Luciano Huck compra votos no Nordeste e Norte para eleições 2022 com Zap do Bem #boato

Boato – Por meio a iniciativa Zap do Bem, Luciano Huck está comprando votos nas eleições de 2022 nas regiões Norte e Nordeste.

A cerca de uma semana do primeiro turno das eleições de 2022, o que não tem faltado é história antiga voltando a circular. A última delas aponta para uma suposta ação do apresentador Luciano Huck em relação ao pleito.

Um vídeo dele apresentando uma iniciativa chamada Zap do Bem está viralizando como se fosse de uma doação. No vídeo, ele informa que a pessoa que receber uma mensagem do número 21.30944888 teria acabado de ganhar R$ 200.

Junto ao vídeo, há denúncias de que a oferta é recente e que o dinheiro seria uma compra de votos para moradores das regiões Norte e Nordeste do Brasil. Leia algumas das mensagens que estão circulando online:

Confira o desmentido em vídeo

Versão 1: COMEÇOU A COMPRA DE VOTOS NO NORTE! GRANA CHINESA! IGUAL NA ARGENTINA! VAMOS DIVULGAR!!!!! Versão 2: E assim começa o processo de Compra de votos no Nordeste. Vamos fazer rodar esse vídeo até chegar em todos outros estados e queimar logo esse safado na largada. Começou a chegar a GRANA CHINESA, como fizeram na Argentina Por isso o Brasil é @jairbolsonaro Versão 3: Luciano Hulk já começou a comprar votos no Nordeste. Chama-se Zap do Bem. E assim continuam as sacanagens. Voto=R$200,00

Luciano Huck compra votos no Nordeste/Norte para eleições 2022 com Zap do Bem?

Não demorou para a história circular com todas as forças em redes sociais bolsonaristas. Porém, não é verdade que Luciano Huck fez a tal compra de votos para as regiões Norte e Nordeste com o Zap do Bem.

Ao contrário do que sugerem as mensagens, o vídeo sequer é recente. Ele foi gravado no início da pandemia da Covid-19 (no primeiro semestre de 2020). Em um período no qual era recomendado que se ficasse em casa para se evitar a disseminação do novo coronavírus, a iniciativa buscava ajudar famílias carentes (o Auxílio Emergencial ainda não havia sido lançado).

Em 2020, o Boatos.org teve que desmentir a informação que se tratava de “compra de votos” por parte de Luciano Huck (na época, ele era um possível candidato à Presidência da República). Relembre o que escrevemos:

Vamos aos detalhes! Para começo de história, a publicação apresenta diversas características de fake news. Ela é vaga, alarmista, possui erros de português e não cita fontes confiáveis.

Por se tratar de uma denúncia grave, a publicação necessitaria, no mínimo, de provas. E bem, não existe nenhuma prova de que Luciano Huck estaria comprando votos no nordeste. Muito pelo contrário, alguns indícios mostram que não é possível falar que o objetivo é eleitoreiro.

Além disso, o projeto “Zap do Bem”, de fato, existe. Ele nasceu da iniciativa de diversos empresários com o intuito de ajudar famílias em situação de vulnerabilidade durante a pandemia da Covid-19. A plataforma recebe doações de empresários e pessoas físicas. Esse dinheiro é depositado em poupanças digitais que são direcionadas a cada família.

A partir disso, precisamos esclarecer algumas coisas. Como é possível ver na página do projeto, o dinheiro não vem apenas do apresentador Luciano Huck. O projeto recebe doações tanto de artistas e empresários quanto de pessoas físicas. Na página do projeto, por exemplo, é possível ver o humorista Whindersson Nunes e o apresentador Luciano Huck ajudando na divulgação da plataforma.

Se isso não bastasse, ganhar uma eleição não é tão simples quanto parece. É necessário conseguir muitos votos mesmo para se eleger presidente do Brasil. Em 2018, por exemplo, Jair Bolsonaro precisou de quase 58 milhões de votos para se eleger. De acordo com o site oficial do projeto “Zap do Bem”, cinco comunidades já foram ou ainda serão beneficiadas. Logo, comprar votos por meio de uma plataforma não faz muito sentido (e nem seria útil com a quantidade de pessoas ajudadas), uma vez que o projeto é limitado e as contas precisam ser prestadas.

Por fim, se partirmos dessa ideia de compra de votos por meio de ajuda financeira durante a pandemia, poderíamos até dizer que o próprio presidente Jair Bolsonaro estaria comprando votos por meio do auxílio emergencial. Ou ainda que o ex-presidente Lula comprou votos por meio do Bolsa Família. Se a situação não se aplica pra um, então, não vale para nenhum. Simples assim.

Ao buscar por informações atualizadas sobre o programa, temos o número de 10 mil pessoas beneficiadas em 2020. Ou seja: ainda é um número que não serve para eleger nem um governador (que dirá um presidente).

Resumindo: é falsa a história que aponta que Luciano Huck está comprando votos nas eleições de 2022 por meio da iniciativa Zap do Bem. Trata-se de uma ação de 2020 que não tem relação com as eleições atuais ou com algum dos candidatos.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet