Datena deseja que hospital onde Bolsonaro está internado pegue fogo #boato

Boato – Durante programa ao vivo, o apresentador José Luiz Datena desejou que o hospital Vila Nova Star, onde o presidente Jair Bolsonaro está internado, pegasse fogo.

Em tempos de polarização política (que também podemos chamar de histeria política) qualquer declaração dúbia pode dar margem a interpretações erradas e, consequentemente, a informações distorcidas. E a última delas trata do apresentador José Luiz Datena e do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com textos publicados em blogs (tanto de direita como de esquerda) e redes sociais, Datena teria desejado, ao vivo, que o hospital Vila Nova Star, onde está internado o presidente Jair Bolsonaro, pegasse fogo.

A prova disso seria uma declaração que ele deu ao vivo na edição do programa Brasil Urgente do dia 13 de setembro de 2019. Enquanto conversava com repórteres, ele falou a seguinte frase: “O hospital que o Bolsonaro está é da rede D’Or também, né? Pois é, não pegou fogo”.

Com base na frase, muita gente começou a “acreditar” que Datena teria se lamentado pelo fato do hospital onde estava Bolsonaro não ter pego fogo. Em um dos casos, acharam até um motivo: Datena não ter sido convidado para o 7 de setembro. Leia:

Datena deseja que Hospital onde Bolsonaro está internado pegue fogo Mesmo que tivesse outros pacientes internados, Datena? (O que acontece de fato é que Bolsonaro está conseguindo fazer com que os canalhas se revelem, só isso!). Datena lamenta que hospital que Bolsonaro está não pegou fogo. Despeito porque não foi no palanque no 7 de setembro?

Datena desejou que hospital onde Bolsonaro está internado pegasse fogo?

Muita gente comentou sobre o assunto (tanto a galera da direita como da esquerda) e o assunto chegou a entrar nos trends topics do Twitter. Só há um detalhe: a informação de “desejo” de morte (pelo menos com o que temos) não procede. Vamos aos fatos.

Assistimos algumas vezes o vídeo para buscar uma interpretação e chegamos a conclusão inicial de que, apenas com o vídeo não é possível aferir que Datena deseja a morte de Bolsonaro. Há interpretações, como a de que ele quis supor que o hospital onde Bolsonaro está tenha um sistema de segurança contra incêndios melhor do que o hospital Badim, até mais plausíveis do que essa.

E aí temos que falar sobre o conceito de pós-verdade. Se você não sabe, essa designação (que foi palavra da moda antes de fake news) é dada à circunstância nas quais os fatos objetivos são menos influentes do que emoções ou crenças pessoais.

Relacionando ao nosso tema: mesmo que Datena não tenha desejado a morte de Bolsonaro, muitas pessoas passaram a “querer acreditar” que Datena desejou. Para a esquerda, isso geraria um conflito entre duas figuras que têm algumas ideias parecidas (principalmente em relação à área de segurança pública). Para a direita, seria mais uma prova que a “mídia” é esquerdista.

Tá complicado, né? Vamos resumir aqui: 1) Datena não diz no vídeo que deseja a morte de Bolsonaro. 2) Mesmo assim, muitas pessoas passaram a acreditar que Datena desejou a morte de Bolsonaro porque é uma tese “confortável” a visão de mundo delas. 3) A tese passou a ser encarada como real.

Para terminar (e corroborar com toda essa “teoria das fake news”), o próprio apresentador tratou de desmentir a informação. Na edição de 14 de setembro de 2019 do Brasil Urgente, ele desmentiu que tenha desejado a morte de Bolsonaro, disse que gosta do presidente e chamou os criadores da fake news de imbecis. Assista:

Resumindo: a história que aponta que o apresentador José Luiz Datena desejou a morte do presidente Jair Bolsonaro é falsa. Além de a fala dele não significar claramente (nem “escuramente”) isso, o apresentador desmentiu a informação. Fim.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)