STF autoriza casamento de homem com jumenta no Ceará #boato

Boato – O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou o casamento entre um homem de 37 anos e uma jumenta no Ceará.

As (forçadas e desnecessárias, por sinal) polêmicas geradas pela pressão para aprovação do voto impresso para as eleições de 2022 tem feito com que o Judiciário se torne (novamente) um dos principais alvos de fake news na internet. No caso de hoje, uma notícia foi ressuscitada e voltou a viralizar.

De acordo com textos publicados em aplicativos de mensagem e, posteriormente, em sites pequenos de notícias (normalmente, de cidades do interior do Brasil), o STF teria autorizado o casamento entre um homem de 37 anos e uma jumenta no interior do Ceará. Leia trechos do texto que circula online:

STF AUTORIZA CASAMENTO DE HOMEM DE 37 ANOS COM UMA JUMENTA NO INTERIOR DO CEARÁ O STF encerrou uma Polêmica nesta ultima sexta-feira. Uma história de amor nada habitual entre um homem e uma jumenta. Deusimar Santos de Oliveira de 37 anos, morador de Itapipoca Município no Ceará, entrou na Justiça para legalizar o seu casamento com uma jumenta. De início o processo tinha sido arquivado, porém o homem recorreu ao Supremo Tribunal Federal, que concedeu a permissão para união estável em casamento do Homem com a jumenta. […] Além do direito a união estável, o homem poderá ainda transferir todos seus bens para a jumenta.

STF autorizou casamento de homem com jumenta?

A notícia causou espanto e, claro, muitos xingamentos em comentários ao STF. O que muitos que se manifestaram não perceberam é que a informação que fala de casamento entre homem e jumenta no Ceará é falsa. Na realidade, é uma fake news antiga que “surgiu das cinzas”.

Ao buscar pelo personagem citado na história (Deusimar Santos de Oliveira), nada encontramos sobre a história da “jumenta” em fontes confiáveis. A única coisa que há na internet é o mesmo texto da “notícia do STF” (em todos os casos com as “mesmas palavras”). Se fosse real, o caso viraria notícia e, com certeza, geraria outras notícias.

Também nada encontramos sobre o STF ter tomado qualquer decisão a respeito do tal casamento do “homem com jumenta”. Não há qualquer decisão favorável ao “seu Deusimar” tampouco qualquer tipo de posicionamento favorável a esse tipo de união estável ou matrimônio.

Em alguns casos, a mensagem é acompanhada de uma imagem com os dizeres @gshowplay. Quem pensa que se trata de um serviço da Globo, se engana. Na verdade, o nome é de um site já extinto que, lá pelos idos de 2017/2018, vivia espalhando informações falsas na internet. Ou seja: pegaram uma notícia falsa publicada em um “site especializado” e republicaram por aí sem nenhuma checagem.

Resumindo: é falsa a história que aponta que o STF autorizou o casamento entre um homem e uma jumenta no Ceará. Trata-se de uma notícia falsa criada há alguns anos por um site que nem existe mais e que foi “ressuscitada” agora que o Supremo entrou na mira das fake news na web.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet