Filha de Aldir Blanc grava vídeo alertando para coronavírus ativo um mês após a doença #boato

Boato – A filha de Aldir Blanc gravou um vídeo falando que, um mês após ter contraído o coronavírus, continua testando positivo e que está contaminando as pessoas. No fim, ela pede atenção à doença.

Em meio às dezenas de milhares de mortes causadas pela Covid-19, há nomes de pessoas famosas. Uma delas é do compositor Aldir Blanc, que faleceu no dia 4 de maio de 2020. Passados mais de um mês após a morte dele, um vídeo que seria da sua filha circula na internet.

De acordo com a mensagem que acompanha a filmagem, a “filha de Aldir Blanc” teria dado um relato falando que perdeu o pai para o coronavírus e que, um mês após sentir os primeiros sintomas, continuava testando positivo. No final do vídeo (que não iremos exibir aqui), a mulher alerta que o coronavírus não “mata só velhinho”. Leia algumas das mensagens que circulam online:

Confira o desmentido em vídeo

Versão 1: Filha de Aldir Blanc… Muito importante. Passem adiante… Consciência do momento e amor ao próximo é fundamental. Versão 2: Ela é filha do Aldir Blanc. A informação dela sobre o vírus é importante. Versão 3: Filha do Aldir Blanc alerta para os perigos da contaminação que continua após a doença.

Filha de Aldir Blanc grava vídeo alertando para contaminação um mês após contrair o coronavírus?

Muita gente compartilhou os vídeos, principalmente por se tratar da filha de alguém conhecido fazendo um alerta. Mas será mesmo que a filha de Aldir Blanc é quem está na filmagem? A resposta é não. Vamos aos fatos.

As mensagens, por si só, já nos causam desconfianças. Elas têm características de boatos online como ser vagas (sequer diz o nome da “filha de Aldir Blanc”) e extremamente alarmistas. Ao buscar sobre o tal relato em fontes confiáveis, nada encontramos. Ao contrário, encontramos desmentidos.

Ao buscar pelas redes sociais de uma das filhas de Aldir Blanc, Isabel Blanc, descobrimos um desmentido enfático em relação ao assunto: “Eu não sou essa pessoa e nunca a vi antes”, disse no Twitter. Vamos raciocinar: se a filha de Aldir Blanc nunca viu essa pessoa antes, não há chances de ela ser “uma irmã”.

Já deu para ver que o vídeo não é da filha de Aldir Blanc. Mas em relação ao conteúdo? Há pontos corretos e há pontos que precisam ser ponderados. É fato, como a mulher da filmagem fala, que é preciso ter cuidado com o coronavírus, que não “atinge só velhinhos” (apesar de a maioria dos óbitos ser, de fato, de pessoas idosas e com comorbidades) e que, caso a pessoa continue testando positivo, o ideal é ficar em casa.

Porém, é importante citar que, pelo menos por enquanto (como a Covid-19 é uma doença nova e pesquisadores ainda estão se debruçando sobre ela), há alguns fatores a serem considerados no caso descrito. O primeiro é que o teste tem uma certa possibilidade de ter dado um falso positivo, visto que um mês é tempo suficiente para que anticorpos sejam criados e o que o teste pode ter “detectado” é um fragmento do vírus contido em células mortas de uma pessoa recuperada.

O segundo é que, de acordo com especialistas (pelo menos por enquanto), a pessoa que se recuperou da doença (ou seja, não teve problema após 14 dias de infecção) não tem capacidade de infectar outras pessoas.

Mesmo com todas as ponderações, a mulher do vídeo está certa em manter o isolamento mesmo após um mês da apresentação dos sintomas. Falamos isso justamente por causa da confiabilidade dos testes. Assim como o teste “de agora” pode ter apontado um falso positivo, o teste “de antes” também pode ter sido um falso positivo e a mulher ter se infectado posteriormente (há menos de 14 dias). Enfim, em uma doença nova como a Covid-19 precaução nunca é demais.

Independentemente do mérito do conteúdo do relato da mulher do vídeo, o fato é que não se trata da filha da Aldir Blanc. Isabel, uma das filhas dele, disse que nunca viu a pessoa antes. Ou seja: trata-se de mais um boato que circula online.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2CZjkqO

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet