração e pede que as pessoas repassem a mensagem para seus amigos. Leia:

*Compartilhando:* “Queridos amigos, estou traduzindo literalmente um convite que veio de amigos de outras partes do mundo. É um compromisso diário de um minuto.” “Queridos irmãos, irmãs, amigos…… Nunca tivemos tanta incerteza todos os dias, um mundo que sofre tanto com a opressão de tantos governos, com tantos vícios, crimes, corrupção, violência, abusos e medo pelo futuro dos nossos jovens. Inspirado por uma iniciativa durante a Segunda Guerra Mundial, em que um conselheiro do primeiro-ministro Winston Churchill organizou um grupo de pessoas que, num determinado horário todos os dias, paravam o que quer que estivessem fazendo para rezar em comunidade pela paz, pela segurança e pelo povo de Inglaterra. 

Vídeo: é falso que imagens mostram Lulinha agredindo a esposa

Faziam isto todos os dias e era como se a cidade estivesse suspensa, tal era o poder da oração comunitária. O resultado foi tão incrível que o bombardeio parou em pouco tempo!!! Agora estamos nos organizando novamente, um grupo de pessoas de diferentes nacionalidades que irão orar *um minuto* pela segurança dos nossos países, pelo fim dos problemas que nos oprimem e atormentam, e para que Deus guie as decisões dos nossos governantes. 

Rezamos juntos nos seguintes horários: Inglaterra 15h Espanha h. 16:00 Portugal H. 15:00 Ilhas Canárias h. 15:00 Costa Rica h. 20:00 Colômbia H. 19h Nicarágua H. 20:00 Equador h. 19h Guatemala H. 20:00 México H. 20:00 Panamá h. 19h Honduras h. 18h El Salvador h. 20:00 Venezuela h. 18h Uruguaio h. 17 horas Paraguai h. 17 horas *£Brasil h. 18h* Argentina h. 17 horas Chile h. 17 horas Itália H. 16:00 Se desejar, convido-o a aderir a esta iniciativa. Faremos uma pausa de um *minuto* todos os dias nos horários indicados para pedir a paz no mundo, o fim dos conflitos e a restauração da calma para todas as nações da terra, e para que as famílias busquem segurança e salvação em Deus. 

Se entendêssemos o tremendo poder da oração, ficaríamos maravilhados. Se puder, envie esta solicitação para seus contatos. Com a nossa oração podemos realizar um milagre. Coloque o alarme do seu telefone todos os dias no horário definido para o seu país e ore pela paz por um minuto 🙏🏻 Por favor, repassem esta mensagem para seus amigos”

Oração coletiva de um minuto fez bombas pararem durante a Segunda Guerra Mundial no Reino Unido?

O conteúdo do texto não tem comprovação. A iniciativa de oração pela paz na Segunda Guerra Mundial é real, mas não há evidências de que ela tenha parado os bombardeios. De acordo com esta página, a iniciativa foi de Wellesley Tudor Pole e o gesto foi o precursor do minuto de silêncio (adotado para luto). Porém e apesar do gesto, a guerra não parou por isso (ou pelo menos não há provas).

O texto com o pedido de orações e fuso horários sempre circula na internet quando há conflitos mundiais. Ele é usado como uma forma de expressar esperança e solidariedade, mas não há evidências de que ele tenha um impacto real na resolução de conflitos. Na nossa análise, boato sem comprovação.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610)