Asteroide vai se chocar com a Terra em fevereiro de 2017 #boato

Boato – Agora é sério! Mundo vai acabar após asteroide se chocar com a Terra no dia 16 de fevereiro de 2017. Previsão é do renomado astrônomo russo Dyomin Damir Zakharovich.

E lá vamos nós. Não foram poucas as vezes que o Boatos.org arregaçou as mangas e desmentiu boatos relacionados ao fim do mundo. Isso aconteceu em 2013, 2014, 2015 e 2016. Pois bem, 2017 chegou e mais uma “previsão” de fim do mundo assusta os terráqueos.

A última história aponta que um asteroide vai se chocar com a Terra no dia 16 de fevereiro de 2017. A notícia, que virou pauta em muito veículo de comunicação aqui no Brasil, dá conta que o astrônomo russo Dyomin Damir Zakharovich garante que o fim do mundo vai acontecer antes do carnaval. Leia:

Astrônomo afirma que asteroide catastrófico se chocará com a Terra em 16 de fevereiro

 O planeta pode estar com os dias contados. Ao menos, no entendimento do especialista em astronomia russo Dyomin Damir Zakharovich.

De acordo com ele, conforme publicação do jornal do Reino Unido, Daily Mail, o asteroide 2016WF9, descoberto no ano passado, não passará apenas nas proximidades da Terra, como afirma a NASA, mas sim, se chocará com o planeta, gerando um super tsunami, com chances reais de acabar com a civilização.

Asteroide vai se chocar com a Terra em fevereiro de 2017?

É claro que a história gerou preocupação em muitas pessoas. Mas será mesmo que é verdade a tese que aponta que um asteroide vai se chocar com a Terra no dia 16 de fevereiro de 2017? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Essa história surgiu após a Nasa divulgar, em 2016, que o asteroide WF9 (que tem de 500m a 1km) vai passar “perto” da Terra no dia 15 de fevereiro. O perto, de acordo com a Nasa, seria a 51 milhões de km.

Ainda no ano passado, o “dr. Zakharovich” teria afirmado que “está tudo errado”. De acordo com ele, o asteroide chegaria à Terra em 16 de fevereiro e passaria a “zero” daqui. Ou seja, se bateria.

À época, a história chegou a ser compartilhada em sites “profissionais” de teorias da conspiração (aqueles que falam em Illuminatis, Nova Ordem Mundial e Nibiru). Tudo ficaria apenas por lá se não fosse um detalhe: no dia 26 de janeiro, o tabloide britânico Daily Mail resolveu publicar a história.

Como tem muita gente que “se baseia” no Daily Mail para pautas, a história espalhou para os quatro cantos do mundo. Só faltou um detalhe: checar um pouco mais as informações.

Tentamos buscar mais informações sobre o tal astrônomo. Por incrível que pareça, não achamos nenhum grande estudo dele no Google Acadêmico ou mesmo qualquer informação relevante antes da “grande revelação”. Ou seja, ou Dyomin Damir Zakharovich não existe ou ele não tem a mínima autoridade no meio científico. Como acreditar no cálculo dele então?

Para além disso, a Nasa reiterou que o tal asteroide não apresenta riscos para a vida da Terra. Neste artigo, a Agência diz o seguinte: “A trajetória do 2016 WF9 está bem compreendida e o objeto não é um risco para a Terra no futuro”.

Sendo assim, pode programar o que você vai fazer no carnaval. A história que aponta que o WF9, asteroide com nome de “centroavante matador”, vai se chocar com a Terra e matar a todos é falsa. Não passa de uma teoria da conspiração publicada por alguém que sequer tem registros de trabalhos acadêmicos.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de Kelly Santos, Marília Silva e de diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tem ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)