Croácia vai doar prêmio ganho na Copa para crianças carentes, diz Zlatko Dalic #boato

Boato – Técnico da Croácia, Zlatko Dalic, escreveu carta na qual “detona” os políticos do país e aponta que seleção croata vai doar prêmio de R$ 103 milhões, recebidos pela segunda colocação na Copa do Mundo, para crianças carentes.

Quando terminamos a prometida “tríade croata” (três fake news desmentidas em seguida), achávamos que os boatos sobre a seleção vice-campeã mundial (e também os da Copa do Mundo) haviam acabado. Estávamos enganados. Cá estamos para falar de mais uma “estória” relacionada à equipe de Zlatko Dalic. Por sinal, o técnico da Croácia é figura-chave no caso.

Uma história que circula na internet e que recebeu, inclusive, o aval de veículos de mídia, aponta que Zlatko Dalic escreveu uma carta aberta ao “povo croata”. Entre críticas ao governo do país, o técnico da Croácia apontou que a seleção iria doar todo o prêmio ganho na Copa do Mundo para crianças carentes do país. Leia uma das mensagens que circula online e tradução da carta:

Mensagem: A Seleção da Croácia doará prêmio de R$ 103 milhões recebido na Copa do Mundo para crianças carentes. O treinador da Croácia, Zlatko Dalic, publicou uma carta aberta onde declarou que a seleção vai doar os prêmios conquistados pelo vice-campeonato na Copa do Mundo para crianças carentes. A seleção croata receba 23 milhões de euros (R$ 103 milhões) por conta do vice-campeonato na Rússia.

Carta: Escrevo estas linhas por causa da difícil situação da Croácia. A Croácia é o país mais pobre da União Europeia, governado por pessoas más, por membros de uma organização que já foi declarada criminosa. O povo foi conduzido ao abismo, à miséria, milhões de pessoas abandonaram a sua pátria nos últimos 20 anos. Hoje na Croácia, os nossos reformados não conseguem fazer face às suas necessidades mais básicas, os jovens não conseguem pagar a educação, os cuidados de saúde estão em colapso, o sistema judicial protege o grande capital e é corrupto.

Por isso, peço aos políticos e a todos os representantes das autoridades que levaram o nosso povo ao inferno da miséria, ao desespero e à pobreza, que se afastem da equipe de futebol da Croácia. Não são bem-vindos ao nosso vestiário, não queremos fotos com vocês e nem apertar suas mãos. Foram vocês que fizeram da Croácia o país mais pobre da Europa. A Croácia tem mais de mil quilômetros de costa e temos crianças que nunca viram o mar! Temos crianças que vão para a cama com fome porque os seus pais, que estão desempregados, não têm como dar-lhes de comer.

As pessoas que fizeram isto ao nosso país não são bem-vindas. Por favor, respeitem a nossa decisão, não vistam camisas de futebol nem usem o nosso êxito para a vossa promoção. Só desvalorizam o nosso trabalho e não queremos que o povo da Croácia nos ligue a vocês. A equipe informa que todos prêmios ganhos no Mundial da Rússia serão depositados num fundo especial para as crianças da Croácia. Esse fundo vai financiar férias de crianças que nunca viram o mar Adriático. Os jogadores da seleção estão com o povo croata e vão fazer tudo o que estiver ao seu alcance para ajudar as pessoas mais vulneráveis

Zlatko Dalic disse que Croácia vai doar prêmio de R$ 103 milhões ganho na Copa para crianças carentes?

De fato, ainda faltava a história da “doação” da “seleção heroica” para fechar o pacote das fake news. Em 2014, havíamos desmentido o boato sobre a seleção da Argélia e a Palestina. Assim como na época, a “grande mídia esportiva” caiu como um patinho na história. Sim, porque a carta e a informação são falsas. Para você entender tudo, vamos aos fatos.

Quando batemos o olho na informação (graças a nossa experiência com essa história de “grandes doações”), vimos que ela era duvidosa. De cara, percebemos que todas as notícias sobre o assunto citavam a suposta carta de Zlatko Dalic. Ou seja, para descobrir a verdade só seria preciso descobrir se a carta era real. A fórmula para isso foi procurar a fonte da informação fazendo uma “busca reversa”.

Antes de chegar nos portais brasileiros de notícias (e consequentemente viralizar em nossas redes sociais), a história circulou em sites em inglês. Os sites citavam o Facebook da Federação Croata de Futebol. Só tinha um detalhe: a página não é oficial. A página oficial (perfil verificado) é a Hrvatski nogometni savez. A página fake que publicou a informação é Hrvatska nogometna reprezentacija.

Quando a história começou a circular na internet, a Federação Croata de Futebol desmentiu a informação. De acordo com o site Four For Two (versão Austrália), o porta-voz da entidade apontou que autor da mensagem foi o jornalista croata Igor Premuzic. Ao buscar pela publicação original, há a informação que a carta foi escrita em um “universo paralelo”.

Só para garantir se havia algum tipo de doação para crianças por parte da Croácia, resolvemos pesquisar. Como era de se imaginar (e vamos convir que não é simples doar R$ 103 milhões), nada encontramos sobre doação do dinheiro ganho na Copa. O máximo que achamos foi a notícia de uma doação mais modesta (e bem mais factível): camisetas para os garotos resgatados em uma caverna da Tailândia.

Resumindo: para aqueles que acham que a grande mídia também não publica fake news, tá aí a prova. Claro que a história não foi publicada com dolo, mas o fato é que a informação que aponta que Zlatko Dalic afirmou que a seleção croata vai doar o prêmio da Copa para crianças carentes é falsa. É mais um boato que circula online. Em tempo: alguns dos portais que publicaram a informação já fizeram a correção. Outros, ainda não.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)