Saidinha do Dia dos Pais vai de 7 a 16 de agosto e representa grande perigo à sociedade #boato

Boato – Presos de todo o país receberam benefício da “saidinha” por conta do Dia dos Pais e cidadãos devem ter atenção redobrada.

Que as fake news não dão descanso, isso todo mundo já sabe. Mas existe um tipo delas que todo ano já é esperado: os boatos sazonais. Mas o que é isso? São aquelas histórias que, em determinadas épocas do ano, sempre viralizam.

Um exemplo clássico são as fake news sobre gripes ou doenças virais durante o inverno, já que a maioria das pessoas acaba ficando em ambientes fechados por mais tempo. Outro exemplo são os presos e as famosas “saidinhas” durante feriados. E a história de hoje, claro, não poderia ser diferente.

Com a proximidade dos Dia dos Pais (que, em 2019, ocorre no dia 10 de agosto), algumas publicações ganharam força nas redes sociais. De acordo com várias mensagens, presos de todo o país teriam recebido o benefício da “saidinha” de Dia dos Pais. O texto ainda faz um alerta: todos os cidadãos devem ficar atentos com o grande número de presidiários nas ruas. Confira:

Pessoal, hoje começa a “saidinha” do dia dos Pais vai chover presidiário nas ruas, vamos ficar atentos, e avisar nossas famílias, infelizmente ainda temos que conviver com isso. ATENÇÃO: Saída Temporária de Presos com benefício, para o “Dia dos Pais”. SAÍDA: dia 07/08/19 às 07:00 h. RETORNO: dia 16/08/19 às 16:00 h. ATENÇÃO REDOBRADA Todo cuidado é pouco !

Saidinha do Dia dos Pais vai de 7 a 16 de agosto e representa grande perigo à sociedade?

A mensagem está sendo amplamente compartilhada entre internautas das redes sociais e tem causado uma certa tensão. Muitas pessoas realmente têm acreditado nas mensagens. Mas será que os cidadãos precisam mesmo se preocupar com a “saidinha” de Dia dos Pais? A resposta é não!

Vamos aos fatos! De imediato, a forma como o texto é escrito deixa muitas dúvidas (e já merecia uma reflexão antes de ser compartilhado). Ao ler as mensagens, é possível ver que elas apresentam todas as características de boatos online: são vagas, alarmistas, possuem erros de português, pedidos de compartilhamento e não citam fontes confiáveis. Ufa! A realidade é que elas mais assustam do que informam (não há sequer o local onde a “saidinha” estaria ocorrendo).

Vale ressaltar que a saída é um direito garantido por lei e não é concedido a todos os detentos. A saída depende de critérios, por exemplo, como o tempo de cumprimento da pena, bons modos etc. Além disso, cada estado possui um número máximo de dias em que o detento pode permanecer fora do presídio (e eles são diluídos ao longo do ano, ou seja, nenhum deles vai permanecer 15 ou 30 dias seguidos fora da prisão). A maior parte dos estados acaba fracionando esses dias em datas festivas.

Ao analisar as poucas informações disponíveis nas mensagens, percebemos que o pouco que foi mostrado apresenta informações erradas. A equipe do Boatos.org, por exemplo, não encontrou nenhum estado que tenha concedido a bagatela de 9 dias de benefício aos detentos.

No Maranhão, em 2019, a “saidinha” de Dia dos Pais vai ocorrer entre os dias 7 a 13 de agosto e vai contemplar 656 presos. Já no Pará, esse período será fracionado (devido ao massacre ocorrido no final do mês de julho, no presídio de Altamira). Com isso, 1176 detentos serão liberados em grupos de 300 pessoas nos dias 6, 13, 20 e 27 de agosto. A saída de cada grupo tem duração de 7 dias.

Em São Paulo, a “saidinha” ocorre do dia 9 ao dia 14 de agosto. Já na Bahia, o benefício ocorre entre os dias 7 a 13. Ou seja, nenhum estado deve conceder 9 dias de benefício aos detentos.

Vale destacar que a “saidinha” não significa, necessariamente, um aumento de ocorrências nas ruas, já que os detentos beneficiados são do regime semiaberto (isto é, saem durante o dia e retornam para dormir nas unidades carcerárias) e precisam possuir um histórico de bom comportamento.

Além disso, os estudos apontam que, por mais que ocorram casos de reincidência, isso não é regra. No Distrito Federal, por exemplo, 1084 presos receberam o benefício da “saidinha” e apenas 7 deles cometeram crimes durante esse período (e 14 deles não retornaram às unidades na data prevista). Já no Natal, dos 1145 internos liberados, apenas 10 não retornaram às penitenciárias (representando nem 1% dos beneficiários).

Em resumo: a história que diz que a “saidinha” de Dia dos Pais, em 2019, vai de 7 a 16 de agosto é falsa! Além das informações apresentadas na mensagem serem vagas (não informando sequer o local para o alerta), os dados estão errados (em nossas buscas, não encontramos nenhuma saída que vá durar 9 dias). Por fim, a mensagem também é carregada de preconceito, uma vez que os dados liberados pelas secretarias de segurança apontam que o número de presos reincidentes nesses períodos é mínimo. Ou seja, a história não passa de boato. Até a próxima!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)