3 boatos sobre o mundo dos esportes e games que deram o que falar recentemente

Escolhemos aqui 3 boatos sobre o mundo dos jogos que já deram o que falar, e eles incluem consoles, empresas desenvolvedoras e jogadores de futebol e apostas. Acompanhe conosco estes boatos e a explicação de cada um deles a seguir.

Não é segredo que o mundo dos jogos, sejam eles em console ou online, possuem muitas informações; e é claro que no meio de tanta informação haveria alguns boatos e fake news. Conceitualmente, os boatos, conhecidos popularmente como fake news, consistem nas informações falsas que viralizam pela internet, e que normalmente tem origem em notícias distorcidas e compartilhadas pelos leitores.

No Brasil, a questão das fake news levanta muita discussão, embora no âmbito da Justiça Comum elas possam ser consideradas crimes contra a honra. Pensando nisso, trouxemos 3 boatos sobre o mundo dos jogos que já deram o que falar. Eles contam com o nome de empresas como a PlayStation, Xbox e até mesmo jogadores de futebol. Veja!

Fake 1: Hernán Barcos apostou 10 mil que não levaria cartão amarelo no jogo contra o Vasco

Atualmente, muito se popularizaram as casas de apostas online, que oferecem muitas possibilidades de entretenimento para todos os públicos, oferecendo palpites de jogos, prognósticos e muito mais. E esse outro boato se aproveitou dessa brecha, e o que se espalhou no mundo dos jogos, e claro, nas redes sociais é que Hernán Barcos, ex-atacante do Cruzeiro e atual Alianza Lima teria investido R$ 10 mil em casas de apostas no ano de 2018.

Segundo a notícia falsa, o jogador teria apostado que não levaria cartão amarelo no jogo contra o Vasco da Gama, aproveitando o seu conhecimento e a sua posição de jogador para se beneficiar nas apostas e ganhar dinheiro. Embora o jogador realmente possua conta em sites de apostas, as notícias afirmam que ele não recebeu nenhum valor das apostas realizadas. Portanto, a notícia que Barcos apostou 10 mil, afirmando que levaria cartão amarelo no jogo contra o Vasco da Gama é fake!

Fake 2: Negociação de franquia entre PlayStation e Konami

Uma das grandes fake news do mundo dos jogos que aconteceu neste ano envolve dois nomes grandes, que é o nome da PlayStation e da Konami. Por si só, a Konami é dona de grandes franquias de games como o Metal Gear, Silent Hill e Castlevania, e o fato da empresa não ter lançado novos jogos faz com que os jogadores fiquem na esperança de alguma notícia.

Partindo desse anseio por novas parceiras das franquias, surgiu um boato de que a Konami havia vendido uma das suas IPs mais populares para a Sony, que é a empresa dona dos consoles PlayStation. Assim, as franquias mais cotadas seriam Silent Hill ou Metal Gear Solid, que são as mais populares entre os jogadores.

Contudo, a notícia foi desmentida por um usuário no Twitter, que afirmou que a notícia não passava de uma brincadeira para ganhar seguidores e alavancar o seu perfil. Infelizmente, o boato de que a Konami havia vendido uma franquia muito popular para a Sony é falso.

Fake 3: Xbox Series S aquece e solta fumaça

Outro grande boato que circulou nas redes sociais recentemente é que o Xbox Series S estava superaquecendo, ao ponto de soltar um grande volume de fumaça. Assim, o boato ganhou forma após o lançamento global do console, que trazia grandes promessas em relação à qualidade e experiência de jogo. Para tranquilizar os jogadores, a própria Microsoft publicou uma nota explicativa, trazendo o seguinte esclarecimento: “levamos a segurança dos nossos produtos a séries, e eles estão dentro dos padrões da indústria. Estamos investigando a fundo a situação.”

Embora alguns consoles tenham apresentado defeitos, as notícias afirmam que a fumaça que está nos vídeos são provenientes de cigarros eletrônicos (vapers). Portanto, a notícia de que os Xbox Series S estavam superaquecendo e soltando fumaça nada mais é do que fake news.