Fórmula 1: 3 boatos da carreira de Ayrton Senna

São 28 anos sem o maior ídolo brasileiro da Fórmula 1: Ayrton Senna. Confira três boatos da carreira do piloto.

Ayrton Senna é um dos maiores orgulhos do esporte brasileiro e o piloto paulistano ainda é o maior ídolo da Fórmula 1 para nosso país. Tricampeão mundial, Ayrton passou por quatro equipes, com destaque para a McLaren e a Williams.

Seu primeiro GP foi justamente o GP do Brasil, em 1984 e seu último, infelizmente de maneira precoce, foi o GP de San Marino, em 1994. Foi na terceira corrida desta temporada, no dia 1º de maio, na cidade de Ímola, que o mundo viu a última corrida deste ídolo.

Fazendo a terceira melhor volta de toda a corrida, ao entrar na curva Tamburello (famosa por outros acidentes), Senna perdeu o controle do carro e chocou contra o muro de concreto. Mesmo sendo encaminhado ao hospital, Ayrton não resistiu aos graves ferimentos, morrendo poucas horas depois.

Numa carreira de muitas corridas e vitórias, além de destaque mundial, é compreensível que muitos boatos circularam sobre o ídolo, que fez com que a Fórmula 1 entrasse de vez no coração dos brasileiros. Abaixo vamos esclarecer alguns desses boatos. Confira!

Os boatos sobre a carreira de Ayrton Senna

1) Mesmo largando em último, Senna venceu uma corrida na Fórmula 1

Mentira. Senna nunca largou em último nas corridas de F1 e nunca nenhum piloto venceu saindo da última posição do grid. John Watson foi o piloto que mais passou perto deste feito, em 1983, saindo do 22º lugar e vencendo a prova que tinha 26 carros.

A “pior posição” que Senna já largou foi a 5ª posição, em 1990 no GP de Phoenix. Em 1988, no GP de Suzuka, Ayrton caiu para a 14ª posição na primeira volta, mas se consagrou campeão da corrida e do campeonato.

2) Senna assinou um contrato com a Ferrari antes de sua morte

Infelizmente esse boato é mentira, mesmo que fosse o sonho dos fãs e tanto o piloto quanto a equipe tenha falado que era uma possibilidade.

Senna dizia que seu sonho era correr pela Ferrari e encerrar sua carreira na equipe. Esse contrato nunca existiu, mas muitos dizem que a escuderia iria sondar o piloto quando sua parceria com a Williams acabasse.

3) A música “Tema da Vitória” foi criada para ser trilha sonora das vitórias de Ayrton Senna

Poderia ser verdade, mas é mentira. O tema criado em 1983 pelo Maestro Eduardo Souto Neto, e imortalizado pelo grupo Roupa Nova, era tocado para todos os vencedores do GP do Brasil, mesmo que o piloto vencedor não fosse brasileiro.

A partir de 1986, o Tema era tocado nas vitórias de pilotos brasileiros, em qualquer GP. Mas foi Ayrton Senna que fez esse hino tocar mais vezes, para a alegria dos torcedores brasileiros. Por isso, a música remete às vitórias do piloto. Você sabia destes boatos? Se surpreendeu com algum deles?