Travesti Natasha Britney Robert bate em playboys que tentaram a agredir #boato

Boato – Sete playboys filhinhos de papai tentaram agredir a travesti Natasha Britney Robert na cidade de Maceió (AL) e acabaram levando uma surra.

Não são raros os casos de agressões a minorias no Brasil. Um dos grupos que mais sofrem com isso é o de travestis e transexuais. Dados da ONG Transgrender Europe apontam que o Brasil é o país onde mais se mata pessoas transgêneras. Talvez seja esse o motivo de uma postagem estar sendo compartilhada com força por aí.

De acordo com um texto que viralizou no Facebook, sete filhinhos de papai que tentaram agredir uma travesti em Maceió (AL) se deram mal. Ao se depararem com Natasha Britney Robert, eles levaram uma surra daquelas. Leia uma das versões da história que circula online:

PLAYBOIS TENTAM AGREDIR TRAVESTI E ACABAM APANHANDO Sete filhinhos de papai deram entrada hoje de madrugada no HGE após levar uma surra de Natasha Britney Robert,na porta de uma casa de show em Maceió.

Britney disse que eles começaram a zoar da cara dela e tentaram agredi-la. “Como treinei jiu jitsu e muay thai por mais de 10 anos e aprendi que tenho o direito de me defender,não pensei duas vezes e rodei a vuadora neles,sabe bixa?”,informou Natasha ao Repórter do Resenha Notícias.

Os médicos disseram que por enquanto não é recomendável retirá-los da linha vermelha do hospital,onde seguem internados em estado grave. Foto: Natasha Britney Robert faz pose na Central de Polícia.

Travesti Natasha Britney Robert bate em playboys que tentaram a agredir?

É claro que teve muita gente empolgada com a história. Mas será mesmo que a tal travesti Natasha Britney Robert bateu em sete playboys que tentaram a agredir? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Ao ler a mensagem já ficamos desconfiados por alguns detalhes. O primeiro é que a mensagem é escrita em um tom bem jocoso e, apesar de parecer uma “notícia” (se falarmos em padrão de estrutura), tem alguns erros de português e também cita um site de notícias que não existe (mas com o nome de “Resenha Notícias” deveria existir).

Só para terminar, tentamos buscar por alguém com esse nome (muito massa, aliás) e não encontramos. Não existe nenhuma Natasha Britney Robert. Aliás, a pessoa da foto tem um nome muito mais “modesto”.

Trata-se de Estefany e a imagem é de quando ela foi acusada de matar um soldado da Marinha em 2012 no Rio de Janeiro (note no símbolo da Polícia Civil ao fundo da imagem). Meses depois o MP a denunciou pelo crime. Não tivemos mais notícias sobre o desdobramento do caso, mas já dá para saber que não tem nada a ver com o que estão falando por aí.

Resumindo: a história que aponta que a travesti Natasha Britney Robert bateu em sete playboys que tentaram a agredir é falsa. A história é uma “piadinha” (não vamos opinar da qualidade dela) e a imagem é de uma travesti acusada de homicídio em 2012.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)