Faustão chama Bolsonaro de imbecil durante programa na Globo #boato

Boato – O apresentador Fausto Silva chamou o presidente Jair Bolsonaro de imbecil durante o programa Domingão do Faustão da TV Globo.

Está mais do que claro que os eleitores mais fiéis do presidente Jair Bolsonaro não nutrem muita simpatia pela “grande mídia” e pela “classe artística”. No meio dessa “atmosfera”, um dos alvos preferidos é a TV Globo. E é claro que qualquer coisa (mesmo) pode virar munição para um ataque. É o caso da história de hoje.

Tudo começou com uma declaração do apresentador Fausto Silva durante o programa Domingão do Faustão que foi ao ar no dia 6 de janeiro de 2019. Durante mais um dos seus “desabafos em stand up”, Faustão deu uma “lição de moral” no brasileiro com a seguinte declaração (não vamos colocar o vídeo aqui, mas com um Google você acha):

“Na hora do Carnaval e da seleção, o brasileiro [e nós sabemos muito bem] é um povo que tem união, tem solidariedade, tem uma integração. Por que isso não acontece nas coisas sérias? Luta por educação, saúde pública, contra a corrupção, contra a incompetência. O imbecil que está lá – e não devia estar – pode até ser honesto, mas é um idiota que está e está ferrando com todo mundo”.

Bastaram as palavras serem ditas pelo apresentador para a “internet” apontar que Faustão tinha chamado Bolsonaro de imbecil. “O apresentador Faustão chamou o Presidente Bolsonaro de imbecil”, apontou uma postagem no Facebook. “Faustão chama Bolsonaro de imbecil e Sophie Charlotte defende a Amazônia e o Carnaval”, apontou uma postagem no Twitter.

Faustão chamou Bolsonaro de imbecil durante programa na TV Globo?

O assunto chegou ao primeiro lugar no Twitter e gerou até outras notícias falsas como a que apontava que Faustão teria dito que “iria embora do Brasil” se não parassem de incomodá-lo (não vimos necessidade de desmentir essa ainda). Mas será mesmo que Fausto Silva estava se referindo a Bolsonaro quando falou em o “imbecil que tá lá”? A resposta é não. Vamos aos fatos.

É fato que a declaração foi um tanto quanto dúbia. Porém, em nenhum momento Faustão fala o nome de Bolsonaro, Temer ou seja lá quem for. Tudo que surgiu na internet partiu da interpretação de usuários de redes sociais (tanto os favoráveis como os contrários a Bolsonaro). Se analisarmos mais dois detalhes, a tese de que o apresentador estava se referindo ao novo presidente se enfraquece um pouco mais.

O primeiro é que o programa, que é um especial sobre os 30 anos do Domingão do Faustão, foi gravado em novembro do ano passado. Faustão até poderia saber que Bolsonaro seria presidente, mas é impossível ele falar que o “imbecil está ferrando todo mundo” (afinal, Bolsonaro nem havia tomado posse). O segundo é que Faustão, apesar de fazer críticas à classe política, dificilmente cita nominalmente os escolhidos.

Para por uma pá de terra na história, o próprio Fausto Silva veio a público explicar a fala dele sobre o “imbecil que tá lá”. Em um vídeo enviado ao colunista Flávio Ricco do UOL (e a outros jornalistas), Faustão reafirmou que não estava falando de Bolsonaro. Leia trechos da transcrição e assista ao vídeo:

O programa de domingo passado foi gravado. Ainda assim, em nenhum momento eu falei a respeito do atual presidente, muito menos dos eleitores, no termo “imbecil”. Quando usei a palavra, usei para explicar que muitas vezes o político imbecil, que não está preparado pra ser eleito e nem sabe porque esta lá, ele acaba entrando nessa onda da vaidade e esquece dos problemas do país. […]

Esse foi o contexto e objetivo que falei, jamais falando especificamente de uma pessoa ou dos eleitores dessa pessoa. Até porque, quando houve o resultado, o que eu falei foi ao eleito, democracia é isso, ele tem que se preocupar em governar pra todo mundo. Aos derrotados, façam uma autocrítica e principalmente tenham humildade de reconhecer a derrota, até porque, só assim vocês poderão engrandecer o Brasil, fazendo uma oposição coerente e consistente, mas pensando no país e não nos próprios interesses.

Apesar da celeuma criada após a fala de Faustão durante o seu programa dominical (isto é polarização, baby), a história que aponta que ele chamou Bolsonaro de imbecil é falsa. Na verdade, o apresentador estava se referindo à “políticos genéricos”. Fala explicada, boato desmentido, bora para a próxima.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)