Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Ciência > Crateras que estão aparecendo em Gramado (RS) não estão sendo causadas por falha geológica

Crateras que estão aparecendo em Gramado (RS) não estão sendo causadas por falha geológica

Falha geológica é o que está causando crateras em Gramado (RS), diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Falha geológica é a responsável pelo aparecimento de crateras, em Gramado (RS). Esse seria o primeiro caso no Brasil.

Análise

O sul do país está sendo fortemente atingido por chuvas intensas e volumosas. No Rio Grande do Sul, cerca de 30 mil pessoas tiveram que deixar suas casas. Em Gramado (RS), um edifício desabou, após rachaduras começarem a aparecer na cidade.

E de acordo com uma história que está circulando nas redes sociais, as crateras que estão aparecendo em Gramado (RS) teriam uma explicação um pouco mais complexa. Segundo as publicações, as crateras estariam sendo causadas por causa de uma falha geológica, algo nunca visto no Brasil, e estariam dividindo a cidade ao meio. Confira:

“Cidade de GRAMADO RIO GRANDE DO SUL ESTÁ ABRINDO AO MEIO BAIRROS INTEIROS SENDO EVACUADOS… ACREDITA-SE SER UMA FALHA GEOLÓGICA ALGO JAMAIS VISTO NO BRASIL”.

Vídeo: não é verdade que borra de café seja a melhor solução mosquito da dengue

A história ganhou uma enorme proporção nas redes sociais, em especial, no Facebook e deixou muita gente preocupada. Apesar disso, a história apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis.

Com isso, investigamos um pouco mais sobre essa história e vamos te explicar, em detalhes, se ela é verdadeira ou não: 1) Há crateras se abrindo na cidade de Gramado? 2) O que é uma falha geológica? 3) As crateras que estão se abrindo em Gramado são falhas geológicas e são algo inédito no Brasil?

Checagem

Há crateras se abrindo na cidade de Gramado?

Sim. Desde que as fortes chuvas voltaram a atingir o Rio Grande do Sul, diversas rachaduras têm sido registradas no município de Gramado (RS). Algumas chegam a ter cerca de 150 metros de extensão e obrigaram diversos moradores a deixarem suas casas. Além disso, por conta das rachaduras, o asfalto cedeu e a Prefeitura precisou interditar diversas ruas. Apesar das imagens assustadoras, não é verdade que a cidade está se abrindo ao meio.

O que é uma falha geológica?

O mundo todo se sustenta em placas tectônicas, que compõem a crosta terrestre. As placas tectônicas estão em constante movimentação e possuem um pequeno espaço para se mover. Isso significa que vão se pressionando umas contra as outras, gerando tensão e liberação de energia, que se converte em terremotos.

Toda placa tectônica é recortada por blocos de rochas de várias dimensões. Esses recortes são as falhas geológicas, que acontecem quando um bloco de rocha contínuo sofre uma fissura e separa-se em dois pedaços que, por sua vez, se deslocam de forma horizontal ou vertical. As falhas não conseguem ser cicatrizadas e, com o tempo, podem levar ao rompimento total do bloco de rocha, causando terremotos e destruição.

As crateras que estão se abrindo em Gramado são falhas geológicas e são algo inédito no Brasil?

Não e não. A Defesa Civil e a Prefeitura de Gramado (RS) estão analisando a situação com especialistas para poder determinar a causa das rachaduras. Porém, eles acreditam que as rachaduras foram causadas pelas fortes chuvas que vêm atingindo os municípios gaúchos desde outubro de 2023. Segundo os especialistas, a quantidade de chuva sobrecarregou o solo da região, que não foi capaz de absorver toda a água. Além disso, eles destacam que o próprio relevo de Gramado (que é uma serra) e a ação humana predispõe a esse tipo de caso. Vale ressaltar que o aparecimento de rachaduras no solo em períodos de chuvas intensas no Brasil não é algo raro (e já registramos vários episódios parecidos aqui, aqui e aqui).

Se isso não bastasse, como explicamos anteriormente, as falhas geológicas são mais profundas e, de acordo com estudos brasileiros, Gramado (RS) não é cortada por uma falha geológica. Segundo um estudo do Instituto de Geociências, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o Brasil possui 48 falhas geológicas em todo o seu território.

A maior parte delas está localizada no Nordeste e no Sudeste, em especial, em Minas Gerais e São Paulo. Segundo o mapa do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), o Rio Grande do Sul possui apenas uma falha geológica. Ela foi catalogada com o nome de “falha geológica BR 41” e é conhecida popularmente como “Falha de Pelotas”. A falha geológica BR 41 começa no sul de Porto Alegre e se estende até quase o Chuí. A Lagoa dos Patos e a Lagoa Mirim estão em cima dela.

Conclusão

Fake news ❌

As crateras que surgiram em Gramado (RS) não foram causadas por uma falha geológica. Especialistas, como geólogos e técnicos, ainda estão avaliando a situação. Porém, eles acreditam que o excesso de chuva tenha sido o responsável pelas rachaduras. Segundo ele, a quantidade de chuva foi tanta que o solo não conseguiu absorver toda a água, gerando uma espécie de lubrificação entre o solo e a rocha, o que leva aos deslizamentos e às rachaduras. Eles também destacam que a ação humana e o próprio relevo de Gramado (que é uma serra) acabam colaborando para esse tipo de situação. Por fim, o Rio Grande do Sul possui sim uma falha geológica, mas ela está distante de Gramado (RS) e não apresentou movimentações nos últimos tempos.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610)