Senna foi assassinado com um tiro #boato

Boato – Vídeo mostra que Ayrton Senna não sofreu um acidente em Ímola (1994). Ele foi assassinado com um tiro. Executado.

Apesar de o Brasil ter grandes ídolos no automobilismo, não há dúvida que o nome que mais marcou a trajetória do país no esporte a motor é o do tricampeão mundial Ayrton Senna. Também é inegável que a precoce morte dele, em 1994, pode ser considerada a maior tragédia que aconteceu durante um evento esportivo. A morte marcou tanto que levanta até hoje, 21 anos depois, algumas dúvidas.

Tem circulado na internet um vídeo que aponta que Senna não teria sofrido um acidente e sim teria sido assassinado com um tiro. O vídeo de mais ou menos oito minutos circulou por Facebook e levanta a tese baseado em imagens dos momentos do acidente. Assista ao vídeo:

No Youtube, o vídeo é descrito da seguinte forma:

MORTE DE AYRTON SENNA, ACIDENTE OU EXECUÇÃO?

Ayrton Senna morreu no dia 1 de Maio de 1994, na Itália. Coincidentemente, no mesmo dia da fundação dos Illuminatis, 1 de Maio de 1776.

No Facebook, há a seguinte descrição (cortamos alguns trechos):

MORTE DE AYRTON SENNA, ACIDENTE OU EXECUÇÃO?

Foi a barra de direção? Foi, então porque Senna não freou? A primeira reação de qualquer pessoa é frear o carro porem Senna não fez isso, não a rastro de freio na pista, na área de escape o carro passa “limpo” como que estivesse em ponto morto.

Muitas questões foram omitidas pela mídia, O Grande Premio foi irregular devido a morte de Ratzenberger, porque nenhuma emissora de TV falou sobre o assunto? Esse simples gesto poderia ter salvo a vida do Senna.

Porém a questão crucial é o movimento brusco e claramente anormal da cabeça de Senna antes de sair da pista, até aquele momento Senna contornava a curva normalmente, porem depois desse movimento ele tira a pressão do pé sobre o acelerador e o carro vai reto em direção ao muro.

Por último a questão mais importante, a fumaça branca, foi algum tipo de disparo ou uma construção do autódromo? Analisando outros vídeos vemos que esse ponto branco aparece, sim lá existe um construção, porém a maneira que aparece na câmera do Senna é atípica de todas as outras vezes que aparece na câmera de outros pilotos, a impressão que nos dá é que realmente algo esta vindo na sua direção, bem diferente das imagens de Schumacher e do próprio Senna na classificatória da corrida. pois nota-se em um frame do video 2 pontos brancos isolados.

Podemos afirmar que foi um disparo? Não, nem o próprio vídeo afirma isso, o que posso disser é que não foi um mero acidente, é claro que existem muitas coisas suspeitas, para começar, qualquer investigação séria foi anulada a partir do momento que a morte instantânea de Senna foi omitida pela FIA, e a polícia não teve acesso ao local do acidente com o carro presente, pois depois de retirar o Senna, a primeira coisa a ser feita foi retirar o carro do local, e a limpeza do mesmo.

É fato que o vídeo tem teses bem fortes a respeito da história e nos faz pensar, como toda boa teoria da conspiração. Porém, temos que levar em conta algumas coisas antes de sair acreditando que Ayrton Senna foi assassinado por Illuminatis. E ao analisar isso, vemos que a tese não se sustenta ou tentar usar argumentos que não valem.

Para começar: ao contrário do que diz o texto, Senna tentou frear antes da batida. Apesar de o carro bater a 216 km/h, a velocidade foi reduzida de 310 km/h no acidente. Se serve de consolo para a pessoa que criou a teoria, a Folha de S. Paulo também chegou a falar que ele não freou e depois se corrigiu. Leia.

Apesar de muita gente defender que o GP de Ímola deveria ser cancelado em 1994, é difícil que provas automobilísticas sejam canceladas mesmo com mortes em treinos. Essa notícia do Globo Esporte aponta para uma morte em treinos sem cancelamento de corrida em uma categoria de turismo. Em 1982, Gilles Villeneuve morreu nos treinos do GP da Bélgica e a corrida aconteceu. Sobre a lei na Itália que cancela corridas que tiveram morte (no caso no dia anterior), não encontramos nada.

É fato que há um movimento na cabeça de Senna. Provavelmente, foi causado pela quebra da direção. Sobre a hipótese de ele ter ficado inconsciente, o fato de ele ter tentado frear elimina a hipótese. Além disso, se ele tivesse ficado inconsciente o pescoço teria virado para o outro lado na curva. É o que explica esse texto.

Por fim, a questão central: o suposto disparo. Primeiro, como que a pessoa iria disparar um tiro e acertar um carro a 300 km/h em uma reta. Mais: acertar o ponto mais sensível do capacete? Digamos que a pessoa seja muito boa de mira, por que a Williams (equipe de Senna) não utilizaria o argumento para se livrar da punição da morte? E como que os paramédicos não perceberiam um projétil na hora resgate?

Todas essas respostas mostram que a teoria de que Senna teria sido executado não passa de uma teoria da conspiração das brabas. Ah, e os Illuminatis? Sobre isso a gente nem vai comentar por aqui.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)