Polícia investiga fraude no programa de sócio-torcedor do Vasco #boato

Boato – A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga um suposto esquema de fraudes no programa de sócio-torcedor do Vasco da Gama. CPFs falsos e de mortos estariam no cadastro.

Sabe aquela história de um clube ajudar a erguer outro? Um fenômeno desta natureza parece estar acontecendo no Rio de Janeiro. Em um ano no qual o Flamengo dominou o cenário nacional, rivais parecem estar “correndo atrás” para se superar.

A prova disso está na ação do Vasco da Gama em captar sócios-torcedores com descontos na inscrição. O resultado foi a multiplicação de inscritos, que culminou no cruzmaltino como o time com mais sócios-torcedores no país. No meio de tudo isso, uma denúncia apareceu por aí.

Uma mensagem aponta que a polícia está investigado um suposto esquema de fraudes no programa de sócio-torcedor do Vasco. O clube estaria registrando pessoas mortas e CPFs falsos para conseguir superar o Flamengo. Tudo estaria em uma matéria do UOL. Leia a mensagem que circula online:

Polícia Civil investiga fraude no programa sócio torcedor no Clube VASCO DA GAMA. A Polícia Civil, investiga o clube Vasco da Gama, por suposta, fraude em seu programa sócio torcedor, segundo o Delegado Roberto Foly, foi descoberto vários indícios de CPF falsos e de pessoas falecidas. A polícia junto com o Ministério Publico já abriram inquérito para apurar a fraude, os responsáveis estão sendo investigados.

Polícia investiga fraude no programa de sócio-torcedor do Vasco da Gama?

Não faltaram torcedores enchendo a boca para tentar denunciar a suposta falcatrua, mas será mesmo que há alguma fraude no programa de sócio-torcedor do Vasco sob investigação? A resposta é não.

Vamos lá. A mensagem, por si só, nos causa desconfianças. Isso porque tem algumas das principais características de boatos online como ser vaga, alarmista e com erros de português. Porém, ao contrário da maioria dos fakes, cita fontes confiáveis: o portal UOL e um delegado. Foi a partir daí que começamos a busca.

Primeiramente, tentamos achar mais detalhes sobre esse tal Dr. Roberto Foly. Como imaginávamos, não existe delegado algum com esse nome. Depois, tentamos achar a denúncia em fontes confiáveis. De novo, nada. Por fim, buscamos pela história no UOL. Novamente, nada achamos a respeito da tal denúncia.

É importante citar que o texto tem tantos erros de concordância e vírgulas que, dificilmente, seria publicado no UOL desse jeito. A hipótese mais plausível que temos é que alguém escreveu o tal texto e só colocou a logo do site para dar credibilidade.

Resumindo: a história que aponta que a polícia está investigado um suposto esquema de fraudes no programa de sócio-torcedor do Vasco da Gama é falsa. Não passa de mais um boato futebolístico que circula na internet.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

– Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
– Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
– Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
– Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
– Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2rJGq2y

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)